Um administrador do NSX pode criar zonas de transporte para controlar o uso de clusters das redes.

Uma zona de transporte controla quais hosts um comutador lógico pode alcançar. Pode abranger um ou mais clusters de host, incluindo hosts em vários vCenters.

Para blueprints que contenham um NAT sob demanda ou uma rede roteada sob demanda, especifique uma zona de transporte que contenha as redes a serem usadas pela implantação da máquina provisionada.

Para blueprints que incluem um endpoint do NSX-T, você deve especificar uma zona de transporte.

A zona de transporte que você especifica para o blueprint deve corresponder à zona de transporte especificada para a reserva usada pelo blueprint. Consulte Aplicando uma política de reserva de rede do NSX a um blueprint.

  • Se o seu blueprint não usar componentes sob demanda do NSX-T, o valor da zona de transporte será ignorado.
  • O NSX-T oferece suporte a várias zonas de transporte de sobreposição e a várias zonas de transporte VLAN.
  • Uma zona de transporte é necessária para criar um comutador lógico. Os comutadores lógicos são criados dentro de zonas de transporte.
  • Apenas as zonas de transporte para tenant atual ficam expostas durante a criação de um blueprint. As zonas de transporte serão disponibilizadas se forem usadas por uma reserva no tenant atual.