Se você estiver usando fluxos de trabalho do vRealize Automation para chamar fluxos de trabalho do vRealize Orchestrator, será preciso configurar a instância ou o servidor do vRealize Orchestrator como um endpoint.

Você pode associar um endpoint do vRealize Orchestrator a um blueprint de máquina para se certificar-se de que todos os fluxos de trabalho do vRealize Orchestrator para máquinas provisionadas desse blueprint sejam executados usando esse endpoint.

Por padrão, o vRealize Automation inclui uma instância do vRealize Orchestrator incorporada. Recomendamos o uso da instância incorporada quando o seu endpoint do vRealize Orchestrator executar fluxos de trabalho do vRealize Automation em um ambiente de produção ou teste ou ao criar uma prova de conceito.

Você também pode instalar um plug-in em um servidor externo do vRealize Orchestrator, embora esse método não seja recomendado para produção.