As propriedades personalizadas do vRealize Automation para redes especificam a configuração de um dispositivo de rede específico em uma máquina.

As atribuições de rede são realizadas durante a alocação da máquina. O vRealize Automation recupera as informações de rede do blueprint. Se você deseja atribuir mais de uma rede, use a propriedade personalizada VirtualMachine.NetworkN.Name no blueprint de máquina. Se você não fornecer propriedades personalizadas, a alocação atribuirá somente uma rede, que é selecionada usando um método round robin em conjunto com a reserva selecionada.

Observação:

Com exceção das propriedades a seguir, as propriedades na tabela não se aplicam ao Amazon Web Services:

  • agent.download.url

  • software.agent.service.url

  • software.ebs.url

Para componentes de máquina que não têm uma guia Rede ou Segurança, é possível adicionar propriedades personalizadas de rede e segurança, como VirtualMachine.Network0.Name, à guia Propriedades na tela de criação. As propriedades de rede NSX, segurança e balanceador de carga só são aplicáveis às máquinas do vSphere.

Observação:

Não há suporte para propriedades personalizadas específicas da rede que apontam para redes sob demanda. Por exemplo, não é possível usar propriedades personalizadas de rede, como VirtualMachine.Network0.NetworkProfileName, para componentes de rede roteada sob demanda e NAT sob demanda.

Por padrão, a máquina tem um dispositivo de rede configurado com a propriedade VirtualMachine.Network0.Name. Você pode configurar dispositivos de rede adicionais usando a propriedade personalizada VirtualMachine.NetworkN.Name, na qual N é o número da rede.

A numeração das propriedades de rede deve ser sequencial, começando com 0. Por exemplo, se você especificar somente as propriedades personalizadas do VirtualMachine.Network0 e do VirtualMachine.Network2, as propriedades do VirtualMachine.Network2 serão ignoradas, porque a rede anterior, VirtualMachine.Network1, não foi especificada.

Embora o suporte geral para vCloud Networking and Security 5.5.x (vCNS) tenha terminado em setembro de 2016, as propriedades personalizadas de VCNS continuam válidas para fins de NSX. Consulte o artigo de Base de conhecimento VMware Final da Disponibilidade e Final do Suporte Geral para a Rede e Segurança VMware vCloud 5.5.x (2144733) em http://kb.vmware.com/kb/2144733 para obter mais informações.

Tabela 1. Propriedades personalizadas para configuração de rede

Propriedade personalizada

Descrição

agent.download.url

Ao usar o encaminhamento de portas, especifica o endereço IP particular da sua máquina de túnel do Amazon AWS e a porta do seu arquivo de agente de software, por exemplo, https://Private_IP:1443/software-service/resources/nobel-agent.jar.

É possível adicionar essa propriedade em combinação com software.agent.service.url e software.ebs.url, a uma reserva ou ao endpoint do recurso de computação. Você também pode usar essa propriedade para especificar um endereço particular e uma porta ao usar uma conversão PAT ou NAT e o encaminhamento de portas.

NSX.Edge.ApplianceSize

Especifica os tipos de tamanho de appliance de edge NSX para a máquina provisionada ou implantação. As opções são:

  • compact

    Para pequenas implantações, POCs, e uso de serviço único.

    • CPU = 1

    • RAM = 512 MB

    • Disco = 512 MB

  • large

    Para implantações pequenas a médias ou de múltiplos tenants.

    • CPU = 2

    • RAM = 1 GB

    • Disco = 512 MB

  • quadlarge

    Para roteamento de múltiplos caminhos de custo igual de alta produção (ECMP) ou implantações de firewall de alto desempenho.

    • CPU = 4

    • RAM = 1 GB

    • Disco = 512 MB

  • xlarge

    Para balanceamento de carga L7 e implantações de núcleo dedicado.

    • CPU = 6

    • RAM = 8 GB

    • Disco = 4,5 GB (4 GB Swap)

Para informações relacionadas, consulte Requisitos do sistema para NSX.

NSX.Edge.HighAvailability

Quando definido como true (NSX.Edge.HighAvailability=true), habilita o modo de alta disponibilidade (HA) na máquina do NSX Edge que é implantada a partir do blueprint.

Quando usada com NSX.Edge.HighAvailability.PortGroup=port_group_name, essa propriedade permite que você configure um NSX Edge durante a criação do blueprint.

Você pode adicionar essa propriedade a um componente do balanceador de carga do NSX no blueprint do vRealize Automation ou ao próprio blueprint do vRealize Automation.

Deve ser usada em conjunto com NSX.Edge.HighAvailability.PortGroup= port_group_name.

NSX.Edge.HighAvailability.PortGroup

Cria uma interface interna ou vNIC interno anexado ao nome do grupo de portas especificado, por exemplo, NSX.Edge.HighAvailability.PortGroup=VM Network em que VM Network é um grupo de porta de switch lógico do NSX ou distribuído de HA (alta disponibilidade, com suporte de vLAN). O modo de HA do NSX requer pelo menos uma interface de rede interna ou vNIC.

Quando usada com NSX.Edge.HighAvailability=true, essa propriedade permite que você configure a alta disponibilidade em um NSX Edge durante a criação do blueprint.

Ao utilizar um balanceador de carga de um braço com HA habilitada, você deve especificar um grupo de portas separado para a HA.

Observação:

A rede do grupo de portas especificado não pode ser um membro do pool de reserva, já que o uso da propriedade do grupo de portas conflita com o uso da implantação normal do grupo de portas, resultando no seguinte erro:

Portgroup must be unique within an
Edge...

Deve ser usada em conjunto com NSX.Edge.HighAvailability=true.

NSX.Validation.Disable.Single.Edge.Uplink

Quando definida como verdadeira, a validação do NSX verifica se as condições a seguir estão desativadas:

  • Todas as redes NAT sob demanda no blueprint têm origem na mesma rede externa.

  • Todas as redes roteadas sob demanda no blueprint que usam o VIP do balanceador de carga têm origem na mesma rede externa.

  • Todos os componentes do balanceador de carga sob demanda no blueprint têm VIPs na mesma rede externa, ou em redes sob demanda com suporte da mesma rede externa.

Desativar esta verificação de validação pode resultar em uma implantação que tenha êxito, mas onde alguns componentes de rede podem estar inacessíveis.

Se não estiver presente ou se estiver definido como falsa, a verificação de validação será ativada (padrão).

Um único NSX Edge só pode suportar uma rede externa como sua rede de uplink. Múltiplos IPs da mesma rede externa são compatíveis. Embora um blueprint possa conter qualquer número de componentes de rede externos ou sob demanda, o NSX só é compatível com uma rede externa como rede de uplink.

Essa propriedade só pode ser especificada no nível do blueprint. Ela não pode ser especificada em um componente na tela do blueprint.

software.agent.service.url

Ao usar o encaminhamento de portas, especifica o endereço IP particular da sua máquina de túnel do Amazon AWS e a porta da API do serviço de software do vRealize Automation, por exemplo, https://Private_IP:1443/software-service/api.

É possível adicionar essa propriedade em combinação com software.ebs.url e agent.download.url, a uma reserva ou ao endpoint do recurso de computação. Também é possível usar essa propriedade para especificar um endereço particular e uma porta ao usar o recurso PAT ou NAT e o encaminhamento de portas.

software.ebs.url

Ao usar o encaminhamento de portas, especifica o endereço IP particular da sua máquina de túnel do Amazon AWS e a porta do serviço de agente de eventos do vRealize Automation, por exemplo, https://Private_IP:1443/event-broker-service/api.

É possível adicionar essa propriedade em combinação com software.agent.service.url e agent.download.url, a uma reserva ou ao endpoint do recurso de computação. Também é possível usar essa propriedade para especificar um endereço particular e uma porta ao usar o recurso PAT ou NAT e o encaminhamento de portas.

VirtualMachine.NetworkN.Address

Especifica o endereço IP do dispositivo de rede N em uma máquina provisionada com um endereço IP estático.

Para Amazon, consulte Amazon.elasticIpAddress.ipAddress.

VirtualMachine.NetworkN.MacAddressType

Indica se o endereço MAC do dispositivo de rede N é gerado ou definido pelo usuário (estático). Essa propriedade está disponível para clonagem.

O valor padrão é gerado. Se o valor for estático, você deverá usar também VirtualMachine.NetworkN.MacAddress para especificar o endereço MAC.

As propriedades personalizadas VirtualMachine.NetworkN são específicas de blueprints e máquinas individuais. Quando uma máquina é solicitada, a alocação da rede e do endereço IP é realizada antes que uma reserva seja atribuída à máquina. Como não há garantia de que os blueprints sejam alocados para uma reserva específica, não use essa propriedade em uma reserva. Essa propriedade não tem suporte para NAT sob demanda ou para redes roteadas sob demanda.

VirtualMachine.NetworkN.MacAddress

Especifica o endereço MAC de um dispositivo de rede N. Essa propriedade está disponível para clonagem.

Se o valor de VirtualMachine.NetworkN.MacAddressType for gerado, essa propriedade conterá o endereço gerado.

Se o valor de VirtualMachine.NetworkN.MacAddressType for estático, essa propriedade especificará o endereço MAC. Para máquinas virtuais provisionadas nos hosts do servidor ESX, o endereço deve estar no intervalo especificado pelo VMware. Para obter mais detalhes, consulte a documentação do vSphere.

As propriedades personalizadas VirtualMachine.NetworkN são específicas de blueprints e máquinas individuais. Quando uma máquina é solicitada, a alocação da rede e do endereço IP é realizada antes que uma reserva seja atribuída à máquina. Como não há garantia de que os blueprints sejam alocados para uma reserva específica, não use essa propriedade em uma reserva. Essa propriedade não tem suporte para NAT sob demanda ou para redes roteadas sob demanda.

VirtualMachine.NetworkN.Name

Especifica o nome da rede à qual conectar, por exemplo, o dispositivo de rede N ao qual a máquina é anexada. É equivalente a uma placa de interface de rede (NIC).

Por padrão, a rede é atribuída dos caminhos de rede disponíveis na reserva na qual a máquina é provisionada. Veja também VirtualMachine.NetworkN.AddressType e VirtualMachine.NetworkN.ProfileName.

Você pode certificar-se de que um dispositivo de rede esteja conectado a uma rede específica definindo o valor da propriedade como o nome de uma rede em uma reserva disponível. Por exemplo, se você der propriedades para N=0 e 1, receberá 2 NICs e o respectivo valor atribuído, desde que a rede esteja selecionada na reserva associada.

As propriedades personalizadas VirtualMachine.NetworkN são específicas de blueprints e máquinas. Quando uma máquina é solicitada, a alocação da rede e do endereço IP é realizada antes que uma reserva seja atribuída à máquina. Como não há garantia de que os blueprints sejam alocados para uma reserva específica, não use essa propriedade em uma reserva. Essa propriedade não tem suporte para NAT sob demanda ou para redes roteadas sob demanda.

Para obter um exemplo de como usar essa propriedade personalizada para definir dinamicamente o VirtualMachine.Network0.Name com base na seleção de um consumidor de uma lista de redes disponíveis predefinidas, consulte a postagem de blog Adicionando um menu suspenso de seleção de rede no vRA 7.

VirtualMachine.NetworkN.PortID

Especifica o ID da porta a ser usada para o dispositivo de rede N durante o uso de um grupo dvPort com um comutador distribuído do vSphere.

As propriedades personalizadas VirtualMachine.NetworkN são específicas de blueprints e máquinas individuais. Quando uma máquina é solicitada, a alocação da rede e do endereço IP é realizada antes que uma reserva seja atribuída à máquina. Como não há garantia de que os blueprints sejam alocados para uma reserva específica, não use essa propriedade em uma reserva. Essa propriedade não tem suporte para NAT sob demanda ou para redes roteadas sob demanda.

VirtualMachine.NetworkN.ProfileName e VirtualMachine.NetworkN.NetworkProfileName

Especifica o nome de um perfil de rede do qual atribuir um endereço IP estático ao dispositivo de rede N ou do qual obter o intervalo de endereços IP estáticos que podem ser atribuídos ao dispositivo de rede N de uma máquina clonada, onde N=0 para o primeiro dispositivo, 1 para o segundo e assim por diante.

  • Use VirtualMachine.NetworkN.ProfileName para selecionar qualquer rede da reserva, independentemente de ela ter ou não um perfil de rede correspondente.

  • Use VirtualMachine.NetworkN.NetworkProfileName para selecionar somente as redes que tenham um perfil de rede correspondente com o mesmo nome.

O perfil de rede para o qual a propriedade aponta é usado para alocar um endereço IP. No entanto, a máquina provisionada é anexada a qualquer rede selecionada na reserva usando um modelo do tipo round-robin.

Alterar o valor dessa propriedade depois que a rede é atribuída não tem efeito sobre os valores esperados de endereço IP das máquinas designadas.

Com o provisionamento baseado no WIM de máquinas virtuais, você pode usar essa propriedade para especificar um perfil de rede e uma interface de rede, ou pode usar a seção Rede da página Reserva Virtual. Você também pode atribuir a interface de rede a uma rede virtual usando a propriedade personalizada VirtualMachine.NetworkN.Name.

Os seguintes atributos do perfil de rede estão disponíveis para ativar a atribuição de IPs estáticos em um blueprint de clonagem:

  • VirtualMachine.NetworkN.SubnetMask

  • VirtualMachine.NetworkN.Gateway

  • VirtualMachine.NetworkN.PrimaryDns

  • VirtualMachine.NetworkN.SecondaryDns

  • VirtualMachine.NetworkN.PrimaryWins

  • VirtualMachine.NetworkN.SecondaryWins

  • VirtualMachine.NetworkN.DnsSuffix

  • VirtualMachine.NetworkN.DnsSearchSuffixes

As propriedades personalizadas VirtualMachine.NetworkN são específicas de blueprints e máquinas individuais. Quando uma máquina é solicitada, a alocação da rede e do endereço IP é realizada antes que uma reserva seja atribuída à máquina. Como não há garantia de que os blueprints sejam alocados para uma reserva específica, não use essa propriedade em uma reserva.

Você não pode usar essa propriedade personalizada para definir um NAT sob demanda ou um nome do perfil de rede roteada sob demanda. Como os nomes de perfil de rede sob demanda são gerados no momento da alocação (durante o provisionamento), os respectivos nomes são desconhecidos durante a criação ou a edição do blueprint. Para especificar as informações de rede sob demanda do NSX, use o componente de rede aplicável na tela de criação de blueprint para os componentes de máquina do vSphere.

  • VirtualMachine.NetworkN.SubnetMask

  • VirtualMachine.NetworkN.Gateway

  • VirtualMachine.NetworkN.PrimaryDns

  • VirtualMachine.NetworkN.SecondaryDns

  • VirtualMachine.NetworkN.PrimaryWins

  • VirtualMachine.NetworkN.SecondaryWins

  • VirtualMachine.NetworkN.DnsSuffix

  • VirtualMachine.NetworkN.DnsSearchSuffixes

Configura os atributos do perfil de rede especificados no VirtualMachine.NetworkN.ProfileName.

As propriedades personalizadas VirtualMachine.NetworkN são específicas de blueprints e máquinas individuais. Quando uma máquina é solicitada, a alocação da rede e do endereço IP é realizada antes que uma reserva seja atribuída à máquina. Como não há garantia de que os blueprints sejam alocados para uma reserva específica, não use essa propriedade em uma reserva.

VCNS.LoadBalancerEdgePool.Names.name

Especifica os pools de balanceamento de carga do NSX aos quais a máquina virtual é atribuída durante o provisionamento. A máquina virtual é atribuída a todas as portas de serviço de todos os pools especificados. O valor é um nome edge/pool ou uma lista de nomes edge/pool separados por vírgulas. Os nomes diferenciam maiúsculas de minúsculas.

Observação:

Você pode adicionar um endereço IP de máquina a um balanceador de carga existente usando a propriedade personalizada VCNS.LoadBalancerEdgePool.Names. O vRealize Automation e o NSX usam o primeiro membro do pool de balanceadores de carga de borda especificado para determinar as novas configurações de portas de membros e portas de monitores. No entanto, o NSX 6.2 não requer que a configuração de portas de membros seja especificada. Para evitar uma falha de provisionamento ao usar o VCNS.LoadBalancerEdgePool.Names com o NSX 6.2 para adicionar uma máquina a um pool existente, você deve especificar um valor da porta para o primeiro membro do pool de balanceadores de carga no NSX.

A adição de um nome permite que você crie várias versões de uma propriedade personalizada. Por exemplo, as seguintes propriedades podem listar os pools de balanceamento de carga configurados para uso geral e as máquinas com requisitos de alto, moderado e baixo desempenho:

  • VCNS.LoadBalancerEdgePool.Names

  • VCNS.LoadBalancerEdgePool.Names.moderate

  • VCNS.LoadBalancerEdgePool.Names.high

  • VCNS.LoadBalancerEdgePool.Names.low

VCNS.SecurityGroup.Names.name

Especifica o grupo ou os grupos de segurança do NSX aos quais a máquina virtual é atribuída durante o provisionamento. O valor é um nome de grupo de segurança ou uma lista de nomes separados por vírgulas. Os nomes diferenciam maiúsculas de minúsculas.

A adição de um nome permite criar várias versões da propriedade, que podem ser utilizadas separadamente ou combinadas. Por exemplo, as seguintes propriedades podem listar grupos de segurança destinados a uso geral, força de vendas e suporte:

  • VCNS.SecurityGroup.Names

  • VCNS.SecurityGroup.Names.sales

  • VCNS.SecurityGroup.Names.support

VCNS.SecurityTag.Names.name

Especifica a tag ou as tags de segurança do NSX aos quais a máquina virtual é associada durante o provisionamento. O valor é um nome de tag de segurança ou uma lista de nomes separados por vírgulas. Os nomes diferenciam maiúsculas de minúsculas.

A adição de um nome permite criar várias versões da propriedade, que podem ser utilizadas separadamente ou combinadas. Por exemplo, as seguintes propriedades podem listar tags de segurança destinados a uso geral, força de vendas e suporte:

  • VCNS.SecurityTag.Names

  • VCNS.SecurityTag.Names.sales

  • VCNS.SecurityTag.Names.support