Quando um pod do Horizon conectado à nuvem em um VMware SDDC atende a certos requisitos, você pode alterar o pod para o estado gerenciado depois de ter configurado seu ambiente de tenant do Horizon Cloud para o Universal Broker. Alterar um pod para um estado gerenciado permite que você adicione atribuições desse pod a um Universal Broker gerenciado.

Você executa o fluxo de trabalho de estado de alteração na página Capacidade do Horizon Universal Console. Normalmente, primeiro você configura o Universal Broker usando a página do agente do console antes de executar o fluxo de trabalho de estado de alteração na página Capacidade.

Pré-requisitos

Procedimento

  1. Clique em Configurações > Capacidade. Selecione a guia Pods se ela ainda não estiver selecionada.
  2. Selecione o pod na lista e clique em Mais > Alterar Estado.
    O console exibe a janela do fluxo de trabalho do estado de alteração.
  3. Na janela do fluxo de trabalho do estado de alteração, configure a associação de site do pod.
    • Para associar o pod a um novo site, selecione Novo e digite o nome do novo site.
    • Para associar o pod a um site existente, selecione Existente e selecione um site no menu suspenso.
  4. Digite o FQDN externo exclusivo do pod (nome de domínio totalmente qualificado). O FQDN geralmente é definido da seguinte maneira:
    • Quando o pod tiver várias instâncias externas do Unified Access Gateway, especifique o endereço do balanceador de carga local como o FQDN do pod.
    • Quando o pod tiver apenas uma instância externa do Unified Access Gateway, especifique o endereço dessa instância do Unified Access Gateway como o FQDN do pod.
  5. (Opcional) Quando o pod também tiver instâncias internas do Unified Access Gateway, ative a alternância para indicar que haverá usuários finais internos acessando suas áreas de trabalho na rede interna e, em seguida, especifique o FQDN interno.
    Depois de ativar a alternância, um campo será exibido para fornecer o FQDN interno do pod.
    • Quando o pod tiver várias instâncias internas do Unified Access Gateway, especifique o endereço do balanceador de carga local usado por essas instâncias como o FQDN interno do pod.
    • Quando o pod tiver apenas uma instância interna do Unified Access Gateway, especifique o endereço dessa instância do Unified Access Gateway como o FQDN interno do pod.
  6. Clique em Salvar.

Resultados

O pod passa por um processo de validação para garantir que ele atenda a todas as configurações necessárias descritas em Requisitos do sistema para o Universal Broker. Se o pod passar no processo de validação, ele será ativado para a participação no ambiente do Universal Broker, e a página Capacidade exibirá o estado do pod como Gerenciado.
Observação: Se o pod não passar no processo de validação, uma mensagem será exibida com detalhes que descrevem a configuração do sistema que está ausente (por exemplo, o plug-in do Universal Broker não está instalado). Realize as ações necessárias para corrigir a configuração do pod antes de tentar alterar o pod novamente para o estado gerenciado.

O que Fazer Depois

Se o seu pod tiver instâncias internas do Unified Access Gateway e você tiver configurado o Universal Broker para usar a autenticação de dois fatores, mas quiser ignorar a autenticação de dois fatores para os usuários finais internos, defina intervalos de rede internos para que o Universal Broker os identifique como conexões internas com o objetivo de ignorar a autenticação de dois fatores para eles. Consulte Definir intervalos de rede interna para o Universal Broker.