Antes de começar a criar os modelos e os perfil de hardware do SCVMM para usar no provisionamento de máquina do vRealize Automation, você deve entender as restrições de nomenclatura nos nomes de modelo e de perfil de hardware e definir as configurações de rede e de armazenamento do SCVMM.

Para obter as relativas informações sobre a preparação do seu ambiente, consulte Requisitos do SCVMM.

Para obter as relativas informações sobre o provisionamento da máquina, consulte Criar um endpoint Hyper-V (SCVMM).

Nomenclatura de modelo e de perfil de hardware

Devido às convenções de nomenclatura que o SCVMM e o vRealize Automation usam para modelos e perfis de hardware, não inicie seus nomes de modelo ou de perfil de hardware com as palavras temporary ou profile. Por exemplo, as seguintes palavras são ignoradas durante a coleta de dados:

  • TemporaryTemplate

  • Temporary Template

  • TemporaryProfile

  • Temporary Profile

  • Profile

Configuração de rede necessária para clusters do SCVMM

Os clusters do SCVMM só expõem as redes virtuais para o vRealize Automation, então você deve ter uma relação 1:1 entre as redes virtuais e lógicas. Usando o console do SCVMM, mapeie cada rede lógica para uma rede virtual e configure seu cluster do SCVMM para acessar máquinas por meio da rede virtual.

Configuração de armazenamento necessária para clusters do SCVMM

Nos clusters do SCVMM Hyper-V, o vRealize Automation coleta os dados e os provisionamentos apenas em volumes compartilhados. Usando o console do SCVMM, configure seus clusters para usar os volumes de recurso compartilhados para armazenamento.

Configuração de armazenamento necessária para hosts autônomos do SCVMM

Para hosts autônomos do SCVMM, o vRealize Automation coleta dados e provisionamentos no caminho de máquina virtual padrão. Usando o console do SCVMM, configure os caminhos de máquina virtual padrão para seus hosts autônomos.