É possível usar prefixos de máquina para gerar os nomes de máquinas provisionadas. Os prefixos de máquina são compartilhados entre todos os tenants.

Você deve atribuir um prefixo da máquina padrão a cada grupo de negócios que pode precisar de recursos de IaaS. Cada blueprint deve ter um prefixo de máquina ou usar o prefixo padrão do grupo.

Os administradores de malha são responsáveis pelo gerenciamento de prefixos de máquina. Um prefixo é um nome base a ser seguido por um contador de um número de dígitos especificado. Por exemplo, o prefixo g1ed para grupo1 e estação de trabalho do desenvolvedor com um contador de três dígitos gera máquinas denominadas g1ed001, g1ed002 e assim por diante. Um prefixo também pode especificar um número diferente de 1 para iniciar o contador.

Se um grupo empresarial não se destina ao provisionamento de recursos de IaaS, os administradores de tenant não precisam atribuir um prefixo de máquina padrão quando eles criam o grupo de negócios. Se o grupo de negócios destina-se ao provisionamento de recursos de IaaS, os administradores de tenant devem atribuir um dos prefixos de máquina existentes como o padrão para o grupo de negócios. Essa atribuição não impede que os arquitetos de blueprint escolham um prefixo diferente ao criarem blueprints. Um administrador de tenant pode alterar o prefixo padrão de um grupo de negócios a qualquer momento. O novo prefixo padrão é usado no futuro, mas não afeta máquinas anteriormente provisionadas.