VMware Horizon Cloud Service on Microsoft Azure |  31 DE JANEIRO DE 2018

A última atualização das notas de lançamento ocorreu em: 31 DE JANEIRO DE 2018

Verifique se há adições e atualizações para estas notas de versão.

O que há nas Notas de Versão

As notas de versão cobrem os seguintes tópicos:

Sobre o VMware Horizon Cloud Service on Microsoft Azure

Com o VMware Horizon Cloud Service on Microsoft Azure, seus usuários finais podem acessar com segurança as áreas de trabalho e os aplicativos remotos do RDS (serviço de área de trabalho remota) em qualquer dispositivo. O ambiente combina a simplicidade do gerenciamento da camada de controle do Horizon Cloud com a economia do Microsoft Azure. O ambiente geral consiste no serviço de nuvem oferecido pela VMware, em sua capacidade fornecida na nuvem do Microsoft Azure e no software VMware implantado nessa capacidade. Você conecta sua assinatura do Microsoft Azure ao Horizon Cloud para gerenciar e fornecer os servidores Windows virtuais e os aplicativos remotos habilitados para o RDS. A configuração do ambiente envolve a implantação do software VMware necessário de acordo com sua capacidade do Microsoft Azure. O software VMware implantado cria uma entidade corretamente configurada, chamada de nó do Horizon Cloud, que está associada com o plano de controle. Após o nó ser implementado, utiliza-se a camada de controle para criar farms RDSH e autorizar áreas de trabalho e aplicativos remotos a seus usuários finais.

O que há de novo?

A versão VMware Horizon Cloud Service on Microsoft Azure 1.5 inclui os novos recursos a seguir. Para obter detalhes, consulte o Guia de administração desta versão.

  • Gerenciamento de energia com base em agendamento para servidores RDSH em um farm. Esse novo recurso fornece a capacidade de programar o desligamento dos servidores de um farm em fins de semana, feriados e horas não úteis. Os desligamentos agendados podem otimizar economias de custos. O recurso também fornece a capacidade de agendar uma contagem mínima de servidores maior para atender os momentos nos quais a demanda dos usuários finais será maior e você deseja garantir que o número de servidores ligados estará disponível para atender a essa demanda.
  • Suporte ao uso do Microsoft Windows Server 2016 com VMs GPU de tamanho NV6 para as imagens de servidor mestre de tamanho NV6.
  • Suporte à execução de mais de 20 sessões em servidores de área de trabalho RDS ativados para GPU, quando o Microsoft Windows Server 2016 é usado.
  • Configuração aprimorada do Unified Access Gateway, incluindo suporte para a autenticação de dois fatores baseada em RADIUS. O Unified Access Gateway permite o acesso às áreas de trabalho do nó por meio da Internet, para usuários externos da sua rede corporativa.
  • Capacidade de usar o Console Administrativo para atualizar os agentes em imagens seladas e naqueles servidores do farm RDSH com base em imagens atualizadas.
  • Capacidade de usar o Console Administrativo para atualizar o software do nó implantado para a versão mais recente.
  • Os tipos de atribuição expandidos agora incluem um tipo de personalização. O tipo de atribuição de redirecionamento de URL anterior foi reimplementado como uma atribuição de personalização.
  • A capacidade de adicionar uma conta de ingresso no domínio auxiliar que o Horizon Cloud pode usar para tarefas relacionadas a ingresso no domínio quando a conta de ingresso no domínio primária está inacessível.
  • Capacidade de usar o Console de Administração para duplicar uma imagem selada existente. Duplicar os resultados da imagem selada resulta em uma imagem não selada com um novo nome, configurada de forma idêntica à imagem existente e pronta para ser selada.
  • Capacidade de cancelar alguns tipos de tarefas relacionadas ao farm antes de serem concluídas.
  • Recursos de alertas e de monitoramento expandidos no Console Administrativo:
    • Alertas exibidos quando a integridade de máquinas virtuais (VMs) da área de trabalho ultrapassa os limites padrão para CPU, memória e disco IOPS.
    • Alertas exibidos quando o sistema detecta que a conta de BIND de domínio primário está bloqueada.
    • Informações adicionais sobre servidores RDSH de um farm, como endereço IP do servidor, status do agente, nome DNS, e detalhes do sistema operacional.
  • Durante a configuração manual de uma VM mestre, um novo Horizon Agents Installer único e unificado está disponível para instalar os Horizon Agents e os DaaS Agents necessários nas VMs mestres. Anteriormente, dois instaladores eram necessários, um por agente.

Antes de começar

Revise estas informações ao se preparar para implantar esta versão do VMware Horizon Cloud Service on Microsoft Azure.

Práticas recomendadas

Para usar o VMware Horizon Cloud Service on Microsoft Azure, é útil conhecer os seguintes fatos:

  • Compatibilidade com outros produtos VMware: Para obter as informações mais recentes sobre compatibilidade entre este produto e outros produtos VMware, consulte as matrizes de interoperabilidade de produtos VMware.
  • Experiência do navegador: O Console Administrativo é compatível com as versões recentes do Google Chrome, Mozilla Firefox, Microsoft Internet Explorer e Microsoft Edge. Mesmo que você possa tentar usar o Apple Safari, o uso do Console Administrativo no Apple Safari não é compatível nesta versão.
  • Assinatura e número de nós: Lembre-se do número de nós que você implanta em uma única assinatura, especialmente se você pretende ter cada nó em execução em grande escala. Apesar de ser possível implantar vários nós em uma única assinatura do Microsoft Azure, seja tudo em uma região ou espalhado por várias regiões, o Microsoft Azure impõe certos limites dentro de uma assinatura única. Devido a esses limites do Microsoft Azure, a implantação de um grande número de nós em uma única assinatura aumenta a probabilidade de atingir esses limites. Inúmeras variáveis, e combinações dessas variáveis, estão envolvidas em atingir esses limites, como o número de nós, o número de farms e atribuições em cada nó, o número de servidores em cada nó, o número de áreas de trabalho em cada atribuição etc.
    Se você pretende ter nós em execução em grande escala, considere adotar a abordagem de ter várias assinaturas com essas várias assinaturas em uma conta do Microsoft Azure. Os clientes do Microsoft Azure podem, e muitas vezes preferem, essa abordagem porque ela fornece alguns benefícios para um gerenciamento contínuo das assinaturas. Com essa abordagem, você deveria implantar um único nó por assinatura, acumular essas assinaturas em uma única conta "mestre" e evitar as chances de atingir os limites do Microsoft Azure impostos em uma única assinatura.

Documentação do produto e recursos úteis adicionais

Para acessar a documentação do produto para todos os modelos de implantação do Horizon Cloud, consulte a página de documentação do VMware Horizon Cloud Service.

Visite o site da comunidade para obter dicas úteis e para fazer quaisquer perguntas. White papers também estão disponíveis na seção Recursos da página do produto Horizon Cloud.

Limitações conhecidas

  • O serviço está atualmente disponível nos seguintes três ambientes de nuvem do Microsoft Azure:
    • Microsoft Azure (regiões globais padrão)
    • Microsoft Azure na China
    • Microsoft Azure na Alemanha
  • O acesso de saída à Internet é necessário no Microsoft Azure Virtual Network (VNet) que está conectado à VM de jumpbox temporária do nó e à VM do gerenciador de nós. Não há suporte para a autenticação com base em proxy nesta versão.
  • A autenticação de logon no Console Administrativo do Horizon Cloud baseia-se nas credenciais de conta do My VMware. Se o sistema de conta do My VMware estiver passando por uma falha do sistema e não for possível obter as solicitações de autenticação, você não poderá fazer logon no Console Administrativo durante esse período de tempo. Se você encontrar problemas para se conectar à primeira página de logon do Console Administrativo, consulte a página Status do Sistema do Horizon Cloud em https://status.horizon.vmware.com para ver o status mais recente do sistema. Nessa página, você também pode se inscrever para receber atualizações.
  • Durante o processo de dez minutos de atualização de um nó de um nível de software anterior para o mais recente, os usuários finais que têm sessões conectadas ao nó de atualização terão essas sessões ativas desconectadas. Não ocorrerá perda de dados, exceto no caso em que o farm RDSH que atende às sessões tem a opção Fazer Logon das Sessões Desconectadas definida como Imediatamente. Para tais farms, as sessões desconectadas também têm o logoff feito imediatamente e o trabalho em andamento do usuário é perdido nessas mesmas condições.
    Depois que o processo de atualização for concluído, esses usuários poderão se reconectar.
  • Nesta versão, cada nó configurado com instâncias do Unified Access Gateway precisa de seu próprio nome de domínio totalmente qualificado (FQDN) exclusivo.
  • Sua sessão autenticada (conectada) no Console Administrativo expirará após 60 minutos. Na maioria dos casos, quando passam 60 minutos, o sistema registrará automaticamente e explicitamente que você fez logout e apresentará uma mensagem que você deve efetuar logon novamente. No entanto, às vezes, o sistema finaliza a sessão autenticada e não faz seu logout de forma explícita. Quando isso acontece, ao tentar realizar algumas tarefas no Console Administrativo, mensagens de erro podem ser exibidas que não refletem com precisão o estado atual, como quando a página Farms informa que nenhum nó está disponível para a criação de um farm e as mensagens de erro informam: "Não há service_sessions do tipo identity_node fornecidas". Se você começar a ver esse comportamento e estiver usando o Console Administrativo por uma hora ou mais, faça logout manualmente e, em seguida, faça logon novamente.
  • O Console Administrativo não é compatível com o navegador Apple Safari. Alguns recursos da interface do usuário poderão não funcionar corretamente. No Mac OS, em vez do Apple Safari, você pode usar os navegadores Firefox ou Chrome.
  • Para imagens mestre ativadas para GPU, o Microsoft Windows Server 2016 é recomendável para evitar limitar o número de sessões de usuário final. Devido a uma limitação de driver NVIDIA no Windows Server 2012 R2, o número máximo de sessões para cada servidor de área de trabalho RDS é 20.
  • Em um ambiente de vários nós, não há suporte para a reutilização dos mesmos nomes de farm em diferentes nós em uma única assinatura do Microsoft Azure. Devido a um problema conhecido, quando um farm em um nó tem o mesmo nome que um farm em outro nó, e esses nós estão associados à mesma assinatura, as VMs do servidor do farm perdem suas credenciais de domínio. Para evitar essa situação, não reutilize os nomes de farm entre os nós ou, se for necessário reutilizar nomes de farm, use assinaturas diferentes para os nós.
  • Quando você implanta um nó do Horizon Cloud no Microsoft Azure depois de já ter configurado o True SSO para os nós implantados antes, o sistema não emparelha automaticamente o novo nó com os servidores de Registro. Você deverá repetir manualmente as etapas para exportar o pacote de emparelhamento e importá-lo nos servidores de Registro. Para obter as etapas, consulte o Guia de administração do VMware Horizon Cloud Service on Microsoft Azure.
  • Siga estas regras ao inserir caracteres no Console Administrativo:
    • Utilize somente caracteres ASCII padrão em senhas e nomes de usuário, e na senha quando estiver baixando o arquivo de bootstrap SSL do DaaS. Se você utilizar caracteres que não sejam ASCII para estes itens, poderá provocar resultados inesperados.
    • Ao inserir nomes para imagens importadas, farms, atribuições e outros ativos que resultam na criação de uma VM no Microsoft Azure, não insira mais de 12 caracteres para o nome.
    • Não use vírgulas em senhas de usuário.
    • Ao usar o assistente de importação para criar uma VM mestre do Microsoft Azure Marketplace:
      • Insira um nome de usuário e uma senha que respeitem as exigências do Microsoft Azure para nomes de usuário e senhas de administrador de VM. Consulte a página de perguntas frequentes do Microsoft Azure para obter mais detalhes.
      • Não insira um nome para a imagem que termina com hífen (-).
      • Não inclua um caractere de sublinhado (_) no nome da imagem.

Problemas conhecidos

As problemas conhecidos são agrupadas da seguinte maneira:

Problemas conhecidos relacionados ao Active Directory

  • Se você adicionar o mesmo grupo de usuários do Active Directory às funções de Superadministrador e de Administrador de Demonstração, esses usuários apresentarão um comportamento restrito inesperado no Console Administrativo.
    A função de Superadministrador destina-se a conceder todas as permissões para executar todas as ações de gerenciamento no Console Administrativo, ao passo que a função de Administrador de Demonstração é uma função somente leitura. No entanto, devido a esse problema conhecido, se você adicionar o mesmo grupo de usuários às duas funções, esses usuários não receberão as permissões da função de Superadministrador. As ações deles serão restritas no Console Administrativo, o que poderá impedir a disponibilidade de gerenciamento completo do seu ambiente.
    Solução: Não atribua o mesmo grupo de usuários às duas funções.
  • O bloqueio de conta de BIND primária não será detectado até que você realize uma ação que envolva o Active Directory no Console Administrativo.
    Devido a esse problema, um administrador conectado ao Console Administrativo não verá uma notificação de bloqueio de conta de BIND primária até que uma ação que envolva o Active Directory seja executada na interface do usuário, como durante a pesquisa do Active Directory para adicionar usuários a atribuições. Os serviços de nó detectam apenas uma conta de serviço bloqueada quando fazem uma solicitação para se comunicar com o Active Directory para autenticação ou pesquisa (usuário ou grupo).
    Solução: Não há.
  • É preciso até 15 minutos para que o Console Administrativo reflita um estado de bloqueio ou desbloqueio da conta de domínio de BIND primária.
    O objeto de conexão do sistema para o Active Directory é armazenado em cache por 15 minutos. Como resultado, ele pode levar 15 minutos entre o momento quando a conta de BIND primária vai para o estado bloqueado e o sistema gera a notificação para o administrador. Por outro lado, depois que o administrador limpa a condição bloqueada da conta, ele pode levar até 15 minutos para que o sistema pare de notificar sobre a conta agora limpa.
    Solução: Não há.
  • Reutilizar o mesmo nome de farm com um domínio diferente na mesma floresta do Active Directory pode levar a falhas de ingresso no domínio devido à duplicação dos nomes de provedor de serviços (SPNs).
    Devido a um novo recurso para os controladores de domínio no Microsoft Windows Server 2012 R2 e superior, uma verificação de SPN duplicado no controlador de domínio faz com que haja falhas no ingresso no domínio. Consulte o artigo 3070083 no Microsoft KB.
    Soluções:
    - Evite reutilizar nomes de farm.
    - Conforme descrito no artigo do Microsoft KB, desative as verificações de SPN duplicado no domínio do Active Directory.

Problemas conhecidos relacionados a imagens, farms e atribuições

  • Ao publicar (também conhecido como selar) uma VM importada, o processo pode resultar em um tempo limite atingido.
    Depois de clicar em Converter em Área de Trabalho em uma VM importada para torná-la uma imagem publicada (selada), um número de operações é realizado na VM. Uma das operações envolve encerrar e, em seguida, desligar a VM. No entanto, às vezes, a VM pode falhar ao ser encerrada completamente. Como resultado, o processo de conversão atinge o tempo limite. Na página Atividade, você verá uma mensagem semelhante a "Erro de tempo limite Foram aguardados 20 minutos para a máquina virtual ser desligada".
    Solução: Na página Imagens, use a ação Converter Imagem em Área de Trabalho na imagem. Quando a página Atividade indicar que o sucesso da conversão da imagem em uma área de trabalho, acesse a página VMs Importadas. Na página VMs Importadas, selecione a VM e clique em Converter em Imagem para executar o processo de publicação novamente.
  • Quando os nomes que o sistema usa para a criação de máquinas virtuais (VMs) tiverem mais de 12 caracteres, poderão ocorrer resultados inesperados.
    Nos fluxos de trabalho que fazem com que o sistema crie VMs, como criação de farms, imagens e atribuições, se você inseriu um nome com mais de 12 caracteres, o nome no sistema fica truncado. Como resultado, podem ocorrer resultados inesperados devido ao nome truncado.
    Solução: Limite os nomes inseridos a 12 caracteres ou menos.
  • Não é possível editar o número de sessões por servidor RDSH depois da criação de um farm.
    Devido a esse problema conhecido, o número de sessões do farm por servidor não pode ser alterado após a criação do farm. Se você desejar alterar o número de sessões por servidor, o farm deverá ser excluído e recriado com a nova configuração, ou outro farm deverá ser criado com a configuração desejada.
    Solução: Não há.
  • Durante a criação do farm, às vezes, as VMs de servidor ficam presas na etapa de personalização.
    Às vezes, durante o processo de sysprep nas VMs de servidor do farm, um serviço do Windows chamado de "tiledatamodelsvc" impede que o sysprep acesse os arquivos do Windows necessários para concluir o processo de personalização do sysprep. Como resultado, as VMs de servidor do farm não serão movidas após a etapa de personalização. O log de erros do sysprep contém a linha "Erro SYSPRP setupdigetclassdevs falhou com o erro 0".
    Solução: Se você encontrar esse problema e ver essa mensagem de erro no arquivo de log de erro do sysprep, tente desativar o serviço "tiledatamodelsvc" na imagem e criar o farm.
  • O Console Administrativo informa quais agentes DaaS dos servidores do farm estão ativos, e que suas VMs estão em estado de sucesso vários minutos antes que as VMs estejam, na verdade, prontas para uso na hora de atribuir áreas de trabalho RDS e aplicativos usando esse farm.
    Devido a esse problema conhecido, depois de criar um farm e o Console Administrativo indicar que os servidores do farm estejam prontos para que você atribua áreas de trabalho da sessão RDS ou aplicativos remotos usando esse farm, você verá na tela, ao acessar as telas de atribuições, mensagens sobre a necessidade de haver servidores RDSH ou farms que esgotaram a capacidade. Esses sintomas se devem ao fato de que o Console Administrativo indica que os servidores do farm estão prontos vários minutos antes que o agente de conexão para o Horizon Agent nas VMs do servidor esteja completamente pronto.
    Solução: Para evitar esse problema, atrase a criação das atribuições usando um farm pelo menos 15 minutos após a interface do usuário indicar que o farm está pronto.
  • O status do agente pode ser exibido como "indefinido" na página VMs Importadas após a duplicação de uma imagem ou criação manual de uma imagem no Microsoft Azure.
    Quando você usa o botão Duplicar na página Imagens para clonar uma imagem publicada ou quando você cria manualmente uma imagem mestre no Microsoft Azure, a VM resultante é listada na página VMs Importadas. Devido a esse problema, mesmo quando a VM está totalmente ligada, o status do agente pode ser exibido como "indefinido". No entanto, quando você seleciona a VM e escolhe Converter em Imagem para publicá-la, a interface do usuário relata o agente no estado "Ativo".
    Solução: Não há. Se os fluxos de trabalho de Nova Imagem ou Converter em Imagem relatarem o agente como "Ativo", você poderá ignorar o status "indefinido" na página VMs Importadas.
  • Em uma personalização de redirecionamento de URL, os padrões de URL com letras maiúsculas não resultam no redirecionamento das URLs para os usuários finais.
    Devido a esse problema, quando você usar letras maiúsculas ou maiúsculas e minúsculas em um padrão de URL, mesmo se o sistema salvar as informações, o redirecionamento para os usuários finais não ocorrerá de fato. Por exemplo, o redirecionamento de URL não ocorrerá para os padrões de URL especificados como *GOOGLE.com e *Google.com, mesmo que o padrão *google.com seja redirecionado.
    Solução: Use todas as letras minúsculas ao especificar padrões de URL.
  • Quando um farm em um nó tem o mesmo nome que um farm em outro nó, e esses nós estão associados à mesma assinatura, as VMs do servidor do farm perdem suas credenciais de domínio.
    Em um ambiente de vários nós, o Console Administrativo não impede que você crie um farm em um nó com o mesmo nome de um farm em outro nó da mesma assinatura do Microsoft Azure. Devido a esse problema conhecido, se ambos os nós estiverem sob a mesma assinatura e você der o mesmo nome a um farm em cada nó, esse problema ocorrerá.
    Solução: Para evitar essa situação, não reutilize os nomes de farm entre os nós ou, se for necessário reutilizar nomes de farm entre os nós para fins comerciais, use assinaturas diferentes para os nós.

Problemas conhecidos relacionados a relatórios

  • No relatório de Atividade do Usuário, a média semanal exibida (horas) não é intuitiva
    Devido a esse problema, as estatísticas semanais oscilam com o tempo porque a lógica de cálculo está dividindo a duração da semana atual por sete (7), sem arredondar para uma semana inteira. Por exemplo, quando você seleciona os últimos 30 dias, os dados para as semanas concluídas ficam inalterados, mas os dados para a semana atual são divididos por sete (7). A lógica atual é a média semanal (h) = média diária (horas) * 7 dias. O resultado é a média semanal dos últimos 30 dias = (duração total / 30 dias) * 7 dias.
    Solução: Não há.
  • O relatório de Integridade de área de trabalho não reflete um nome de farm recém-atualizado até uma hora após a alteração do nome.
    Se você alterar o nome de um farm, levará uma hora para que o menu suspenso Atribuição e a coluna Atribuição do relatório de Integridade de Área de Trabalho reflitam o novo nome.
    Solução: Aguarde uma hora para que o novo nome apareça no relatório.
  • A formatação em alguns dos arquivos CSV que você pode exportar a partir das telas de interface do usuário dos Relatórios não corresponde às tabelas na tela.
    Algumas das subtelas da página Relatórios fornecem um recurso para exportar os dados exibidos em formato CSV. Devido a esse problema, a formatação nos arquivos CSV exportados dos relatórios de Integridade de Área de Trabalho, de Simultaneidade e de Histórico da Sessão não coincide exatamente com os que você vê exibidos na tela. Por exemplo, a coluna de títulos pode ser diferente e os arquivos CSV podem ter mais colunas de dados que as tabelas na tela.
    Solução: Não há.

Gerenciamento de identidade, problemas conhecidos relacionados ao True SSO

  • Depois de atualizar o VMware Identity Manager Connector da versão 2017.8.1.0 para a versão 2017.12.1.0, a operação de sincronização pode falhar.
    Devido a um problema conhecido no VMware Identity Manager Connector, versão 2017.12.1.0, após a reinicialização do conector e durante a atualização do conector, a operação de sincronização no console administrativo do VMware Identity Manager pode falhar.
    Solução: Salve a coleção de aplicativos virtuais novamente digitando novamente a senha do administrador para o tenant e, em seguida, sincronize.
  • Enquanto uma implantação de nó estiver em andamento, a página Active Directory do Console Administrativo não exibe a seção Configuração True SSO
    Durante o tempo em que um nó está sendo implantado, a seção Configuração True SSO não fica visível na página Active Directory. Devido a esse problema, se uma implantação de nó ainda não tiver sido concluída, a página Active Directory não exibirá a seção Configuração True SSO.
    Solução: Verifique o estado dos seus nós na página Capacidade. Se um ou mais nós ainda precisarem concluir o treinamento no sistema, aguarde até que seu progresso seja concluído antes de tentar realizar a Configuração True SSO.

Problemas conhecidos relacionados à interface de usuário

  • Ao usar o Console Administrativo, você pode ver espaços reservados em vez de cadeias de caracteres de texto real ou você clica em um botão em uma página e nada acontece.
    A VMware atualiza periodicamente o ambiente de gerenciamento na nuvem que hospeda o Console Administrativo. Esse problema pode ocorrer quando conteúdo estático foi armazenado em cache no navegador antes da atualização mais recente na nuvem. É um problema temporário que sumirá quando o cache do navegador for apagado.
    Solução: Tente fazer logoff do Console Administrativo, limpar o cache do navegador, reiniciar o navegador e, em seguida, fazer login novamente no Console Administrativo.
  • Após a conexão por uma hora ou mais ao Console Administrativo, à medida que você executa algumas tarefas, mensagens de erro podem ser exibidas que não refletem o estado atual do sistema.
    Sua sessão autenticada (conectada) no Console Administrativo expirará após 60 minutos. Na maioria dos casos, quando passam 60 minutos, o sistema registrará automaticamente e explicitamente que você fez logout e apresentará uma mensagem que você deve efetuar logon novamente. Devido a esse problema, às vezes, o sistema finaliza a sessão autenticada, mas não faz seu logout de forma explícita. Quando isso acontece, ao tentar realizar algumas tarefas no Console Administrativo, mensagens de erro podem ser exibidas que não refletem com precisão o estado atual, como quando a página Farms informa que nenhum nó está disponível para a criação de um farm e as mensagens de erro informam: "Não há service_sessions do tipo identity_node fornecidas".
    Solução: Se você começar a ver esse comportamento e estiver usando o Console Administrativo por uma hora ou mais, faça logout manualmente e, em seguida, faça logon novamente.
  • Os nomes de aplicativo são exibidos em caracteres minúsculos quando os usuários finais os acessam com o Workspace ONE
    Quando seu ambiente do Horizon Cloud estiver integrado ao VMware Identity Manager, os usuários finais acessarão as áreas de trabalho e os aplicativos atribuídos usando o Workspace ONE. Devido a esse problema conhecido, os usuários veem os nomes de aplicativo exibidos com caracteres minúsculos, independentemente do caso real usado nos nomes de aplicativo. Esta limitação é devido à maneira como o VMware Identity Manager cria IDs de inicialização do Horizon Cloud usando REST APIs mais antigas do Horizon Cloud.
    Solução: Não há.
  • As porcentagens de uso de memória informadas para relatórios de integridade da área de trabalho e usadas para os alertas de integridade da área de trabalho se baseiam na porcentagem de memória confirmada, que é igual à memória física mais o tamanho do arquivo de paginação, e não em uma porcentagem de apenas a memória física.
    A memória confirmada de uma VM de área de trabalho é calculada como a memória física mais o tamanho do arquivo de paginação. Ao calcular a porcentagem de uso de memória em uma área de trabalho, o sistema considera a porcentagem usada desse total (memória física mais tamanho do arquivo de paginação). Os alertas de integridade da área de trabalho e o relatório de uso de memória nos relatórios de integridade da área de trabalho usam esse cálculo de porcentagem. No entanto, quando você faz logon em uma VM de área de trabalho e abre o Gerenciador de Tarefas do Windows para exibir o uso da memória no sistema operacional Windows da área de trabalho, o Gerenciador de Tarefas do Windows exibe a porcentagem com base somente na memória física. Como resultado, a porcentagem de uso de memória exibida pelo Gerenciador de Tarefas do Windows da área de trabalho não coincide com a porcentagem de uso de memória exibida nos relatórios de Integridade da Área de Trabalho ou no alerta de integridade da área de trabalho.
    Solução: Tenha em mente essa diferença se você optar por fazer uma comparação entre a porcentagem de uso de memória relatada pelo Gerenciador de Tarefas do Windows de uma área de trabalho e a porcentagem de uso de memória relatada no relatório de Integridade da Área de trabalho do Console Administrativo e nos alertas de integridade da área de trabalho para a área de trabalho.
  • Se o uso da CPU de uma VM de área de trabalho estiver em ou perto de 100%, o alerta da área de trabalho não será disparado.
    Se um aplicativo ou algo na VM da área de trabalho fizer com que o uso da CPU da VM alcance 100%, o agente da área de trabalho falhará em enviar a mesma quantidade de amostras de dados que geralmente envia para o Horizon Cloud porque a CPU está muito ocupada. Como resultado da baixa contagem de amostras retornada, o cálculo que o sistema usa para disparar o alerta da área de trabalho é afetado.
    Solução: Não há.

Problemas conhecidos relacionados a atualizações de nó

  • Embora um nó esteja sendo atualizado, as sessões de usuário final ativas para esse nó são desconectadas.
    Durante o processo de dez minutos de atualização de um nó de um nível de software anterior para o mais recente, os usuários finais que têm sessões conectadas ao nó de atualização verão essas sessões ativas desconectadas. No entanto, não ocorrerá perda de dados, exceto no caso em que o farm RDSH que atende às sessões tem a opção Fazer Logon das Sessões Desconectadas definida como Imediatamente. Para tais farms, as sessões desconectadas também têm o logoff feito imediatamente e o trabalho em andamento do usuário é perdido nessas mesmas condições.
    Solução: Não há. Depois que o processo de atualização for concluído, esses usuários poderão se reconectar. Para evitar a perda de dados para os usuários finais, antes de executar a atualização, verifique se as configurações nos farms do nó não têm a opção Fazer Logoff das Sessões Desconectadas definida como Imediatamente.

Problemas conhecidos relacionados a localização

  • A mensagem sobre a disponibilidade de nó não está localizada.
    Você verá a mensagem "None of your nodes are online or available." (Nenhum dos seus nós está on-line ou disponível.) em inglês.
    Solução: Não há.
  • Quando forem usados caracteres não ASCII ou ASCII superiores no nome do modelo de True SSO, haverá falha na recuperação do modelo.
    Devido a esse problema conhecido, se o nome do modelo de True SSO contiver caracteres não ASCII ou ASCII superiores, você não poderá configurar com êxito o True SSO com seu ambiente do Horizon Cloud.
    Solução: Para evitar esse problema, use apenas caracteres ASCII nos nomes de seus modelos de True SSO.
  • Algumas das cadeias de caracteres em alertas de integridade da área de trabalho da página Integridade da Área de Trabalho não estão localizadas.
    Solução: Não há.

Problemas anteriores resolvidos nesta versão

Esta versão resolve os seguintes problemas relatados na versão anterior:

Problemas relacionados ao Active Directory resolvidos

  • Depois que o primeiro nó estiver no estado Pronto da página Introdução, se você esperar 30 minutos ou mais para realizar a tarefa de Registrar Domínio do Active Directory e não fizer logout explicitamente antes de começar a registrar o domínio, será exibido um erro.
    Corrigido nesta versão: Durante o processo de integração de nó, o progresso é exibido na página Introdução. Se tiverem passado 30 minutos ou mais entre o momento em que a página mostra que o nó está pronto e você começa a registrar o domínio, um erro poderá ser exibido que informa ‘No service_session of type "identity_node" were provided’.
  • Na janela Registrar Active Directory, se não for possível acessar o domínio especificado, ou se as credenciais especificadas estiverem incorretas, depois de você tentar duas vezes enviar as informações, o sistema o desconectará, exibirá a tela de login do Console Administrativo do Horizon Cloud e você deverá fazer login novamente.
    Corrigido nesta versão: Ao usar a página do Active Directory para registrar um domínio extra do Active Directory, depois que você clicar em BIND de Domínio pela primeira vez na janela Registrar Active Directory, se o Horizon Cloud não conseguir acessar o domínio especificado, ou se as credenciais especificadas da conta do BIND de domínio estiverem incorretas, será exibida uma mensagem de erro e você poderá retornar à janela Registrar Active Directory e tentar novamente. Se a mesma coisa acontecer uma segunda vez, em vez de retornar à janela Registrar Active Directory, o sistema o desconectará.
  • A edição do valor padrão no campo OU padrão de ingresso no domínio na página do Active Directory não persistirá no sistema.
    Corrigido nesta versão: Mesmo que você possa editar o valor OU padrão do ingresso no domínio na página do Active Directory do Console Administrativo, a alteração não persistirá no sistema. O OU padrão para o domínio do AD registrado com o nó continua sendo CN=Computers. No entanto, mesmo que o OU padrão do nó seja CN=Computers, será possível alterar o OU padrão para um farm, e serão criadas atribuições com o OU do farm.
  • Quando você expandir as Propriedades Avançadas na janela Editar Active Directory, automaticamente aparecerá uma cópia da conta atual de BIND de domínio auxiliar na janela, e a única maneira de removê-la será cancelando fora da janela.
    Corrigido nesta versão: No Console Administrativo, você abre a janela Editar Active Directory para editar as informações de BIND de domínio clicando em Configurações > Active Directory e clicando em Editar ao lado da seção BIND de domínio na página. Na janela Editar Active Directory, quando você clicar em Propriedades Avançadas, será exibida automaticamente uma cópia da conta auxiliar atual automaticamente na janela como a próxima conta auxiliar. Para remover esta cópia adicionada automaticamente, você deverá cancelar fora da janela.

Problemas relacionados a imagens, farms e atribuições resolvidos

  • Na janela Importar Área de Trabalho - Marketplace, a opção Suporte 3D no RDSH está selecionada por padrão, mesmo que não tenha suporte para uso no Windows Server 2016.
    Esse problema foi corrigido nesta versão. Anteriormente, quando a opção Suporte 3D no RDSH padrão era instalada em um host RDS do Windows Server 2016, a área de trabalho publicada era iniciada com uma tela preta. Nesta versão, o Horizon Agent e as respectivas opções têm suporte para uso no Microsoft Windows Server 2016.
  • Durante a manutenção contínua do farm, pode ocorrer a redução da disponibilidade para áreas de trabalho e aplicativos remotos da sessão RDS do usuário final. 
    Corrigido nesta versão: Se não houver nenhuma sessão de usuário final nos servidores de um farm antes da janela de manutenção, todos os servidores serão encerrados ao mesmo tempo para manutenção. Em seguida, em caso de demanda elevada das sessões de usuário para áreas de trabalho e aplicativos remotos RDS que são servidos por esse direito de farm depois do início do processo de manutenção, o farm não poderá aceitar nem mesmo uma única sessão de usuário para um intervalo de três a cinco minutos.
  • Enquanto os servidores de um farm estiverem passando por operações de energia, se você clicar na guia Servidores na página de detalhes do farm, a página não poderá exibir informações.
    Esse problema foi corrigido nesta versão.
  • Para um aplicativo que foi originalmente adicionado ao inventário de forma manual, ao editar posteriormente o aplicativo na página Aplicativos e alterar o ícone, o ícone original anterior continuará sendo exibido aos usuários finais e também acabará reaparecendo na página Aplicativos do Console Administrativo do Horizon Cloud.
    Corrigido nesta versão: Se você editar o aplicativo para carregar um novo ícone, visualizará o novo ícone na página Aplicativos. No entanto, os usuários finais atribuídos a esse aplicativo continuam vendo o ícone original. Por fim, o ícone original também reaparece na página Aplicativos do Console Administrativo.

Problemas relacionados ao True SSO resolvidos

  • Quando você testar o emparelhamento do Servidor de registro após a importação dos tokens de emparelhamento, haverá falha no emparelhamento dos relatórios do sistema mesmo que o emparelhamento esteja bem.
    Corrigido nesta versão: Devido a algumas informações temporariamente salvas em cache, quando você está configurando o True SSO no Console Administrativo e clica em Testar Emparelhamento, às vezes, o sistema informa falha mesmo que o emparelhamento esteja bem. As informações em cache são atualizadas todos os minutos; portanto, se você aguardar um minuto e tentar novamente, o sistema informará o emparelhamento bem-sucedido real.
  • Quando forem usados caracteres não ASCII ou ASCII superiores no nome do modelo de True SSO, haverá falha na recuperação do modelo.
    Corrigido nesta versão: Se o nome do modelo de True SSO contiver caracteres não ASCII ou ASCII superiores, você não poderá configurar com êxito o True SSO com seu ambiente do Horizon Cloud.

Problemas relacionados à interface do usuário resolvidos

  • Mesmo depois que as tarefas do Assistente de Introdução forem concluídas, e você ver a barra de conclusão em 100%, quando você fizer logoff e, em seguida, fizer login no Console Administrativo, verá a barra de progresso do assistente mostrando 33% de andamento.
    Corrigido nesta versão: Quando você tiver a configuração para mostrar o Assistente de Introdução na inicialização, o sistema exibirá o assistente como a primeira tela todas as vezes que você fizer login. Devido a esse problema, desde que essa configuração esteja ativada, a barra de andamento exibirá 33% de conclusão em todas as vezes seguintes que você fizer login.
  • Quando o usuário final clicar na ação do menu Redefinir na sua sessão da área de trabalho RDS baseada em navegador, a ação de Logoff ficará temporariamente desativada por até 5 minutos.
    Corrigido nesta versão: Quando um usuário final usar um navegador para acessar uma sessão da área de trabalho RDS, o menu de ações na área de trabalho incluirá uma opção Redefinir. Redefinir uma área de trabalho significa reinicializar a VM subjacente da área de trabalho. Para as áreas de trabalho RDS, quando houver vários usuários com sessões que usam o mesmo servidor, o sistema impedirá adequadamente que um único usuário execute a ação de restauração. No entanto, devido a um problema conhecido, quando o usuário clicar na ação de Logoff depois de clicar em Redefinir, uma mensagem informará que a área de trabalho não poderá estar desconectada.
  • Ao usar o Console Administrativo no Microsoft Internet Explorer 11, você poderá ver espaços reservados em vez das cadeias de caracteres de texto real.
    Corrigido nesta versão: Esse problema ocorre porque um conteúdo estático está sendo armazenado em cache no navegador. É um problema temporário que sumirá quando o cache do navegador for apagado.

Problemas relacionados à localização resolvidos

  • Quando você usar a versão localizada do produto, algumas mensagens poderão exibir o texto em inglês.
    Esse problema foi corrigido nesta versão.
check-circle-line exclamation-circle-line close-line
Scroll to top icon