Um blueprint que contém um componente de máquina especifica o fluxo de trabalho utilizado para provisionar uma máquina e inclui informações como CPU, memória e armazenamento. Os blueprints de máquina especificam o fluxo de trabalho usado para provisionar uma máquina e incluem informações de provisionamento adicionais, como os locais de imagens de disco necessárias ou objetos de plataforma de virtualização. Os blueprints também especificam políticas, como o período de concessão, e podem incluir componentes de rede e de segurança, como grupos de segurança, políticas ou tags.

O blueprint de máquina normalmente é um blueprint que contém apenas um componente de máquina e os elementos de rede e segurança associados. É possível publicá-lo como um blueprint autônomo e disponibilizá-lo aos usuários do catálogo de serviços. No entanto, os blueprints de máquina publicados também ficam disponíveis para reutilização na biblioteca de designs, e você pode montar vários blueprints de máquina, juntamente com componentes do Software e blueprints do XaaS, para criar blueprints de aplicativo elaborados a fim de fornecer itens de catálogo que incluem várias máquinas, rede, segurança e software com suporte de ciclo de vida completo e funcionalidade personalizada do XaaS para os usuários.

Um exemplo de blueprint autônomo de máquina virtual pode ser um que especifique uma estação de trabalho do desenvolvedor do Windows 7 com uma CPU, 2 GB de memória e disco rígido de 30 GB. Um blueprint autônomo de máquina em nuvem pode especificar uma imagem de servidor Web Red Hat Linux em um tipo de instância pequena com uma CPU, 2 GB de memória e 160 GB de armazenamento.

Os blueprints podem ser específicos de um grupo de negócios ou podem ser compartilhados entre vários grupos em um tenant, dependendo dos direitos configurados para o blueprint publicado.

Você pode adicionar propriedades personalizadas a um componente de máquina em um blueprint para especificar atributos de uma máquina ou para substituir as especificações padrão. Você também pode adicionar grupos de propriedades como uma conveniência para especificar várias propriedades personalizadas.