É possível personalizar um fluxo de trabalho de alteração de estado usando o vRealize Automation Designer. Um autor de blueprint pode então habilitá-lo para blueprints específicos.

A seguinte visão geral de alto nível descreve as etapas necessárias para habilitar fluxos de trabalho de alteração de estado:

  1. Um desenvolvedor de fluxos de trabalho personaliza um dos modelos de fluxo de trabalho de alteração de estado usando o vRealize Automation Designer. Consulte Personalizar um fluxo de trabalho do IaaS.

    Qualquer fluxo de trabalho do IaaS pode chamar um fluxo de trabalho do vRealize Orchestrator. Para obter mais informações, consulte Usando atividades de fluxo de trabalho do vRealize Orchestrator.

  2. Um administrador de tenants ou gerente de grupos de negócios configura um blueprint para chamar o fluxo de trabalho personalizado para máquinas provisionadas a partir desse blueprint. Consulte Configurar um blueprint para chamar um fluxo de trabalho de alteração de estado.