O provisionamento ou a desativação de uma nova máquina, especialmente para sistemas de missão crítica, geralmente requer a interação com um número de diferentes sistemas de gerenciamento, incluindo servidores DNS, balanceadores de carga, CMDBs, gerenciamento de endereços IP e outros sistemas.

Os administradores podem injetar a lógica personalizada (conhecida como fluxos de trabalho) em vários estágios predeterminados de ciclos de vida do IaaS. Esses fluxos de trabalho do IaaS podem chamar o vRealize Orchestrator para integração bidirecional com sistemas externos de gerenciamento.

Para obter detalhes sobre a extensibilidade do ciclo de vida da máquina, consulte Extensibilidade do ciclo de vida.