É possível migrar um ambiente do VMware vRealize ™ Automation 6.2.x para uma nova instalação do vRealize Automation 7.2.

Pré-requisitos

Procedimento

  1. Obtenha a chave de criptografia da sua implantação do vRealize Automation 6.2.x de origem.
    1. Para obter a chave de criptografia, inicie um prompt de comando como administrador na máquina virtual que hospeda o Manager Service ativo e execute o comando a seguir.

      "C:\Program Files (x86)\VMware\vCAC\Server\ConfigTool\EncryptionKeyTool\DynamicOps.Tools.EncryptionKeyTool.exe" key-read -c "C:\Program Files (x86)\VMware\vCAC\Server\ManagerService.exe.config" -v

      Se o seu diretório de instalação não estiver na localização padrão, C:\Program Files (x86)\VMware\vCAC, edite o caminho para o seu diretório real de instalação.

    2. Salve a chave que aparece após a execução do comando.

      A chave é uma cadeia de caracteres longa parecida com NRH+f/BlnCB6yvasLS3sxespgdkcFWAEuyV0g4lfryg=.

  2. No ambiente do vRealize Automation 7.2 de destino, inicie um navegador e acesse o console de gerenciamento em https://va-hostname.domain.name:5480 para seu appliance virtual.

    va-hostname.domain.name é o nome de domínio totalmente qualificado do appliance virtual.

  3. Faça login usando o nome de usuário root e a senha que você especificou quando o appliance foi implantado.
  4. Selecione Configurações do vRA > Migração.
  5. Insira as informações do appliance do vRealize Automation de origem.

    Opção

    Descrição

    Nome do host

    Nome do host do appliance do vRealize Automation 6.2.x de origem.

    Nome de usuário raiz

    raiz

    Senha raiz

    A senha da raiz que você inseriu ao implementar o appliance do vRealize Automation 6.2.

  6. Insira as informações do appliance do vRealize Automation de destino.

    Opção

    Descrição

    Nome de usuário raiz

    raiz

    Senha raiz

    A senha da raiz que você inseriu ao implementar o appliance do vRealize Automation 7.2.

    Tenant padrão

    O tenant padrão que você criou ao configurar o single sign-on no assistente de instalação; normalmente, vsphere.local.

    Nome de usuário do administrador

    O nome de usuário do administrador do tenant padrão que você inseriu ao implementar o appliance do vRealize Automation 7.2. Altere o valor existente se necessário.

    Senha do administrador

    A senha que você inseriu para o administrador do tenant padrão ao implementar o appliance do vRealize Automation 7.2.

  7. Insira as informações para o servidor de banco de dados IaaS de destino.

    Opção

    Descrição

    Servidor de banco de dados

    O local da instância do Microsoft SQL Server na qual o banco de dados Microsoft SQL IaaS do vRealize Automation 6.2.x restaurado reside. Se a instância nomeada e uma porta não padrão forem usadas, especifique no formato SERVIDOR,PORTA\NOME-DA-INSTÂNCIA.

    Nome do banco de dados clonado

    O nome do vRealize Automation banco de dados Microsoft SQL de IaaS do 6.2.x que você restaurou no servidor Microsoft SQL de destino.

    Modo de autenticação

    • Windows

      Se você utiliza o modo de autenticação do Windows, o usuário do serviço IaaS exige direitos de proprietário no banco de dados ou direitos de administrador do sistema no Servidor SQL. As mesmas permissões se aplicam ao utilizar o modo de autenticação do Servidor SQL.

    • SQL Server

    O SQL Server abra as caixas de texto Nome de login e Senha.

    Nome de login

    O nome de login do Microsoft SQL para se conectar ao banco de dados clonado.

    Senha

    A senha do Microsoft SQL para se conectar ao banco de dados clonado.

    Chave de criptografia original

    A chave de criptografia obtida do ambiente de IaaS do vRealize Automation 6.2.x de origem.

    Novo código de acesso

    Um novo código de acesso para recriptografar conteúdo confidencial armazenado no banco de dados Microsoft SQL migrado. Um código de acesso é uma série de palavras usadas para gerar uma chave de criptografia que protege os dados enquanto eles estão armazenados no banco de dados, como credenciais de endpoints. Você usa esse código de acesso sempre que instala um novo componente IaaS.

  8. Clique em Validar.

    A página exibe o progresso da validação.

    • Se todos os itens forem validados com sucesso, vá para a etapa 9.

    • Se a validação de um item falhar, inspecione a mensagem de erro e o arquivo de log da validação no nó de IaaS do Model Manager Data em C:\\Program Files(x86)\VMware\VCAC\Server\InstallLogs_latest_timestamp\validate.log. Clique em Editar Configurações e edite o item com problema. Vá para a etapa 8.

  9. Clique em Migrar.

    A página exibe o progresso da migração.

O que Fazer Depois

Tarefas pós-migração para o vRealize Automation