Os links e as comunicações de endereço de serviços expostos através dos serviços do contentor e balanceamento de carga através dos hosts. É possível configurar as configurações do link para seus contentores em Containers.

Por Que e Quando Desempenhar Esta Tarefa

É possível usar links para habilitar a comunicação entre diversos serviços em seu aplicativo. Os links em Containers são semelhantes aos links Docker, mas conectam contentores através dos hosts. Um link é composto por duas partes: um nome de serviço e um pseudônimo. O nome de serviço é o nome do serviço ou modelo a ser chamado. O pseudônimo é o nome do host que você utiliza para se comunicar com tal serviço.

Por exemplo, se você tiver um aplicativo que contém um serviço web e banco de dados, e você define um link no serviço web para o serviço de banco de dados usando um pseudônimo de my-db, o aplicativo do serviço web abre uma conexão TCP para my-db:{PORT_OF_DB}. A PORT_OF_DB é a porta que o banco de dados ouve, independentemente da porta pública que é atribuída ao host pelas configurações do contentor. Se MySQL estiver verificando atualizações em sua porta padrão 3306, e a porta publicada para o host do contentor for 32799, o aplicativo web acessa o banco de dados em my-db:3306.

Observação:

Recomenda-se utilizar redes ao invés de links. Hoje, os links são um recurso Docker herdado com limitações significantes ao associar clusters de contentores, incluindo:

  • Docker não suporta diversos links com o mesmo pseudônimo. Recomenda-se habilitar o Contentores para vRealize Automation a gerar pseudônimos de links para você.

  • Não é possível atualizar os links de um tempo de execução de contentor. Ao aumentar ou reduzir um cluster associado, os links do contentor dependente não serão atualizados.

Pré-requisitos

  • Verifique se Contentores para vRealize Automation está ativo na implantação do seu vRealize Automation apoiado.

  • Verifique se você tem os privilégios da função de administrador do contentor ou arquiteto do contentor.

  • Verifique se uma rede ponte está disponível para os serviços de associação.

  • Verifique se a porta interna do serviço de destino está publicada. Para comunicação cruzada, o serviço pode ser mapeado para qualquer outra porta, mas deve ser acessível pelo lado externo do host.

  • Verifique se os hosts de serviço conseguem acessar uns aos outros.

Procedimento

  1. Faça login no vRealize Automation.
  2. Clique na guia Contentores.
  3. Clique em Modelos no painel esquerdo.
  4. Editar o modelo ou imagem.
  5. Para editar um modelo
    1. Clique em Editar na seção superior direita do modelo que deseja abrir.
    2. Se o modelo tiver diversos modelos, coloque o cursor sobre o modelo que deseja editar e clique em Editar na seção superior direita do modelos que deseja abrir.
  6. Para editar uma imagem.
    1. Clique na seta próxima do botão Provisão da imagem e clique em Inserir informações adicionais.

    A página Provisão de um Contentor ou Editar Definição do Contentor é exibida, fornecendo acesso aos conjuntos categorizados de propriedades e configurações editáveis.

  7. Clique na guia Básico.
  8. Na caixa de texto Serviços, digite uma lista de serviços separada por vírgula da qual o contentor é dependente.
  9. Na caixa de texto Pseudônimo, digite um nome descritivo para o serviço ou a lista de serviços separada por vírgula.
  10. Clique em Salvar.