Este tópico descreve alguns dos limites comuns do VMware Horizon Cloud Service on Microsoft Azure que também são chamados de máximos suportados. Este tópico descreve atualmente os máximos suportados tanto no número de VMs de área de trabalho e RDSH de farm que você pode implantar em uma única assinatura quanto no número total de sessões simultâneas conectadas que você pode ter por pod. Ao longo do tempo, este tópico será atualizado para listar mais limites conhecidos.

O serviço é testado até certo número de VMs implantadas em uma única assinatura e o número de conexões simultâneas que um pod pode acomodar.

Máximo de 2.000 VMs de área de trabalho e VMs RDSH de farm por assinatura
Esse limite é baseado nos limites de API do Microsoft Azure dados em uma única assinatura. Para funcionar bem dentro desses limites da interface de programação de aplicativos durante as operações normais, o Horizon Cloud suporta um máximo de 2.000 VMs de área de trabalho e VMs RDSH de farm por assinatura.

O número de 2.000 por assinatura inclui VMs de área de trabalho VDI e VMs RDSH de farm e aplica-se a todos os pods na assinatura única. Por exemplo, se você tiver um pod na sua assinatura, poderá ter até 2.000 áreas de trabalho VDI nesse pod ou 1.950 áreas de trabalho VDI e mais 50 VMs RDSH de farm. Se você tiver mais de um pod em sua assinatura, o número de áreas de trabalho VDI e VMs RDSH de farm em todos os pods não deverá ser maior que o total de 2.000.

Máximo de 2.000 sessões por pod
O Horizon Cloud suporta até 2.000 sessões simultâneas conectadas por pod. Esse número de 2.000 inclui conexões a áreas de trabalho VDI, áreas de trabalho RDS e aplicativos de RDS servidos pelo pod. Os recursos de manipulação de sessão do pod determinam esse máximo.