Você pode exportar programaticamente o conteúdo de um ambiente do vRealize Automation para outro usando a API REST do vRealize Automation ou usando o vRealize CloudClient.

Por exemplo, você pode criar e testar seus blueprints em um ambiente de desenvolvimento e depois importá-los para o seu ambiente de produção. Outra opção é importar uma definição de propriedade de um fórum de comunidade para a sua instância de tenant ativa do vRealize Automation.

Você pode importar e exportar programaticamente qualquer um dos seguintes conteúdos do vRealize Automation:

  • Blueprints de aplicativo e todos os seus componentes

  • Blueprints de máquina do IaaS

  • Componentes do Software

  • Blueprints do XaaS

  • Grupos de propriedades

    Informações de grupo de propriedades são específicas de cada tenant e apenas serão importadas com o blueprint se o grupo de propriedades já existir na instância de destino do vRealize Automation.

Quando você exporta um blueprint de uma instância de tenant do vRealize Automation para outra, as informações do grupo de propriedades definidas para esse blueprint apenas serão reconhecidas para o blueprint importado se esse grupo já existir na instância do tenant de destino. Por exemplo, se você importar um blueprint que contém um grupo de propriedades denominado mica1, o grupo de propriedades mica1 apenas estará presente no blueprint importado se o grupo de propriedades mica1 já existir na instância do vRealize Automation para a qual você importar o blueprint. Para evitar a perda de informações do grupo de propriedades ao exportar um blueprint de uma instância do vRealize Automation para a outra, use o vRealize CloudClient para criar um arquivo zip de pacote de exportação que contenha o grupo de propriedades e importe esse arquivo zip de pacote para o tenant de destino antes de importar o blueprint. Para obter mais informações sobre como usar o vRealize CloudClient para listar, compactar, exportar e importar grupos de propriedades, bem como sobre outros itens do vRealize Automation, consulte o VMware Developer Center em https://developercenter.vmware.com/tool/cloudclient.

Tabela 1. Escolhendo sua ferramenta de importação e exportação

Ferramenta

Mais informações

vRealize CloudClient

Consulte o site de Desenvolvedores do VMware, em https://developercenter.vmware.com/tool/cloudclient.

API REST do vRealize Automation

Consulte o Guia de programação no Centro de Informações do vRealize Automation, em https://www.vmware.com/support/pubs/vcac-pubs.html.

Observação:

Quando estiver exportando e importando blueprints de maneira programática nas implantações do vRealize Automation, por exemplo, de um ambiente de teste para um de produção ou de uma organização para outra, é importante saber que dados de modelo de clonagem estão incluídos no pacote. Quando você importa o pacote do blueprint, as configurações padrão são propagadas com base nas informações do pacote. Por exemplo, se você exportar e depois importar um blueprint que foi criado com o uso de um fluxo de trabalho ao estilo de clone, e o modelo do qual os dados do clone foram derivados não existir em um endpoint na implantação do vRealize Automation para a qual você importou o blueprint, algumas configurações de blueprint importadas não serão aplicáveis a essa implantação.