Uma implantação de médio porte do vRealize Automation compreende sistemas de 30.000 máquinas gerenciadas ou menos e inclui as máquinas virtuais, os balanceadores de carga e as configurações de porta apropriadas.

Suporte

Uma implantação de médio porte pode oferecer suporte aos itens a seguir.

  • 30.000 máquinas gerenciadas
  • 1.000 itens de catálogo
  • 50 provisões de máquinas

Requisitos

Uma implantação de médio porte deve atender aos requisitos de configuração de sistema apropriados.

Appliances virtuais
  • appliance do vRealize Automation 1: vrava-1.ra.local
  • appliance do vRealize Automation 2: vrava-2.ra.local
  • Appliance do vRealize Business for Cloud: vrb.ra.local
Máquinas Virtuais do Windows Server
  • Servidor da Web/Gerenciador de Infraestrutura 1 (Web ou DEM-O Ativo, Gerenciador Ativo): inf-1.ra.local
  • Servidor da Web/Gerenciador de Infraestrutura 2 (Web ou DEM-O Ativo, Gerenciador Passivo): inf-2.ra.local
  • Servidor de Infraestrutura DEM 1: dem-1.ra.local
  • Servidor de Infraestrutura DEM 2: dem-2.ra.local
  • Servidor do Agente de Infraestrutura 1: agent-1.ra.local
  • Servidor do Agente de Infraestrutura 2: agent-2.ra.local
Servidores de Banco de Dados
  • Instância de Cluster de Failover MSSQL: mssql.ra.local
Balanceadores de Carga
  • Balanceador de Carga do appliance do vRealize Automation: med-vrava.ra.local
  • Balanceador de Carga da Web de Infraestrutura: med-web.ra.local
  • Balanceador de Carga do Serviço de Gerenciador de Infraestrutura: med-manager.ra.local

Certificados

Os nomes de host que são usados nessa tabela são apenas exemplos.
Função de Servidor CN ou SAN
appliance do vRealize Automation
SAN contém os seguintes nomes de host:
  • vrava.ra.local
  • vrava-1.ra.local
  • vrava-2.ra.local
Servidor da Web ou de Gerenciador de Infraestrutura
SAN contém os seguintes nomes de host:
  • web.ra.local
  • manager.ra.local
  • inf-1.ra.local
  • inf-2.ra.local
Appliance do vRealize Business for Cloud CN = vrb.ra.local

Portas

Os usuários necessitam acesso a determinadas portas. Todas as portas listadas são portas padrão.

Função de Servidor Porta
Balanceador de Carga do appliance do vRealize Automation 443, 8444. A porta 8444 é necessária para o Console Remoto da Máquina Virtual.

Os administradores precisam ter acesso a determinadas portas, além daquelas necessárias para os usuários.

Função de Servidor Porta
appliance do vRealize Automation VAMI 5480, 8443. A porta 8443 é para a configuração avançada do gerenciamento de identidades.
Centro de Controle do vRealize Appliance Orchestrator 8283
Servidor do vRealize Business for Cloud 5480
A tabela a seguir mostra comunicações entre aplicativos.
Função de Servidor Portas de Entrada Portas de Saída para Serviço ou Sistema
appliance do vRealize Automation HTTPS:

Configuração do Adaptador: 8443

Proxy do Console Remoto: 8444

Postgres: 5432

RabbitMQ: 4369, 25672, 5671, 5672

ElasticSearch: 9300, 40002, 40003

Stomp: 61613

SSH: 22

LDAP:389

LDAPS: 636

Dispositivo do vRealize Automation (Todos os outros): 5432, 4369, 25672, 5671, 5672, 9300, 40002, 40003

Balanceador de carga do vRealize Automation Infrastructure Web: 443

VMware ESXi: 902. A Web ou o Gerenciador de Infraestrutura requer acesso à porta 443 do Endpoint do vSphere para obter um tíquete para o Console Remoto da Máquina Virtual. O appliance do vRealize Automation requer acesso à porta 902 do host ESXi para representar dados de console por proxy para o usuário.

Servidor da Web/Gerenciador de Infraestrutura HTTPS: 443

MSDTC: 135, 1024-65535. Para obter informações sobre como restringir esse intervalo, consulte a seção Implantação do Banco de Dados do Implantação do vRealize Automation.

Balanceador de Carga do appliance do vRealize Automation: 443

Balanceador de Carga da Web de Infraestrutura do vRealize Automation: 443

Dispositivo do vRealize Automation (VA): 5480.

Endpoint do vSphere: 443. A Web ou o Gerenciador de Infraestrutura requer acesso à porta 443 do Endpoint do vSphere para obter um tíquete para o Console Remoto da Máquina Virtual. O appliance do vRealize Automation requer acesso à porta 902 do host ESXi para representar dados de console por proxy para o usuário.

MSSQL: 135, 1433, 1024 a 65535. Para obter informações sobre como restringir esse intervalo, consulte a seção Implantação do Banco de Dados do Implantação do vRealize Automation.

Servidor de Infraestrutura DEM N/D

Balanceador de carga do appliance vRealize Automation: 443

Balanceador de carga do vRealize Automation Infrastructure Web: 443

Balanceador de carga do vRealize Automation Infrastructure Manager: 443

Dispositivo do vRealize Automation (VA): 5480.

Servidor do Agente de Infraestrutura N/D

Balanceador de carga do vRealize Automation Infrastructure Web: 443

Balanceador de carga do vRealize Automation Infrastructure Manager: 443

Dispositivo do vRealize Automation (VA): 5480.

Servidor de Banco de Dados MSSQL MSSQL: 1433

MSDTC: 135, 1024 - 65535. Para obter informações sobre como restringir esse intervalo, consulte a seção Implantação do Banco de Dados do Implantação do vRealize Automation.

Servidor da Web/Gerenciador de Infraestrutura: 135, 1024 - 65535. Para obter informações sobre como restringir esse intervalo, consulte a seção Implantação do Banco de Dados do Implantação do vRealize Automation.
Servidor do vRealize Business for Cloud HTTPS: 443

SSH: 22

Console de Gerenciamento do Appliance Virtual: 5480

Balanceador de carga do appliance vRealize Automation: 443

Balanceador de carga do vRealize Automation Infrastructure Web: 443

Autenticação integrada do Windows, LDAP: 389

Autenticação Kerberos: 88

Renovação de senha do objeto de computador: 464

Catálogo Global Catálogo Global: 3268, 3269

Os balanceadores de carga requerem acesso pelas seguintes portas.

Balanceador de Carga Portas Balanceadas
Balanceador de Carga do appliance do vRealize Automation 443, 8444
Balanceador de Carga da Web de Infraestrutura do vRealize Automation 443
Balanceador de Carga do Serviço de Gerenciador de Infraestrutura vRealize Automation 443

Gráficos

Figura 1. Área mínima ocupada para uma configuração média do vRealize Automation

Figura 2. Área mínima ocupada para uma implementação média do vRealize Business for Cloud