Você pode personalizar um fluxo de trabalho de operação de menu usando o vRealize Automation Designer e o utilitário de linha de comando CloudUtil. Um autor de blueprint pode então habilitá-lo para blueprints específicos.

A seguinte visão geral de alto nível descreve as etapas necessárias para habilitar fluxos de trabalho de operação de menu:

  1. Um desenvolvedor de fluxos de trabalho personaliza um dos modelos de fluxo de trabalho de operação de menu usando o vRealize Automation Designer. Consulte Personalizar um fluxo de trabalho do IaaS.

    Qualquer fluxo de trabalho do IaaS pode chamar um fluxo de trabalho do vRealize Orchestrator. Para obter mais informações, consulte Usando atividades de fluxo de trabalho do vRealize Orchestrator.

  2. Um desenvolvedor de fluxos de trabalho configura a operação de menu no Model Manager. Consulte Configurar uma operação de menu.

  3. Um desenvolvedor de fluxos de trabalho registra a nova operação de menu no catálogo de serviços. Consulte Registar novas operações de menu no catálogo de serviços.

  4. Um administrador de tenants ou gerente de grupos de negócios configura um blueprint para habilitar a operação de menu para máquinas provisionadas a partir desse blueprint. Consulte Configurar um blueprint para habilitar um fluxo de trabalho de operação de menu.

Se a operação de menu for destinada para uso no catálogo de serviços, ela também deverá ser autorizada para os usuários. Para obter mais informações, consulte Administração de tenant.