Você pode usar o vRealize Orchestrator ou o vRealize Automation Designer para estender ciclos de vida de máquinas.

Você pode estender ciclos de vida de máquinas usando o vRealize Automation Designer para acessar o vRealize Orchestrator ou usando o vRealize Orchestrator diretamente. Ambas as abordagens permitem injetar uma lógica personalizada em estágios predeterminados do ciclo de vida da máquina IaaS por meio da criação de fluxos de trabalho personalizados do vRealize Orchestrator e depois inserir esses fluxos de trabalho nos stubs de fluxo de trabalho de alteração de estado. No entanto, você só poderá restringir lógicas de alteração de estado personalizadas a blueprints específicos se estiver usando o vRealize Orchestrator diretamente e só poderá restringir a execução de fluxos de trabalho a Distributed Execution Managers específicos pelo vRealize Automation Designer.

Observação:

Os stubs de fluxo de trabalho são substituídos pelas inscrições de fluxo de trabalho do agente de eventos. Eles ainda estão disponíveis, têm suporte e podem ser usados, mas serão removidos em uma versão futura do vRealize Automation. Para garantir a compatibilidade com produtos futuros, você deve usar as inscrições de fluxo de trabalho para executar fluxos de trabalho personalizados com base em alterações de estado. Consulte Configurando inscrições de fluxo de trabalho para estender o vRealize Automation.

Tabela 1. Escolhendo um cenário de extensibilidade de ciclo de vida

Cenário

Procedimento

Injete uma lógica personalizada em estágios predeterminados do ciclo de vida da máquina IaaS e aplique essa lógica personalizada a blueprints específicos.

Lista de verificação para estender ciclos de vida de máquinas usando o vRealize Orchestrator

Injete uma lógica personalizada em estágios predeterminados do ciclo de vida da máquina IaaS e aplique essa lógica personalizada a todos os seus blueprints.

Lista de verificação para estender ciclos de vida de máquinas usando o vRealize Automation Designer

Restrinja a execução de fluxos de trabalho a Distributed Execution Managers específicos usando habilidades no vRealize Automation Designer. As habilidades são semelhantes a uma tag que você pode aplicar tanto a fluxos de trabalho quanto a instâncias de Trabalhadores DEM.

Por exemplo, talvez você queira restringir fluxos de trabalho de provisionamento em nuvem a um DEM específico em execução em um host com o acesso de rede necessário a URLs da Amazon.

Associar fluxos de trabalho e trabalhadores DEM usando habilidades