vRealize Orchestrator é o mecanismo de fluxo de trabalho integrado no vRealize Automation.

O servidor do vRealize Orchestrator distribuído com o vRealize Automation é pré-configurado e, portanto, quando o administrador do sistema implanta o dispositivo do vRealize Automation, o servidor do vRealize Orchestrator está instalado e funcionando.

Figura 1. Criar e solicitar itens de catálogos incluídos em um XaaS para provisionar um recurso personalizado
Mapeie um tipo de objeto de Orchestrator como um recurso personalizado e um fluxo de trabalho do Orchestrator como um blueprint de serviço. Você pode publicar vários blueprints de serviço como itens de catálogo e combiná-los em um serviço avançado. Você pode, então, expor o serviço para o catálogo de seus consumidores. Quando os consumidores solicitam o provisionamento de um item do catálogo incluído no serviço, eles executam um fluxo de trabalho no Orchestrator e provisionam o item no catálogo.

Arquitetos do XaaS adicionam recursos personalizados relacionados aos endpoints suportados e fluxos de trabalho fornecidos, e, em seguida, criar blueprints e ações do XaaS com base nesses recursos. Administradores de tenant e gerenciadores de grupos de negócios podem adicionar blueprints e ações do XaaS ao catálogo de serviços. Também é possível usar o blueprint do XaaS no designer de blueprint.

Quando o usuário do catálogo de serviços solicita um item, o vRealize Automation executa um fluxo de trabalho do vRealize Orchestrator para provisionar o recurso personalizado.

Figura 2. Criar e solicitar ações de recurso personalizado para modificar um recurso personalizado
Mapeie um tipo de objeto de Orchestrator como um recurso personalizado e um fluxo de trabalho do Orchestrator como uma ação de recurso. Após os consumidores provisionarem o recurso personalizado, eles podem solicitar a execução da ação de recurso e modificar o item que eles provisionaram. Quando os consumidores solicitam a ação pós-provisionamento, eles executam um fluxo de trabalho no Orchestrator e modificam o item no catálogo.

Os arquitetos do XaaS também podem adicionar fluxos de trabalho do vRealize Orchestrator como ações de recurso para ampliar as capacidades do vRealize Automation. Após os usuários de catálogo de serviços provisionarem um recurso personalizado, eles podem executar uma ação pós-provisionamento. Desta forma, os consumidores executam um fluxo de trabalho do vRealize Orchestrator e modificam o recurso personalizado provisionado.

Quando um usuário de catálogo de serviço solicita uma ação de recurso ou blueprint do XaaS como um item de catálogo, o serviço do XaaS executa o fluxo de trabalho correspondente do vRealize Orchestrator passando os seguintes dados como parâmetros globais para o fluxo de trabalho:

Tabela 1. Parâmetros globais do XaaS

Parâmetro

Descrição

__asd_tenantRef

O tenant do usuário solicitando o fluxo de trabalho.

__asd_subtenantRef

O grupo de negócios do usuário solicitando o fluxo de trabalho.

__asd_catalogRequestId

A ID de solicitação do catálogo para essa execução de fluxo de trabalho.

__asd_requestedFor

O usuário de destino da solicitação. Se a solicitação for em nome de um usuário, então este é o usuário em nome de quem é solicitado o fluxo de trabalho, caso contrário, é o usuário que está solicitando o fluxo de trabalho.

__asd_requestedBy

O usuário solicitando o fluxo de trabalho.

Se um blueprint do XaaS ou uma ação de recurso usar um fluxo de trabalho do vRealize Orchestrator que contém um elemento de esquema de interação do usuário, quando um consumidor solicitar o serviço, o fluxo de trabalho suspende sua execução e espera que o usuário forneça os dados necessários. Para responder a uma interação de usuário em espera, o usuário deve navegar para Caixa de entrada > Ação manual do usuário.

O inventário do servidor padrão do vRealize Orchestrator é compartilhado em todos os tenants e não pode ser usado por tenant. Por exemplo, se um arquiteto de serviço criar um blueprint de serviço para a criação de um recurso de processamento de cluster, os consumidores de diferentes tenants devem percorrer os itens de inventário de todas as instâncias do vCenter Server embora possam pertencer a um tenant diferente.

Os administradores de sistema podem instalar o vRealize Orchestrator ou implantar o VMware vRealize ™ Orchestrator Appliance™ separadamente para configurar uma instância externa do vRealize Orchestrator e configurar o vRealize Automation para trabalhar com essa instância externa do vRealize Orchestrator.

Os administradores de sistema também podem configurar categorias de fluxo de trabalho do vRealize Orchestrator por tenant e definir quais fluxos de trabalho estão disponíveis para cada tenant.

Além disso, os administradores de tenant também podem configurar uma instância externa do vRealize Orchestrator, mas apenas para os seus próprios tenants.