Se você estiver usando fluxos de trabalho do vRealize Automation para chamar fluxos de trabalho do vRealize Orchestrator, será preciso configurar a instância ou o servidor do vRealize Orchestrator como um endpoint.

Para obter informações sobre a adição de um endpoint do vRealize Orchestrator, consulte Criar um endpoint do vRealize Orchestrator.

Você pode associar um endpoint do vRealize Orchestrator a um blueprint de máquina para se certificar-se de que todos os fluxos de trabalho do vRealize Orchestrator para máquinas provisionadas desse blueprint sejam executados usando esse endpoint.

Por padrão, o vRealize Automation inclui uma instância do vRealize Orchestrator incorporada. Recomendamos o uso desse como o seu endpoint do vRealize Orchestrator para executar fluxos de trabalho do vRealize Automation em um ambiente de teste ou para criar uma prova de conceito.

Também é recomendável que você use esse endpoint do vRealize Orchestrator para executar fluxos de trabalho do vRealize Automation em um ambiente de produção.

O plug-in do vRealize Orchestrator é instalado automaticamente com o vRealize Orchestrator 7.1 e posterior. Não há plug-in separado do vRealize Orchestrator a ser instalado.