O vRealize Automation suporta recursos gerenciados em centros de dados remotos.

Para gerenciar o vSphere, os recursos HyperV ou Xen em centros de dados remotos, implantam o agente proxy em uma máquina virtual no centro de dados remoto.

Observação: O diagrama abaixo mostra uma implantação do vSphere. Outros endpoints não necessitam de configuração adicional.

Em razão dos fluxos de trabalho de vRealize Orchestrator que irão potencialmente comunicar através de uma WAN, observe as boas práticas conforme orientado no Guia de Design de Codificação de vRealize Orchestrator.

Tabela 1. Portas necessárias para comunicação WAN.
Função Portas de Entrada Portas de Saída do Serviço/Sistema
Appliance do vRealize Automation - incluindo vRealize Orchestrator integrado N/D Endpoint do vSphere: 443

ESXi Hosts: 902

Balanceador de Carga de infraestrutura do vRealize Automation Agente Proxy de infraestrutura do vRealize Automation: 443 N/D
Servidor da Web de Infraestrutura do vRealize Automation N/D Endpoint do vSphere: 443
Balanceador de carga do Gerenciador de Infraestrutura do vRealize Automation Agente Proxy de infraestrutura do vRealize Automation: 443 N/D
Servidores DEM-worker de infraestrutura do vRealize Automation N/D Endpoint: **varia

*Se DEM-workers estão instalados na máquina do Manager Service ou em outro servidor, essas portas devem estar abertas entre esta máquina e o endpoint de destino.

** A porta necessária para comunicar com um endpoint externo varia dependendo do endpoint. Por padrão para o vSphere, é a porta 443.

Figura 1. Configuração Multi-Site do vRealize Automation