vRealize Automation IaaS consiste de um ou mais servidores Windows que trabalham juntos para modelar e provisionar sistemas em infraestruturas híbridas privadas, públicas ou de nuvem.

Você instala componentes de vRealize Automation IaaS em um ou mais servidores Windows virtuais ou físicos. Após a instalação, as operações do IaaS aparecem sob a guia Infraestrutura na interface do produto.

IaaS consiste dos componentes a seguir, que podem ser instalados juntos ou separadamente, dependendo do tamanho da implementação.

Servidor Web

O servidor Web IaaS oferece administração de infraestrutura e autoração de serviço à interface do produto vRealize Automation. O componente do servidor Web comunica-se com o Serviço de Gerenciamento, que fornece atualizações do Distributed Execution Manager (DEM), banco de dados SQL Server e agentes.

Model Manager

vRealize Automation usa modelos para facilitar a integração com sistemas e bancos de dados externos. Os modelos implementam a lógica de negócios usada pelo DEM.

O Model Manager fornece serviços e utilitários para persistência, controle de versões, proteção e distribuição de elementos de modelo. O Model Manager é hospedado em um dos servidores Web do IaaS e comunica-se com DEMs, o banco de dados SQL Server e o site de interface do produto.

Manager Service

O Manager Service é um serviço do Windows que coordena a comunicação entre DEMs de IaaS, o banco de dados SQL Server, agentes e o SMTP. Além disso, o Manager Service comunica-se com o servidor Web por meio do Model Manager e deve ser executado em uma conta de domínio com privilégios de administrador em todos os servidores Windows de IaaS.

Exceto se você ativar o failover automático do Manager Service, o IaaS exigirá que somente uma máquina Windows execute ativamente o Manager Service por vez. Para backup ou alta disponibilidade, você pode implantar máquinas adicionais do Manager Service, mas a abordagem de failover manual requer que as máquinas de backup tenham o serviço interrompido e configurado para iniciar manualmente.

Para obter mais informações, consulte Sobre o failover automático do Serviço de Gerenciador.

Banco de Dados SQL Server

O IaaS usa um banco de dados do Microsoft SQL Server para manter informações sobre as máquinas que ele gerencia, mais seus próprios elementos e políticas. A maioria dos usuários permite que o vRealize Automation crie o banco de dados durante a instalação. Alternativamente, você pode criar o banco de dados separadamente se as políticas do site exigirem.

Distributed Execution Manager

O componente do DEM de IaaS executa a lógica de negócios de modelos personalizados, interagindo com o banco de dados SQL Server do IaaS, e com bancos de dados e sistemas externos. Uma abordagem comum é instalar DEMs no servidor Windows do IaaS que hospeda o Manager Service ativo, mas isto não é necessário.

Cada instância do DEM age como Worker ou Orchestrator. As funções podem ser instaladas nos mesmos servidores ou em servidores diferentes.

DEM Worker—Um DEM Worker possui uma função: executar fluxos de trabalho. Múltiplos DEM Workers aumentam a capacidade e podem ser instalados nos mesmos servidores ou em servidores diferentes.

DEM Orchestrator—Um DEM Orchestrator realiza as seguintes funções de supervisão.

  • Monitora os DEM Workers. Se um Worker parar de funcionar ou perder sua conexão com o Model Manager, o DEM Orchestrator moverá os fluxos de trabalho para outro DEM Worker.

  • Agenda fluxos de trabalho por meio da criação de novas instâncias de fluxo de trabalho no horário agendado.

  • Assegura que somente uma instância de um fluxo de trabalho agendado esteja em execução em um determinado momento.

  • Pré-processa fluxos de trabalho antes que sejam executados. O pré-processamento inclui a verificação das pré-condições para os fluxos de trabalho e a criação do histórico de execução do fluxo de trabalho.

O DEM Orchestrator ativo precisa de uma boa conexão de rede com o host do Model Manager. Em implementações grandes, com múltiplos DEM Orchestrators em servidores separados, os Orchestrators secundários atuam como backups ao monitorar o DEM Orchestrator ativo, e oferecem redundância e failover em caso de problemas no DEM Orchestrator ativo. Para este tipo de configuração de failover, considere instalar o DEM Orchestrator ativo com o host do Manager Service ativo, e os DEM Orchestrators secundários com os hosts do Manager Service em espera.