Depois de publicar uma imagem e criar atribuições de área de trabalho VDI que a usam, você pode fazer alterações nessa imagem e aplicar as alterações em todas as atribuições de área de trabalho VDI que usam essa imagem. Uma razão típica para atualizar uma imagem já publicada é para instalar aplicativos de terceiros adicionais ou outros recursos. Você inicia esse fluxo de trabalho no Horizon Universal Console.

Observação: Se você estiver alterando a imagem para atualizar os componentes relacionados ao agente do Horizon Cloud, poderá usar um procedimento diferente. Consulte Pods do Horizon Cloud: atualizar o software relacionado ao agente instalado em suas atribuições de área de trabalho VDI, farms, publicação de imagens e VMs base e seus subtópicos.

Em um alto nível, o fluxo de trabalho para atualizar uma imagem em uso é:

  1. Duplique a imagem existente cria uma imagem com a mesma configuração e um novo nome. No processo de duplicação, o sistema clona a máquina virtual (virtual machine, VM) da imagem selada para criar uma nova VM de golden image não publicada e a inclui na lista da página VMs Importadas.
  2. Quando a página VMs Importadas relatar que o agente da nova VM está ativo, faça login na VM e faça as alterações desejadas nessa VM duplicada.
  3. Use Converter em Imagem para publicar essa VM duplicada, tornando atribuível uma imagem (selada).
  4. Edite as atribuições de área de trabalho VDI que estão usando a imagem original para usar a imagem duplicada recém-atualizada em vez da original.

Pré-requisitos

Verifique se você tem as credenciais da conta de administrador local para fazer login na imagem e atualizá-la. Essa conta de administrador é a mesma que foi usada para publicar a imagem usando o fluxo de trabalho Nova Imagem. Consulte Converter uma VM da imagem configurada em uma imagem atribuível no Horizon Cloud.

Observação: Ao usar o Cliente de Área de Trabalho Remota da Microsoft como software RDP para conectar-se à VM, verifique se a versão é a mais recente. Por exemplo, o software RDP padrão no sistema operacional Windows 7 não é uma versão superior o suficiente. A versão deve ser 8 ou superior.

Procedimento

  1. Clique em Inventário e navegue até a página relacionada à imagem na qual a imagem está listada.
  2. Marque a caixa de seleção para a imagem e clique em Duplicar.
    Na caixa de diálogo, insira um nome para a imagem duplicada. Depois que você insere um novo nome e clica em Salvar, o sistema clona a VM da imagem selada para criar uma nova VM da imagem e a inclui na lista da página VMs Importadas.
    Observação: Como o sistema inicia o processo de clonagem, a imagem selada original entra no status de Transição para a primeira parte do processo. Após alguns minutos, a imagem selada original retorna ao estado original.
  3. Navegue até Inventário > VMs Importadas para ver quando a página VMs Importadas relata que o agente da nova VM está ativo.
  4. Quando a página VMs Importadas mostrar que o agente da nova VM está ativo, use o endereço IP da VM e seu software RDP para conectar-se ao sistema operacional Windows.
    • Se a imagem original tiver sido criada com um endereço IP público, a nova VM duplicada terá um endereço IP público e você poderá usar esse endereço IP no seu software RDP
    • Se a imagem original não tiver sido criada com um endereço IP público, a nova VM duplicada terá um IP que é privado no seu ambiente de nuvem do Microsoft Azure, e você deverá realizar o RDP nele por meio de um destes dois métodos:
      • Usar outra VM em sua assinatura do Microsoft Azure que tem um endereço IP público e aplicar um RDP de saída na VM.
      • Usar sua VPN e seu RDP na VM em sua rede corporativa
  5. Faça login no sistema operacional Windows usando o nome de usuário e a senha fornecidos no assistente para Importar Imagem quando a imagem foi criada.
    Se estiver usando o nome de administrador local, insira o nome de usuário como \username.
  6. No sistema operacional Windows, realize as atualizações desejadas.
  7. Volte para a página VMs Importadas, marque a caixa de seleção dessa VM duplicada e clique em Mais > Converter em Imagem.
    O sistema obtém a imagem, que foi duplicada e atualizada, por meio de seu processo de publicação padrão. A imagem é exibida na página relacionada à imagem na qual ela estava listada no início desse processo. Quando o processo de publicação for concluído, a imagem será exibida com o status Publicado.
  8. Quando você vir que a imagem duplicada e atualizada estão no status Publicado, edite cada atribuição de área de trabalho VDI que está usando a imagem original para usar a nova imagem duplicada em vez disso, a imagem que agora tem suas alterações nela.

Resultados

Quando você atualiza uma atribuição de área de trabalho VDI para alterar sua imagem:

  • VMs não atribuídas e desligadas na atribuição são recriadas automaticamente usando a nova imagem.
  • VMs não atribuídas que estão ligadas, mas não têm uma conexão ativa do usuário final são recriadas automaticamente com a nova imagem.
  • As VMs não atribuídas que estão ligadas e têm uma conexão do usuário final ativa, como aquelas provenientes de uma atribuição de área de trabalho VDI flutuante, são atualizadas automaticamente com a nova imagem quando o usuário faz logoff.
  • As VMs de área de trabalho que são mapeadas para um usuário final, como aquelas provenientes de uma atribuição de área de trabalho VDI dedicada, não são atualizadas automaticamente para a nova imagem. Para obter uma VM de área de trabalho atribuída atualizada para usar a nova imagem duplicada, você deve cancelar manualmente a atribuição dessa VM da área de trabalho. Na próxima vez que o sistema ligar a VM da área de trabalho, será aplicada a nova imagem. Em seguida, você pode atribuir manualmente dessa VM da área de trabalho de volta para um usuário específico.

O que Fazer Depois

Quando você tiver atualizado as atribuições de área de trabalho VDI que estavam usando a imagem original e puder determinar que a imagem original não é mais necessária pela sua organização, poderá usar o console para excluir a imagem original. Excluir a imagem original é uma prática recomendada, para impedir que outros administradores em sua organização usem uma imagem com software de nível inferior.