Esta seção lista as propriedades personalizadas do vRealize Automation que começam com a letra S.

Tabela 1. Tabela de propriedades personalizadas com a letra S

Propriedade

Descrição

SysPrep.Section.Key

  • SysPrep.GuiUnattended.AdminPassword

  • SysPrep.GuiUnattended.EncryptedAdminPassword

  • SysPrep.GuiUnattended.TimeZone

Especifica as informações a serem adicionadas ao arquivo de resposta SysPrep nas máquinas durante a fase de provisionamento do WinPE. As informações que já existem no arquivo de resposta SysPrep são substituídas por essas propriedades personalizadas. Seção representa o nome da seção do arquivo de resposta SysPrep, por exemplo, GuiUnattended ou UserData. Chave representa um nome de chave na seção. Por exemplo, para definir o fuso horário de uma máquina provisionada como Horário Padrão do Oeste do Pacífico, defina a propriedade personalizada GuiUnattended.UserData.TimeZone e defina o valor como 275.

Para obter uma lista completa de seções, chaves e valores aceitos, consulte o System Preparation Utility para obter a documentação do Windows.

As seguintes combinações de Section.Key podem ser especificadas para o provisionamento baseado no WIM:

  • GuiUnattended

    • AdminPassword

    • EncryptedAdminPassword

    • TimeZone

  • UserData

    • ProductKey

    • FullName

    • ComputerName

    • OrgName

  • Identification

    • DomainAdmin

    • DomainAdminPassword

    • JoinDomain

    • JoinWorkgroup

Sysprep.Identification.DomainAdmin

Especifica um nome de usuário com acesso de administrador ao domínio de destino no Active Directory. Não inclua o domínio de usuário nas credenciais que você enviar para o vCloud Director ou o vCloud Air.

Sysprep.Identification.DomainAdminPassword

Especifica a senha a ser associada à propriedade Sysprep.Identification.DomainAdmin.

Sysprep.Identification.JoinDomain

Especifica o nome do domínio a ser unido no Active Directory.

Sysprep.Identification.JoinWorkgroup

Especifica o nome do grupo de trabalho a ser unido se um domínio não estiver sendo usado.

SysPrep.UserData.ComputerName

Especifica um nome de máquina, por exemplo, lab-client005.

SysPrep.UserData.FullName

Especifica o nome completo de um usuário.

SysPrep.UserData.OrgName

Especifica o nome completo de uma organização.

SysPrep.UserData.ProductKey

Especifica a chave de produto do Windows.

SCCM.Collection.Name

Especifica o nome da coleção do SCCM que contém a sequência de tarefas de implantação do sistema operacional.

SCCM.CustomVariable.Nome

Especifica o valor de uma variável personalizada, na qual Nome é o nome de qualquer variável personalizada a ser disponibilizada para a sequência de tarefas do SCCM depois que a máquina provisionada for registrada com a coleção do SCCM. O valor é determinado pela sua escolha de variável personalizada. Se a sua integração exige isso, você pode usar o SCCM.RemoveCustomVariablePrefix para remover o prefixo SCCM.CustomVariable. da sua variável personalizada.

SCCM.Server.Name

Especifica o nome de domínio totalmente qualificado do servidor do SCCM no qual a coleção reside, por exemplo, lab-sccm.lab.local.

SCCM.Server.SiteCode

Especifica o código do site do servidor do SCCM.

SCCM.Server.UserName

Especifica um nome de usuário com acesso de administrador ao servidor do SCCM.

SCCM.Server.Password

Especifica a senha associada à propriedade SCCM.Server.UserName.

SCCM.RemoveCustomVariablePrefix

Definida como verdadeiro para remover o prefixo SCCM.CustomVariable. das variáveis personalizadas do SCCM você criou usando a propriedade personalizada SCCM.CustomVariable.Nome.

Scvmm.Generation2

Quando definido como real, especifique que o blueprint pode provisionar uma máquina Generation-2 em um recurso Hyper-V (SCVMM) 2012 R2. O provisionamento da Generation-2 também requer que o blueprint inclua a configuração da propriedade de Hyperv.Network.Type = synthetic.

Snapshot.Policy.AgeLimit

Define o limite de idade, em dias, dos snapshots que podem ser aplicados às máquinas. Essa propriedade aplica-se ao provisionamento do vSphere.

Quando um snapshot excede o limite de idade, a opção Aplicar já não está disponível.

Quando o limite de idade do snapshot é atingido, o snapshot permanece, mas você não pode mais voltar a ele. Você pode excluir o snapshot usando o cliente do vSphere.

Snapshot.Policy.Limit

Define o número de instantâneos permitidos por máquina. A configuração padrão é um snapshot por máquina. Essa propriedade aplica-se ao provisionamento do vSphere. Quando definido como 0, a opção do blueprint para criar um snapshot é oculta para todos os usuários, exceto para as funções de suporte e gerente.

Os snapshots são mostrados e uma estrutura hierárquica.

  • Profundidade: o máximo é 31.

  • Largura: não há limite.

Snapshot.Policy.Disable

Quando definida como verdadeiro, a capacidade de criar um snapshot é desativada para todas as funções de usuário do vRealize Automation e a opção de snapshot é oculta na guia Itens.

software.agent.service.url

Ao usar o encaminhamento de portas, especifica o endereço IP particular da sua máquina de túnel do Amazon AWS e a porta da API do serviço de software do vRealize Automation, por exemplo, https://Private_IP:1443/software-service/api.

É possível adicionar essa propriedade em combinação com software.ebs.url e agent.download.url, a uma reserva ou ao endpoint do recurso de computação. Também é possível usar essa propriedade para especificar um endereço particular e uma porta ao usar o recurso PAT ou NAT e o encaminhamento de portas.

software.ebs.url

Ao usar o encaminhamento de portas, especifica o endereço IP particular da sua máquina de túnel do Amazon AWS e a porta do serviço de agente de eventos do vRealize Automation, por exemplo, https://Private_IP:1443/event-broker-service/api.

É possível adicionar essa propriedade em combinação com software.agent.service.url e agent.download.url, a uma reserva ou ao endpoint do recurso de computação. Também é possível usar essa propriedade para especificar um endereço particular e uma porta ao usar o recurso PAT ou NAT e o encaminhamento de portas.

software.http.proxyHost

Especifica o nome do host, ou endereço, do servidor proxy.

Para que as propriedades de conteúdo de software usem o servidor proxy, você deve usar tanto software.http.proxyHost quanto software.http.proxyPort.

Observação:

É possível usar as configurações proxy de software para definir um valor de tipo de propriedade de conteúdo para um componente de software. Propriedades de conteúdo são URLs baixadas pelo agente. O agente usa a variável como um caminho de arquivo para o arquivo localmente baixado. No entanto, você pode usar as configurações proxy de software para fazer o download por meio do host proxy em vez da URL.

software.http.proxyPassword

Especifica a senha do nome de usuário com o qual fazer a autenticação no servidor proxy. Use em combinação com software.http.proxyUser.

A configuração software.http.proxyPassword será necessária se você usar a configuração software.http.proxyUser.

Observação:

É possível usar as configurações proxy de software para definir um valor de tipo de propriedade de conteúdo para um componente de software. Propriedades de conteúdo são URLs baixadas pelo agente. O agente usa a variável como um caminho de arquivo para o arquivo localmente baixado. No entanto, você pode usar as configurações proxy de software para fazer o download por meio do host proxy em vez da URL.

software.http.proxyPort

Especifica o número de porta do servidor proxy.

Para que as propriedades de conteúdo de software usem o servidor proxy, você deve usar tanto software.http.proxyHost quanto software.http.proxyPort. Não há um valor padrão para software.http.proxyPort.

Observação:

É possível usar as configurações proxy de software para definir um valor de tipo de propriedade de conteúdo para um componente de software. Propriedades de conteúdo são URLs baixadas pelo agente. O agente usa a variável como um caminho de arquivo para o arquivo localmente baixado. No entanto, você pode usar as configurações proxy de software para fazer o download por meio do host proxy em vez da URL.

software.http.proxyUser

Especifica o nome de usuário com o qual fazer a autenticação no servidor proxy. Use em combinação com software.http.proxyPassword.

A configuração software.http.proxyUser é opcional. A configuração software.http.proxyPassword será necessária se você usar a configuração software.http.proxyUser.

Observação:

É possível usar as configurações proxy de software para definir um valor de tipo de propriedade de conteúdo para um componente de software. Propriedades de conteúdo são URLs baixadas pelo agente. O agente usa a variável como um caminho de arquivo para o arquivo localmente baixado. No entanto, você pode usar as configurações proxy de software para fazer o download por meio do host proxy em vez da URL.

software.http.noProxyList

Especifica uma lista de hosts e portas opcionais que não podem usar o proxyHost. A propriedade de conteúdo original é baixada diretamente de URLs que correspondem aos padrões na lista. A configuração software.http.noProxyList só será aplicável se o servidor proxy estiver configurado. Por exemplo, para a seguinte lista separada por vírgulas:

"buildweb.eng.vmware.com,confluence.eng.vmware.com:443,*.eng.vmware.com:80"

As instruções a seguir são aplicáveis:

  • Nenhuma URL cujo HOST seja "buildweb.eng.vmware.com" pode utilizar o servidor proxy.

  • Nenhuma URL cujo HOST seja "confluence.eng.vmware.com" e cuja PORTA seja 443 pode usar o servidor proxy.

  • Nenhuma URL cujo HOST seja algo diferente do namespace "eng.vmware.com" e cuja PORTA seja 80 pode usar o servidor proxy.

Observação:

É possível usar as configurações proxy de software para definir um valor de tipo de propriedade de conteúdo para um componente de software. Propriedades de conteúdo são URLs baixadas pelo agente. O agente usa a variável como um caminho de arquivo para o arquivo localmente baixado. No entanto, você pode usar as configurações proxy de software para fazer o download por meio do host proxy em vez da URL.