Este artigo descreve as alterações que você pode esperar em seu ambiente de tenant do Horizon Cloud depois de concluir com êxito a transição do Agente de Pod único para o Universal Broker. As alterações incluem alguns comportamentos de recursos novos e algumas limitações de recursos.

Para obter mais informações sobre determinadas limitações de recursos em um ambiente do Universal Broker, consulte Limitações conhecidas do Universal Broker.

Alterações nas atribuições do usuário final

  • Todos os seus pods no Microsoft Azure são adicionados a um site chamado Site-Padrão.
  • As atribuições de área de trabalho VDI são convertidas em atribuições de várias nuvens intermediadas pelo Universal Broker. Nas configurações de atribuição padrão, a afinidade de conexão é definida como Site mais Próximo, e o escopo é definido como No Site.
    Observação: Um usuário específico pode receber no máximo uma área de trabalho atribuída de uma atribuição dedicada intermediada pelo Universal Broker, mesmo se a atribuição incluir áreas de trabalho de vários pods.
    Importante: Se um usuário tiver recebido anteriormente várias áreas de trabalho atribuídas de uma atribuição dedicada em um ambiente de Agente de Pod único, ele não poderá acessar essas áreas de trabalho após a transição para um ambiente do Universal Broker. Para acessar as áreas de trabalho atribuídas, o usuário pode se conectar diretamente ao FQDN do pod em vez de usar o FQDN do Universal Broker.
  • As atribuições de área de trabalho e de aplicativo com base em sessão agora são intermediadas pelo Universal Broker.

Alterações nos pools de áreas de trabalho com nomes idênticos

Se qualquer pool da área de trabalho nos seus pods tiver o mesmo nome antes da transição do agente, eles serão editados para terem nomes distintos. Essa alteração garante que você possa adicionar pools de áreas de trabalho nomeados exclusivamente de pods diferentes a uma única atribuição intermediada pelo Universal Broker.

Por exemplo, suponha que você tenha o seguinte cenário antes da transição do agente:

  • O Pod1 continha um pool chamado TestPoolName.
  • O Pod2 continha um pool também chamado TestPoolName.

Após a transição, os nomes do pool mudam da seguinte maneira:

  • No Pod1, o nome do pool permanece como TestPoolName.
  • No Pod2, o pool é renomeado para TestPoolName1.

Alterações no prefixo de nomes de VM

Em um ambiente de Agente de Pod único antes da transição, o prefixo de nomes de VM de um pool podia ter no máximo 11 caracteres. Após a transição para o Universal Broker, o prefixo de nomes de VM pode consistir em no máximo nove caracteres.

Como resultado, todos os prefixos de nomes de VM que anteriormente tinham mais de 9 caracteres são automaticamente truncados após a transição.

Se várias atribuições usarem o mesmo prefixo de nomes de VM, você poderá encontrar um erro ao tentar editar uma das atribuições. Para resolver o erro, altere o prefixo de nomes de VM da atribuição no assistente de Edição.

Considerações de recursos após a transição

As considerações a seguir se aplicam a determinados recursos após a transição para o Universal Broker.

  • Não há suporte para atribuições de personalização (também conhecidas como atribuições de Redirecionamento de URL).
  • O recurso de cancelamento de tarefa não terá suporte se os pods estiverem sendo executados antes do manifesto 2474.0. Para usar esse recurso, você deve fazer upgrade de seus pods para o manifesto 2474.0 ou posterior.
Importante: O recurso de proteção contra exclusão para interrupções de inventário não será compatível se os pods estiverem sendo executados antes do manifesto 2474.0. Para usar esse recurso, você deve fazer upgrade de seus pods para o manifesto 2474.0 ou posterior.

Por exemplo, se os seus pods estavam sendo executados antes do manifesto 2474.0 e tinham a proteção contra exclusão ativada antes da transição, o recurso deixará de funcionar após a transição. Se você fizer upgrade dos pods para o manifesto 2474.0 ou posterior, o recurso de proteção contra exclusão ficará funcional novamente.