No modelo do PowerShell, o Workspace ONE UEM adota a função de administrador do PowerShell e emite comandos para a infraestrutura do Exchange ActiveSync (EAS) para permitir ou negar acesso ao e-mail, segundo as políticas definidas no console da UEM console. As implementações do PowerShell não requerem um servidor proxy separado de e-mail e seu processo de instalação é simples.

As implantações do PowerShell são para as empresas que usam o Microsoft Exchange 2010, 2013, 2016, 2019 ou o Office 365.

Modelo do PowerShell do Office 365  

Há duas maneiras de emitir os comandos do PowerShell, dependendo do local em que o servidor Workspace ONE UEM e o servidor do Exchange estão:
  • O servidor do Workspace ONE está na nuvem e o servidor do Exchange está no local – o servidor Workspace ONE UEM emite os comandos do PowerShell. O VMware Enterprise Systems Connector configura a sessão do PowerShell com o servidor de e-mail.
  • O servidor de Workspace ONE UEM e o servidor de e-mail estão no local – o servidor Workspace ONE UEM configura a sessão do PowerShell diretamente com o servidor de e-mail. Aqui, não existe nenhum servidor de VMware Enterprise Systems Connector necessário, a menos que o servidor da Workspace ONE UEM não possa se comunicar diretamente com o servidor de e-mail.

Modelo do PowerShell Exchange

Para assistência na escolha entre Secure Email Gateway e os modelos de implantação do PowerShell, consulte a seção Recomendações do Workspace ONE UEM.