Você pode estender a apresentação e a funcionalidade do fluxo de trabalho adicionando novos campos predefinidos aos formulários padrão gerados de ações de recurso e blueprints de XaaS.

Se um parâmetro de entrada for definido no fluxo de trabalho do vRealize Orchestrator, ele será exibido no vRealize Automation no formulário gerado padrão. Se não desejar usar os campos gerados padrão no formulário, você poderá excluí-los e arrastar e soltar novos campos da paleta. Você poderá substituir os campos gerados padrão sem quebrar os mapeamentos de fluxo de trabalho se usar o mesmo ID do campo que está substituindo.

Você também pode adicionar novos campos, diferentes dos gerados com base nas entradas de fluxo de trabalho do vRealize Orchestrator, de modo que você pode estender a apresentação e a funcionalidade do fluxo de trabalho nos seguintes casos:

  • Adicionar restrições aos campos existentes

    Por exemplo, você pode criar um novo menu suspenso e chamá-lo de dd. Você também pode criar opções predefinidas de Ouro, Prata, Bronze e Personalizado. Se houver um campo predefinido, como CPU, você poderá adicionar a ele as seguintes restrições:

    • Se dd for igual a Ouro, a CPU será de 2000 MHz

    • Se dd for igual a Prata, a CPU será de 1000 MHz

    • Se dd for igual a Bronze, a CPU será de 500 MHz

    • Se dd for igual a Personalizado, o campo CPU será editável, e o consumidor poderá especificar um valor personalizado

  • Adicionar definições de valor aos campos externos

    Você pode adicionar uma definição de valor externo a um campo para que possa executar as ações de script do vRealize Orchestrator e fornecer informações adicionais aos consumidores sobre os formulários que você cria. Por exemplo, talvez você possa querer criar um fluxo de trabalho para alterar as configurações de firewall de uma máquina virtual. Na página de solicitação de ação de recurso, você deseja fornecer ao usuário a capacidade de alterar as configurações de portas abertas, mas também restringir as opções das portas que estão abertas. Você pode adicionar uma definição de valor externo a um campo de lista dupla e selecionar uma ação de script personalizada do vRealize Orchestrator que realiza consulta em busca de portas abertas. Quando o formulário solicitado é carregado, as ações de script são executadas e as portas abertas são apresentadas como opções para o usuário.

  • Adicionar novos campos que são manipulados no fluxo de trabalho do vRealize Orchestrator como parâmetros globais

    Por exemplo, o fluxo de trabalho fornece uma integração com um sistema de terceiros e o desenvolvedor de fluxo de trabalho definiu os parâmetros de entrada a serem manipulados no caso geral, mas também forneceu uma forma de passar campos personalizados. Por exemplo, em uma caixa de script, todos os parâmetros globais que começam com my3rdparty são manipulados. Dessa forma, se o arquiteto de XaaS quiser transmitir valores específicos para os consumidores fornecerem, esse arquiteto de XaaS poderá adicionar um novo campo denominado my3rdparty_CPU.

Tabela 1. Novos campos no formulário de ação de recurso ou blueprint de XaaS

Campo

Descrição

Campo de texto

Campo de texto de linha única

Área de texto

Campo de texto de várias linhas

Link

O campo no qual os consumidores inserem uma URL

E-mail

O campo no qual os consumidores inserem um endereço de e-mail

Campo de senha

O campo no qual os consumidores inserem uma senha

Campo de inteiro

A caixa de texto na qual os consumidores inserem um inteiro

Você pode tornar esse campo um controle deslizante, com um valor mínimo e um valor máximo, bem como um incremento.

Campo decimal

A caixa de texto na qual os consumidores inserem um decimal

Você pode tornar esse campo um controle deslizante, com um valor mínimo e um valor máximo, bem como um incremento.

Data e hora

As caixas de texto nas quais os consumidores especificam uma data (selecionando uma data em um menu de calendário) e também podem selecionar a hora (usando as setas para cima e para baixo)

Lista Dupla

Um criador de listas no qual os consumidores movem um conjunto predefinido de valores entre duas listas. A primeira lista contém todas as opções não selecionadas e a segunda lista contém as seleções do usuário.

Caixa de seleção

Caixa de seleção

Sim/Não

Menu suspenso para selecionar Sim ou Não

Menu suspenso

Menu suspenso

Lista

Lista

Lista de caixas de seleção

Lista de caixas de seleção

Grupo de botões de opção

Grupo de botões de opção

Pesquisar

Uma caixa de texto de pesquisa que preenche automaticamente a consulta e é onde os consumidores selecionam um objeto

Árvore

Uma árvore que os consumidores utilizam para procurar e selecionar os objetos disponíveis

Mapa

Uma tabela de mapa que os consumidores utilizam para definir os pares valor-chave das propriedades

Você também pode usar o campo de formulário Cabeçalho de seção para dividir as páginas do formulário em seções cabeçalhos separados e o campo de formulário Texto para adicionar textos informativos somente leitura.