Assegure uma migração bem-sucedida para um ambiente mínimo revendo estes pré-requisitos.

As implantações mínimas incluem um appliance do vRealize Automation e um servidor Windows que hospeda os componentes do IaaS. Em uma implantação mínima, o banco de dados SQL Server do vRealize Automation pode ser estar no mesmo servidor Windows do IaaS com os componentes do IaaS ou em um servidor Windows separado.

Figura 1. Implantação mínima do vRealize Automation


Ambiente mínimo do vRealize Automation

Pré-requisitos

  • Verifique se você tem um novo ambiente de servidor do vRealize Automation.

  • Instale agentes de proxy relevantes no ambiente de destino, de acordo com esses requisitos.

    • O nome do agente de proxy de destino deve corresponder ao nome do agente de proxy de origem para os agentes de proxy do vSphere, do Hyper-V, do Citrix XenServer e de teste.

      Observação:

      Conclua essas etapas para obter um nome de agente.

      1. No host do IaaS, faça login no Windows como usuário local com privilégios de administrador.

      2. Use o Windows Explorer para acessar o diretório de instalação do agente.

      3. Abra o arquivo VRMAgent.exe.config.

      4. Na marca serviceConfiguration, procure o valor do atributo agentName.

    • Veja o artigo 51531 da Base de Conhecimento.

    • O nome do endpoint do agente de proxy de destino deve corresponder ao nome do endpoint do agente de proxy de origem para os agentes de proxy do vSphere, do Hyper-V, do Citrix XenServer e de teste.

    • Não crie um endpoint para agentes de proxy do vSphere, do Hyper-V, do Citrix XenServer ou de teste no ambiente de destino.

  • Revise os números de versão dos componentes de vRealize Automation no appliance do vRealize Automation de destino.

    1. Faça login no Gerenciamento do Appliance do vRealize Automation de destino como root usando a senha que você inseriu quando implantou o appliance do vRealize Automation de destino.

    2. Selecione Cluster.

    3. Expanda os registros de Nome do Host/Nó clicando no triângulo.

      Verifique se os números de versão dos componentes IaaS do vRealize Automationcorrespondem.

  • Verifique se a versão do Microsoft SQL Server de destino para o banco de dados IaaS de destino do vRealize Automation é 2012, 2014 ou 2016.

  • Verifique se a porta 22 está aberta entre os ambientes do vRealize Automation de origem e destino. A porta 22 é necessária para estabelecer conexões Secure Shell (SSH) entre appliances virtuais de origem e de destino.

  • Verifique se o vCenter do endpoint tem recursos suficientes para concluir a migração.

  • Verifique se a hora do sistema do ambiente de destino do vRealize Automation está sincronizada entre Cafe e os componentes do IaaS.

  • Verifique se o nó do servidor IaaS no ambiente de destino tem pelo menos o Java SE Runtime Environment (JRE) 8, 64 bits, atualização 181 instalado. Depois de instalar o JRE, verifique se a variável do ambiente JAVA_HOME aponta para a versão do Java que você instalou em cada nó do IaaS. Revise o caminho se necessário.

  • Verifique se cada nó IaaS tem o PowerShell 3.0 ou versão posterior instalado.

  • Verifique se os ambientes do vRealize Automation de origem e destino estão em execução.

  • Certifique-se de que nenhuma atividade de usuário e provisionamento esteja ocorrendo no ambiente vRealize Automation de origem.

  • Verifique se que qualquer software antivírus ou de segurança em execução nos nós do IaaS no ambiente de destino do vRealize Automation que possa interagir com o sistema operacional e seus componentes está configurado corretamente ou desativado.

  • Verifique se o serviço da Web do IaaS e do Model Manager não precisam ser reiniciados devido a atualizações de instalação do Windows pendentes. As atualizações pendentes podem impedir que a migração inicie ou termine o serviço do World Wide Web Publishing.

O que Fazer Depois

Tarefas de pré-migração.