Para controlar os códigos-fonte dos pacotes de aplicativos, também chamados de otimização de distribuição, na sua implantação peer-to-peer, considere como os dados são transferidos dentro de redes e sub-redes.

Escritórios e sub-redes

Defina um escritório com uma ou mais sub-redes ou um ou mais intervalos de sub-redes conectados por uma rede de área local (LAN). Os escritórios recuperam conteúdo dos escritórios principais e o distribuem aos escritórios herdeiros.
  • Tipos de escritório – A distribuição por peers tem três tipos de escritório, e esses tipos de escritório compartilham dados de formas específicas.
    • Padrão – Define uma LAN com fio padrão. Os clientes tentam compartilhar conteúdo e enviam apenas solicitações de detecção de transmissão.
    • VPN – Define um escritório e um intervalo de sub-redes alocado para clientes conectados por VPN. Os clientes em um escritório com VPN não tentam compartilhar conteúdo, mas enviam solicitações de detecção de transmissão.
    • Wi-Fi – Define um escritório e um intervalo de sub-redes alocado a clientes conectados por Wi-Fi. Os clientes em um escritório com Wi-Fi compartilham conteúdo, mas não enviam solicitações de detecção de transmissão.

    Observação: Se você tiver um escritório físico com uma sub-rede com fio (padrão) e uma sub-rede Wi-Fi, crie um escritório para cada rede. Faça com que o escritório de Wi-Fi seja herdeiro do escritório com fio para que a rede Wi-Fi receba pacotes do escritório principal com fio.
  • Escritório central e servidor peer-to-peer – O servidor peer-to-peer deve residir em uma das sub-redes do escritório central no nível mais alto. Esse posicionamento disponibiliza o servidor para todos os clientes na hierarquia.

Transporte de dados em escritórios

O sistema distribui conteúdo de um escritório principal para um herdeiro uma única vez. Esse comportamento limita os dados enviados em links de redes remotas (WAN).
  • Protocolo adaptável – O protocolo adaptável é um protocolo proprietário que monitora o comprimento de filas do roteador de borda e envia os dados quando as filas estão quase vazias. Esse protocolo, implementado por um driver de kernel avançado, elimina a necessidade de limitar a largura de banda ao implantar aplicativos com a distribuição por peers.
  • Dentro de escritórios – O transporte de dados dentro de escritórios usa a LAN ou o protocolo Foreground. O sistema de distribuição por peers não gerencia esse protocolo.
  • Entre escritórios – O transporte de dados entre escritórios usa a rede remota ou o protocolo Background. Esse protocolo também é chamado de protocolo adaptável, que protege a disponibilidade de largura de banda em links de WAN.
  • Entre sub-redes – Defina as sub-redes conectadas por um link de rede remota como escritórios separados. Se os escritórios forem configurados incorretamente, o protocolo de LAN poderá ser usado em um link de rede remota, o que resultará na saturação dessa rede.

Clientes recebem aplicativos de acordo com critérios ordenados

O sistema peer-to-peer envia e recebe aplicativos de acordo com vários fatores, incluindo o espaço disponível no dispositivo, o fator forma do dispositivo e o tipo de sistema operacional. A ordem de download segue as escolhas a seguir de cima para baixo.

  1. Dispositivos com o maior espaço livre real
  2. Dispositivos identificados como preferenciais, também denominados pontos de encontro (RVPs)
  3. Tipo de chassi do dispositivo (desktops têm prioridade sobre laptops)
  4. Tipo de sistema operacional do dispositivo (servidores têm prioridade sobre estações de trabalho)
  5. Dispositivos com maior tempo de atividade
  6. Dispositivos com o maior espaço livre utilizável

Sistemas de backup

Quando não conseguem encontrar pacotes na hierarquia, os clientes peer-to-peer recebem pacotes de aplicativos de uma CDN ou de um sistema de armazenamento de arquivos. Uma CDN (opcional para implantações no local) oferece maior velocidade de download em relação ao sistema de armazenamento de arquivos.