É possível que você tenha que criar ou planejar configurações para diversas contas e senhas de usuários antes de instalar o vRealize Automation.

Conta de serviço de IaaS

O IaaS instala diversos serviços Windows que devem ser executados sob uma única conta de usuário.

  • A conta deve ser um usuário do domínio.

  • A conta não precisa ser um administrador do domínio, mas deve ter permissão de administrador local, antes da instalação, em todos os servidores Windows de IaaS.

  • A senha da conta não pode conter um caractere de aspas duplas (").

  • O instalador do Agente de Gerenciamento para servidores Windows de IaaS solicita suas credenciais de conta.

  • A conta deve ter permissão para Fazer login como serviço, o que permite que o Manager Service inicie e gere arquivos de log.

  • A conta também deve ter permissão dbo no banco de dados de IaaS.

    Se você utilizar o instalador para criar o banco de dados, adicione o login da conta ao SQL Server antes da instalação. O instalador concede a permissão dbo após criar o banco de dados.

  • Se você utilizar o instalador para criar o banco de dados, no SQL, adicione a função sysadmin à conta antes da instalação.

    A função sysadmin não será necessária se você optar por utilizar um banco de dados vazio preexistente.

Identidade do pool da aplicação do IIS

A conta que você utiliza como a identidade do pool da aplicação do IIS para o serviço Web do Model Manager deve ter a permissão para Fazer login como trabalho em lote.

Credenciais do banco de dados de IaaS

Você pode permitir que o instalador do vRealize Automation crie o banco de dados, ou você pode criá-lo separadamente usando o SQL Server. Quando o instalador do vRealize Automation criar o banco de dados, os requisitos a seguir serão aplicáveis.

  • Para o instalador do vRealize Automation, se você selecionar Autenticação do Windows, a conta que executa o Agente de Gerenciamento no servidor Web primário de IaaS deverá ter a função sysadmin no SQL para criar e alterar o tamanho do banco de dados.

  • Para o instalador do vRealize Automation, mesmo se você não selecionar Autenticação do Windows, a conta que executa o Agente de Gerenciamento no servidor Web primário de IaaS deverá ter a função sysadmin no SQL porque as credenciais são usadas em tempo de execução.

  • Se você criar o banco de dados separadamente, o usuário Windows ou credenciais de usuário SQL que você fornecer só precisarão de permissão dbo no banco de dados.

Código de acesso de segurança do banco de dados de IaaS

O código de acesso de segurança do banco de dados gera uma chave criptográfica que protege os dados no banco de dados SQL de IaaS. Você especifica o código de acesso na página do Host de IaaS do Assistente de Instalação.

  • Planeje utilizar o mesmo código de acesso de segurança do banco de dados em toda a instalação, para que cada componente tenha a mesma chave criptográfica.

  • Anote o código de acesso, porque você precisará dele para restaurar o banco de dados se houver uma falha ou para adicionar componentes após a instalação inicial.

  • O código de acesso de segurança do banco de dados não pode conter um caractere de aspas duplas ("). O código de acesso é aceito quando você o cria, mas faz com que a instalação falhe.

Endpoints do vSphere

Se você planeja provisionar a um endpoint do vSphere, você precisará de um domínio ou conta local com permissão suficiente para realizar operações no destino. A conta também precisa ter o nível adequado de permissão configurado no vRealize Orchestrator.

Senha do administrador do vRealize Automation

Após a instalação, a senha do administrador do vRealize Automation é utilizada para fazer login no tenant padrão. Você especifica a senha do administrador na página de Single Sign-On do Assistente de Instalação.

A senha de administrador do vRealize Automation não pode conter um caractere de igual (=). A senha será aceita durante a criação, mas resultará em erros posteriormente quando você executar operações como salvar endpoints.