Com o plug-in vCenter Server para vRealize Orchestrator, você pode consultar o inventário do vCenter Server para objetos específicos.

Métodos de consulta

Para consultar, você pode usar o objeto gerenciado do vCSearchIndex ou os métodos de objeto localizador que estão incluídos no inventário de plug-ins, como getAllDatastores(), getAllVirtualMachines(), findAllForType() e outros.

Desempenho

Por padrão, os dois métodos retornam os objetos consultados sem incluir qualquer uma das suas propriedades, a menos que você especifique um conjunto de propriedades como um argumento para os parâmetros do método na consulta de pesquisa.

Observação:

Você deve sempre usar expressões de consulta com o getAll...() e objetos localizadores do findAll...() para impedir que o cliente Orchestrator filtre grandes conjuntos de objetos retornados, o que pode afetar o desempenho geral do servidor Orchestrator.

Você pode usar os dois tipos de expressões para consultar o inventário do vCenter Server.

Tipo de expressão

Descrição

Expressões de nome

Você pode especificar um nome como um argumento para um parâmetro de consulta.

Observação:

Os objetos são filtrados pelo argumento nome especificado, de acordo com o nome do objeto de plug-in, como é exibido no inventário de plug-ins do vCenter Server.

Expressões XPath

Você pode usar expressões de acordo com a linguagem de consulta XPath. Para obter mais informações, consulte Usando expressões XPath com o plug-in vCenter Server.

Quando você chama um objeto de inventário do vCenter Server com propriedades personalizadas, cada referência a esse objeto, em um fluxo de trabalho ou uma ação, envia uma consulta para o vCenter Server, que gera uma sobrecarga notável no desempenho. Para otimizar o desempenho e evitar serializar e desserializar o objeto várias vezes dentro de uma execução de fluxo de trabalho, é melhor usar um recurso compartilhado para armazenar o objeto, em vez de armazená-lo como um atributo de fluxo de trabalho, uma entrada ou um parâmetro de saída. Tal recurso compartilhado pode ser um elemento de configuração ou um elemento de recurso.