Se você precisar de robustez máxima para o seu sistema do vRealize Automation, configure-o com alta disponibilidade de acordo com as diretrizes da VMware.

Appliance do vRealize Automation

O Appliance do vRealize Automation tem suporte para alta disponibilidade ativa-ativa para todos os componentes, exceto o banco de dados do appliance. A partir da versão 7.3, o failover do banco de dados é automático quando três nós são implantados e a replicação síncrona está configurada entre dois nós. Quando o Appliance do vRealize Automation detecta uma falha do banco de dados, ele promove um servidor de banco de dados apropriado para ser o mestre. Você pode monitorar e gerenciar o banco de dados do appliance na interface de gerenciamento do appliance do vRealize Automation na guia Cluster.

Para habilitar a alta disponibilidade desses dispositivos, coloque-os em um balanceador de carga. Para obter mais informações, consulte Configurar o balanceador de carga. A partir da versão 7.0, o banco de dados do dispositivo e o vRealize Orchestrator são automaticamente clusterizados e disponibilizados para uso.

Gerenciamento de Diretórios do vRealize Automation

Cada appliance do vRealize Automation inclui um conector que suporta a autenticação do usuário, embora apenas um conector normalmente seja configurado para executar a sincronização de diretório. Não importa qual conector você escolhe para servir como o conector de sincronização. Para suportar a alta disponibilidade do Gerenciamento de Diretórios, é necessário configurar um segundo conector que corresponde ao seu segundo appliance do vRealize Automation, que se conecta ao seu Provedor de Identidade e aponta para o mesmo Active Directory. Com esta configuração, se um appliance falhar, o outro assume o gerenciamento de autenticação de usuário.

Em um ambiente de alta disponibilidade, todos os nós devem servir o mesmo conjunto de Active Directories, usuários, métodos de autenticação, etc. O método mais direto para alcançar este objetivo é promover o Provedor de Identidade para o cluster, definindo o host do balanceador de carga como o host do Provedor de Identidade. Com esta configuração, todas as solicitações de autenticação são direcionadas para o balanceador de carga, que encaminha a solicitação para qualquer um dos conectores, conforme apropriado.

Para obter mais informações sobre a configuração do Gerenciamento de Diretórios para alta disponibilidade, consulte Configure Directories Management for High Availability.

Servidor da Web de Infraestrutura

Todos os componentes do servidor da Web de infraestrutura oferecem suporte para alta disponibilidade ativa/ativa. Para habilitar a alta disponibilidade para esses componentes, coloque-os em um balanceador de carga.

Serviço de Gerenciador de Infraestrutura

O componente de serviço de gerenciador oferece suporte para alta disponibilidade ativa/passiva. Para habilitar a alta disponibilidade desse componente, coloque dois serviços de gerenciador em um balanceador de carga. No vRealize Automation 7.3 e versões mais recentes, o failover é automático.

Se o serviço de gerenciador ativo falhar, interrompa o serviço Windows se ele ainda não estiver interrompido no balanceador de carga. Habilite o serviço de gerenciador passivo e reinicie o serviço Windows no balanceador de carga. Consulte Instalar o Active Manager Service.

Agentes

Agentes oferecem suporte para alta disponibilidade ativa/ativa. Para obter informações sobre como configurar agentes para alta disponibilidade, consulte a documentação de configuração do vRealize Automation. Verifique o serviço de destino quanto à alta disponibilidade.

Trabalhador do Distributed Execution Manager

Um Distributed Execution Manager (DEM) em execução com a função de Trabalhador oferece suporte à alta disponibilidade ativa/ativa. Se uma instância de Trabalhador do DEM falhar, o Orchestrator do DEM detectará a falha e cancelará os fluxos de trabalho que essa instância estiver executando. Quando a instância de Trabalhador do DEM voltar a ficar online, ela detectará que o Orchestrator do DEM cancelou seus fluxos de trabalho e deixará de executá-los. Para evitar que os fluxos de trabalho sejam canceladas prematuramente, deixe uma instância de Trabalhador do DEM offline por vários minutos antes de cancelar seus fluxos de trabalho.

Orchestrator do Distributed Execution Manager

DEMs em execução na função Orchestrator oferecem suporte à alta disponibilidade ativa/ativa. Quando um Orchestrator do DEM é iniciado, ele procura outro Orchestrator do DEM em execução.

  • Se não encontrar instâncias do Orchestrator do DEM em execução, ele começará a ser executado como o Orchestrator do DEM primário.

  • Se encontrar outro Orchestrator do DEM em execução, ele monitorará o outro Orchestrator do DEM primário para detectar uma interrupção.

  • Se detectar uma interrupção, ele assumirá como instância primária.

Quando a instância primária anterior voltar a ficar online, ela detectará que outro Orchestrator do DEM assumiu sua função como instância primária e realizará um monitoramento em busca de falhas da instância primária do Orchestrator.

Servidor de Banco de Dados MSSQL para Componentes de Infraestrutura

vRealize Automation tem suporte para grupos do SQL AlwaysON somente com o Microsoft SQL Server 2016. Ao instalar o SQL Server 2016, o banco de dados deve ser criado no modo 100. Caso você use uma versão mais antiga do Microsoft SQL Server, use uma instância do Cluster de Failover com discos compartilhados. Para obter mais informações sobre como configurar grupos do SQL AlwaysOn com o MSDTC, consulte o artigo da Microsoft https://msdn.microsoft.com/en-us/library/ms366279.aspx.

vRealize Orchestrator

Uma instância incorporada altamente disponível do vRealize Orchestrator é fornecida como parte do appliance do vRealize Automation.