Você pode usar o processo de migração automática para migrar sua implantação do vRealize Automation 6.2.x para a versão 7.1 usando a clonagem automática do banco de dados IaaS.

Por Que e Quando Desempenhar Esta Tarefa

Embora esse procedimento automatize a maior parte do processo de migração, a migração bem-sucedida depende das seguintes condições:

  • O nó Model Manager deve ter boa conectividade com as instâncias de origem e destino do Microsoft SQL Server. Redes com baixa largura de banda podem atingir o tempo limite durante a transferência de uma quantidade muito grande de dados entre os servidores.

  • As instâncias de origem e destino do Microsoft SQL Server devem estar no mesmo domínio.

  • Os logins do banco de dados Microsoft SQL Server IaaS de destino devem ser os mesmos que os logins configurados no banco de dados Microsoft SQL Server IaaS de origem.

Procedimento

  1. Obtenha a chave de criptografia de sua implantação do vRealize Automation 6.2.x.
    1. Execute o comando a seguir em um prompt de comando administrativo na máquina virtual que hospeda o Manager Service ativo para obter a chave de criptografia.

      C:\Program Files (x86)\VMware\vCAC\Server\ConfigTool\EncryptionKeyTool\DynamicOps.Tools.EncryptionKeyTool.exe" key-read -c "C:\Program Files (x86)\VMware\vCAC\Server\ManagerService.exe.config" -v

      Se o seu diretório de instalação não estiver na localização padrão, C:\Program Files (x86)\VMware\vCAC, você deverá editar o caminho para seu próprio diretório de instalação.

    2. Copie e salve a chave que aparece depois da execução do comando.

      A chave é uma cadeia de caracteres longa parecida com a seguinte:

      NRH+f/BlnCB6yvasLS3sxespgdkcFWAEuyV0g4lfryg=

  2. No ambiente do vRealize Automation 7.1 de destino, abra o console de gerenciamento do seu appliance virtual usando o nome de domínio totalmente qualificado: https://va-hostname.domain.name:5480.
  3. Faça login usando o nome de usuário root e a senha que você especificou quando o appliance foi implantado.
  4. Selecione Configurações do vRA > Migração.
  5. Certifique-se de que a caixa de seleção Clonar Automaticamente o BD IaaS de Origem esteja marcada.
  6. Marque ou desmarque a caixa de seleção Permitir migração SSO2. de acordo com como você migrou seus tenants e repositórios de identidades.
  7. Insira as informações solicitadas para o Appliance SSO2 do vRA de Origem.

    Opção

    Descrição

    Nome do host

    Nome do host para o Servidor de Identidades SSO2 do vRealize Automation 6.2.x de origem.

  8. Insira as informações solicitadas para o Appliance do vRA de Origem.

    Opção

    Descrição

    Nome do host

    Nome do host do appliance do vRealize Automation 6.2.x.

    Nome de usuário raiz

    raiz

    Senha raiz

    Senha raiz que você inseriu durante a implantação do appliance do vRealize 6.2.

    Reinserir senha

    Reinsira a senha raiz.

  9. Insira as informações solicitadas para o Appliance do vRA de Destino

    Opção

    Descrição

    Tenant padrão

    O tenant que você cria ao configurar o single sign-on no assistente de instalação, por exemplo, vsphere.local.

    Nome de usuário do administrador

    Nome de usuário do administrador de tenant padrão que você digitou durante a implantação do appliance do vRealize 7.1, por exemplo, administrador@vsphere.local.

    Senha do administrador

    A senha do administrador que você inseriu durante a implantação do appliance do vRealize 7.1.

    Reinserir senha

    Reinsira a senha do administrador.

    Nome de usuário raiz

    raiz

    Senha raiz

    A senha raiz que você inseriu durante a implantação do appliance do vRealize 7.1, por exemplo.

    Reinserir senha

    Reinsira a senha raiz.

  10. Insira as informações solicitadas para o Servidor de Banco de Dados IaaS do vRA de Origem.

    Opção

    Descrição

    Nome do host do banco de dados

    Nome do host do banco de dados Microsoft SQL IaaS do vRealize Automation 6.2.x.

    Nome do banco de dados

    O nome que você inseriu durante a implantação do appliance do vRealize Automation 6.2.x. O nome padrão é vCAC.

    Chave de criptografia

    Cadeia de caracteres da chave de criptografia da sua implantação do vRealize Automation 6.2.x de origem.

    Segurança do banco de dados

    Mecanismo de autenticação do SQL Server. Selecione Autenticação do Windows ou Autenticação SQL. Se você selecionar a Autenticação SQL, deverá inserir um nome de usuário e uma senha.

    Se os bancos de dados do vRealize Automation 6.2.x e 7.1 estiverem em domínios diferentes, a autenticação do Windows falhará.

  11. Insira as informações solicitadas para o Servidor de Banco de Dados IaaS do vRA de Destino.

    Opção

    Descrição

    Nome do host do banco de dados

    Nome do host do banco de dados Microsoft SQL IaaS do vRealize Automation 7.1.

    Nome do Novo Banco de Dados

    Nome do novo banco de dados para o qual você está migrando.

    Criar banco de dados

    Aceite a seleção padrão.

    Código de acesso

    Novo código de acesso para recriptografar conteúdo confidencial armazenado no banco de dados Microsoft SQL migrado. Um código de acesso é uma série de palavras usadas para gerar uma chave de criptografia que protege os dados enquanto eles estão armazenados no banco de dados, como credenciais de endpoints. Você usa esse código de acesso sempre que instala um novo componente.

    Segurança do banco de dados

    Mecanismo de autenticação do SQL Server. Selecione Autenticação do Windows ou Autenticação SQL. Se você selecionar a Autenticação SQL, deverá inserir um nome de usuário e uma senha.

    Se os bancos de dados do vRealize Automation 6.2.x e 7.1 estiverem em domínios diferentes, a autenticação do Windows falhará.

  12. Clique em Migrar.

    O Status da Migração mostra o andamento da migração, exibindo uma mensagem quando o processo estiver concluído.

    Mais detalhes sobre a migração estão contidos nos seguintes arquivos de log. É possível seguir esses arquivos de log para observar o andamento da migração.

    • Appliance virtual do vRealize Automation 6.2.x: /var/log/vcac/migration-package.log

    • Appliance virtual do vRealize Automation 7.1: /var/log/vcac/migrate.log

    • Nós Iaas: C:\Program Files (x86)\VMware\vCAC\InstallLogs-YYYYMMDDHHMMSS\Migrate.log

      O diretório de instalação dos nós do IaaS pode estar em um local diferente do padrão.

  13. Após a conclusão da migração, envie sua chave de licença do vRealize Automation 7.1.
    1. No console de gerenciamento, clique em Licenciamento.
    2. Digite sua chave de licença do vRealize Automation 7.1 na caixa de texto Nova chave de licença.
    3. Clique em Enviar chave.
  14. Se você estiver migrando de um ambiente clusterizado, acesse o console de gerenciamento em cada nó secundário e una o nó secundário ao nó mestre.
    1. Selecione Configurações do vRA > Cluster.
    2. Clique em Unir cluster.
  15. Se você estiver migrando de um ambiente clusterizado, configure cada nó secundário no balanceador de carga.

O que Fazer Depois

Validar o ambiente migrado do vRealize Automation