vRealize Automation 8.3 | 4 FEV 2021

  • vRA Easy Installer (ISO) - compilação 17556762
  • Produto vRA (dispositivo)  - compilação 17551690

Verifique regularmente se há inclusões e atualizações para estas notas de versão.

Conteúdo das notas de versão

Sobre o vRealize Automation 8.3

O vRealize Automation 8.3 é uma adição aos recursos do vRealize Automation 8.2, para aproximar da versão vRA 7.x em termos de capacidade, reintroduzindo recursos importantes como XaaS e acrescentando recursos como suporte para AWS GovCloud e suporte para PowerShell no ABX e para Python, node.js e PowerShell no vRO.

Novidades

Os vários benefícios do vRealize Automation 8.3 incluem: 

Redes: Migração do NSX-V para o NSX-T

Suporte para migração do NSX-V para o NSX-T por meio do Assistente de Migração do vRA. A migração tem suporte para estas topologias no vRA 8.3:

  • Redes Roteadas sob Demanda (sem serviços)
  • Redes Roteadas sob Demanda (DHCP)
  • Redes Privadas sob Demanda (DHCP)
  • Grupos de Segurança sob Demanda
  • Grupos de Segurança Existentes
  • Balanceadores de Carga de um Braço sob Demanda em Redes Existentes
  • Grupos de Segurança sob Demanda e Existentes (juntos)
  • Grupos de Segurança Existentes/sob Demanda com Balanceadores de Carga

Observação: O suporte para topologias adicionais será fornecido em uma versão futura. Saiba mais.

Redes: Propriedades adicionais no esquema de ação do SDK para IPAM

O esquema de ação do SDK para IPAM foi estendido para incluir estas propriedades:

  • Padronização de projectId, blueprintId, deploymentId para Allocate/Deallocate/AllocateRange/DeallocateRange/UpdateRecord
  • Inclusão de addressSpaceId, vraIPAddressId em Deallocate/UpdateRecord
  • Adição de campos de ID para AllocateRange/DeallocateRange 
  • Saiba mais

Redes: Compartilhamento do NSX-T Tier-1/ NSX-V ESG em uma implantação

  • Capacidade de reutilizar um único roteador NSX-T Tier-1 ou NSX-V Edge Service Gateway (ESG) em uma única implantação.
  • Anteriormente, no vRA Cloud/vRA 8.x, cada rede NSX-T sob demanda criava um novo roteador lógico Tier-1 e cada rede NSX-V sob demanda criava um novo ESG. Com o recurso de compartilhamento Tier-1/ESG, você pode compartilhar um Tier-1 ou ESG em uma implantação, sem exigir um Tier-1 ou ESG separado para cada rede na implantação.
  • Você pode obter esse recurso com o tipo de recurso Gateway no Modelo de Nuvem. O recurso Gateway representa o Tier-1/ESG e pode ser conectado a várias redes na implantação.
  • Saiba mais.

Redes: Novo tipo de recurso NAT para suporte ao encaminhamento de portas (regras DNAT) para redes de saída NSX

Na versão 8.2, o vRA introduziu suporte ao encaminhamento de portas (regras DNAT) para redes de saída NSX com o tipo de recurso Modelo de Nuvem, Cloud.NSX.Gateway. Isso permite que regras DNAT sejam especificadas para o gateway/roteador conectado à rede de saída

Na versão 8.3, um novo tipo de recurso Modelo de Nuvem, Cloud.NSX.NAT, está disponível no Modelo de Nuvem para que os usuários definam regras DNAT para a implantação.

Observação: o vRealize Automation ainda oferece suporte ao tipo de recurso Cloud.NSX.Gateway a ser usado com regras NAT para compatibilidade com versões anteriores. No entanto, isso não terá suporte em uma versão futura. Em uma versão futura, os usuários terão que usar o tipo de recurso Cloud.NSX.NAT para definir regras DNAT e usar o recurso Cloud.NSX.Gateway para definir um NSX-T Tier1 ou NSX-V ESG compartilhado.  Saiba mais.

Redes: Reconfigurar Grupo de Segurança sob Demanda - Iterativa e Dia 2 - NSX-T

A ação Reconfigurar Grupo de Segurança (implantação de Dia 2 e Iterativa) só tem suporte com grupos de segurança NSX-T sob demanda. Ela permite que você modifique, adicione ou remova regras de um grupo de segurança para um aplicativo em execução. Saiba mais.

Saiba mais sobre a ação de dia 2 Reconfigurar.

Redes: IPAM - Filtragem para redes com dados coletados

Permite a filtragem de redes com dados coletados para minimizar o conjunto inicial de redes para as quais ações são executadas.

Anteriormente, para o plug-in Infoblox IPAM, as redes tinham dados coletados a partir do Infoblox com um tamanho de página padrão de 1000. Para clientes que têm milhares de redes, mas precisam usar apenas algumas no vRA, é possível marcar facilmente essas redes com Atributos Extensíveis.

No vRealize Automation 8.3, as propriedades no plug-in Infoblox são ativadas para permitir que você forneça filtros especiais que selecionam apenas os objetos de tipo de rede necessários do Infoblox, removendo o restante. Saiba mais.

Redes: Balanceador de carga - Configurações do monitor de integridade para o NSX-V e o NSX-T

Você pode configurar (Dia 0) o monitor de integridade ativo para testar a disponibilidade do servidor e o monitor de integridade passivo para monitorar falhas durante conexões de cliente e marcar servidores que causam falhas consistentes como INOPERANTES.

Suporte para a reconfiguração (Dia 2) de configurações do monitor de integridade. Saiba mais sobre a ação de dia 2 Reconfigurar balanceadores de carga

Alterar a ação de Dia 2 de propriedade da implantação

Você pode alterar o proprietário da implantação como administrador ou membro para qualquer membro do projeto, administrador de projeto e administrador de organização.

Saiba mais sobre a ação de dia 2 Alterar proprietário.

Filtro de última solicitação de implantação

  • Agora, você pode filtrar implantações por status da última solicitação ou por status do ciclo de vida da implantação.
  • Status do ciclo de vida da implantação: create/update/delete successful ou failed
  • Status da última solicitação: o status da última solicitação na implantação, pode incluir: cancelled/approval_pending/approval_rejected/in_progress/successful/failed
  • Veja como acessar os filtros da página de implantação.

Grupos de propriedades

  • Grupos de propriedades ajudam usuários a trabalhar com mais eficiência, reutilizando grupos de propriedades, armazenando metadados e rastreando o uso de recursos
  • Criar, atualizar, ler e excluir grupos de propriedades com dados predefinidos
  • Reutilizar grupo de propriedades como propriedades de recursos e entradas de modelos de nuvem
  • Recurso de consulta e implantação por grupos de propriedades como pares de chave/valor
  • Para saber mais, consulte a documentação de grupos de propriedades.

Segredos em modelos de nuvem e extensibilidade

  • A ideia do recurso "Propriedades seguras" é armazenar dados confidenciais em formato criptografado no banco de dados e não mostrá-los em nenhum lugar do vRA.
  • Crie e criptografe variáveis secretas para o escopo do projeto na administração da infraestrutura e use-as em modelos de nuvem.
  • Crie e criptografe variáveis secretas para ações de extensibilidade e use-as no ABX.
  • Para saber mais, consulte a documentação sobre como usar segredos e como usar segredos com configurações do Terraform.

Atualizações no provedor Terraform do vRA

  • Verificado como parte do registro Terraform da Hashicorp
  • Suporte ao tipo de recurso Disco de Primeira Classe no provedor Terraform do vRA8

Adicionar propriedades personalizadas ao integrar VMs

Durante a integração de VMs, os usuários podem especificar propriedades personalizadas a serem adicionadas durante o processo. Os usuários podem especificá-las em um nível de plano de integração. Você também poderá remover essas propriedades de VMs individuais se a adição não for necessária. Para obter mais informações, consulte O que são planos de integração no vRealize Automation Cloud Assembly.

Discos de suporte com integração

Os usuários poderão integrar discos como parte de um plano de integração. Eles devem ser capazes de realizar todas as operações de Dia 0\1\2 em discos integrados. Para obter mais informações, consulte O que são planos de integração no vRealize Automation Cloud Assembly.

Alterar o proprietário de implantações migradas

Quando as implantações forem migradas da versão 7.x para a 8.x, como administrador, você poderá alterar o proprietário dessas implantações. Para obter informações sobre migração, consulte o Guia de transição do vRealize Automation 8

Otimização de reserva para migração de zonas de nuvem

Garante que um número mínimo de zonas de nuvem seja criado durante a migração de reservas com o assistente de migração. Para obter informações sobre migração, consulte o Guia de transição do vRealize Automation 8

Suporte do assistente de migração para o vRA 7.4

O assistente de migração oferece suporte à migração do vRA 7.4 para o vRA 8.x. Para obter informações sobre migração, consulte o Guia de transição do vRealize Automation 8

Suporte para a criação de discos em um cluster de armazenamento de dados SDRS

Oferece suporte a ações de Dia 0/1/2 para criar novos discos quando o SDRS está habilitado e clusters de repositórios de dados estão sendo usados para posicionamento.

Considere todos os perfis de armazenamento e armazenamentos de dados correspondentes, em vez de apenas o primeiro

Quando vários perfis de armazenamento se tornarem elegíveis para posicionamento, os seguintes critérios serão seguidos para a otimização do posicionamento:

  • Todos os repositórios de dados elegíveis pertencentes a esses perfis de armazenamento serão considerados, e não apenas o primeiro
  • O vRA garante que o cluster e o repositório de dados estejam conectados.

Reutilizar grupos de recursos do Azure

  • Os usuários podem escolher se o disco de Dia 2 criado deve ir para um novo grupo de recursos ou para um existente. Se o grupo existente for necessário, o cliente poderá escolher o Grupo de Recursos em um menu suspenso.
  • Os usuários podem optar por reutilizar um grupo de recursos ao definir o blueprint, para que, mesmo com o provisionamento de Dia 0, eles não criem novos grupos de recursos.

Redes: Alterar grupo de segurança - Implantação iterativa

  • Alterar grupos de segurança para um componente de máquina usando desenvolvimento iterativo
  • Se você deseja associar ou dissociar um grupo de segurança (existente/novo) que faz parte da implantação a uma ou mais máquinas na implantação, pode anexar/desanexar esse grupo de segurança no modelo de nuvem às/das respectivas máquinas e atualizar implantações com essa nova topologia por meio do desenvolvimento iterativo.
  • Se você deseja adicionar outro grupo de segurança (existente/novo) que não faz parte da implantação a uma ou mais máquinas na implantação, pode fazer isso no modelo de nuvem e adicioná-lo (anexá-lo) a uma ou mas máquinas e atualizar implantações com essa nova topologia por meio do desenvolvimento iterativo. Saiba mais.

HCMP: Capacidade da zona de nuvem e percepções de consumo

  • Integrar com o vRealize Operations para visualizar insights de capacidade para uma zona de nuvem no contexto
  • Indicadores chave, como recursos físicos disponíveis (CPU GHz, Núcleos) e utilização são fornecidos
  • Tendências de consumo de CPU e Memória ajudam a entender a situação de tendência de capacidade
  • Projetos e recursos consumidos dessa zona de nuvem por eles são fornecidos para análise de consumo detalhada
  • Saiba mais

Escala vertical do vRA

  • Permite que os clientes implantem e façam upgrade do cluster do vRA usando um VA de tamanho padrão (12 CPUs, 42 GB de RAM) e extra grande (24 CPUs, 96 GB de RAM).
  • Essa funcionalidade está disponível via vRSLCM.
  • Implantar clusters do vRA padrão/grandes e fazer upgrade de padrão para grande

Multilocação

  • No vRA 8.2, os mapeamentos de imagem e tipos estavam incluídos na VPZ. Isso tinha o potencial de criar um desafio de capacidade de gerenciamento.
  • No vRA 8.3, os mapeamentos de imagem/tipo são gerenciados pelo provedor na tela Gerenciamento de Tenants. Eles são desacoplados das VPZs para permitir que o provedor defina mapeamentos "globais" da mesma forma que um administrador organizacional pode defini-los para sua própria organização. O provedor também pode definir mapeamentos específicos de tenants.
  • Para obter mais informações, consulte Configuração de recursos de tenant de vários provedores com o vRealize Automation.

Melhorias de desempenho

  • Aproveite a biblioteca de conteúdo do vCenter para clonar o modelo "mais próximo" ao criar uma nova VM. Isso elimina a cópia de modelos quando uma cópia de modelo já pode estar presente no armazenamento de dados local, reduzindo o tempo de clonagem.
  • As implantações são distribuídas entre várias zonas de nuvem, com base na política, quando todos os outros critérios selecionam várias zonas de nuvem candidatas.
  • As ações do ABX são executadas em um pod do K8s que estava vinculado a uma ação do ABX particular - para a vida útil da plataforma. Os pods serão recuperados e disponibilizados para que outras ações do ABX forem executadas, melhorando a escala do ABX e as características de simultaneidade.

Active Directory por blueprint

Suporte para Active Directory no nível do blueprint.

Utilização de recursos para clientes

  • Mostra meu uso de recursos
  • Exibe o consumo total do uso de recursos (CPU, memória, armazenamento) por usuário
  • Saiba mais sobre o painel de uso de recursos.

Melhorias nos tipos de recursos Personalizados e ações personalizadas de Dia 2

  • Aprimoram formulários de solicitação de recursos personalizados e permitem a decoração de tipos de recursos com fluxos de trabalho poderosos e formulários de solicitação dinâmicos:
  • Capacidade de usar propriedades de recursos em formulários de solicitação personalizados de ações de Dia 2
  • Capacidade de vincular objetos complexos e consultar a coleção de propriedades de objetos e tipos de referência

Blueprints de formulários personalizados

Os aprimoramentos do seletor de vários valores incluem:

  • Capacidade de navegar por todos os detalhes durante a pesquisa por meio da opção "Mostrar tudo"
  • Suporte para tipos de objeto de referência

Número de núcleos por soquete para máquinas vSphere em VMware Cloud Templates

  • O recurso de núcleos virtuais por soquete permite que o vSphere simule como os núcleos físicos são organizados.
  • Esse recurso ajuda a reduzir os custos de licenciamento de software e a melhorar o desempenho da VM, permitindo melhor agendamento de NUMAs na camada do hypervisor.
  • O número de núcleos é definido com a definição do atributo numCores para Cloud.vSphere.Machine.
    Saiba mais.

Habilitar automaticamente o Catálogo Federado e Blueprints para clientes em nuvem

  • O recurso Catálogo Federado é habilitado automaticamente por meio de um processo interno.
  • Quando o vRA recebe uma notificação do CSP para o novo ID de assinatura do cliente Flex (anexado a uma organização), o vRA verifica se esse SID contém a SKU "vRA para Flex". Em caso afirmativo, o sinalizador do recurso Catálogo Federado é habilitado para a Organização.

Integração com o SaltStack Config no vRealize Automation

Na versão 8.3, o SaltStack Config está integrado ao vRealize Automation para permitir a implantação do dispositivo SaltStack Config baseado no Photon OS e a instalação de minions em VMs recém-criadas.

Nessa primeira fase de integração, os recursos com suporte são:

  • Implantação do SaltStack Config de nó único (com mestre) via vRealize Suite Lifecycle Manager (LCM)
  • O vRealize Suite Lifecycle Manager cria um endpoint de integração no vRealize Automation
  • Os usuários especificam a implantação de minions em novas VMs por meio de snippets de código YAML em modelos de nuvem
  • Os usuários podem alternar entre as interfaces do vRealize Automation e do SaltStack Config
  • Saiba mais.

Notificar os clientes de nuvem para otimização e permitir que eles tomem medidas

Como administrador da nuvem, você pode alertar os proprietários do projeto sobre oportunidades de otimização. Você também pode permitir que os proprietários de implantações otimizem implantações, fornecendo recomendações e ações no contexto para implantações.

Zonas de nuvens não sobrepostas

Zonas de nuvem no vRA representam a capacidade de processamento e incluem recursos de processamento (clusters do vCenter, hosts ou pools de recursos para VMware Cloud, zonas de disponibilidade para a AWS, o Azure e a GCP).

Zonas de nuvem são definidas de uma das três maneiras:

1 - Incluem todos os clusters/zonas de disponibilidade disponíveis

2 - Selecionam clusters/zonas de disponibilidade manualmente

3 - Selecionam dinamicamente clusters/zonas de disponibilidade com base em tags

Antes da versão vRA 8.3, os mesmos recursos de processamento podiam ser membros de várias zonas de nuvem. 

No vRA 8.3, as definições de zona de nuvem não incluem mais os mesmos recursos de processamento subjacentes. 

Todas as definições de zona de nuvem existentes continuam a funcionar da mesma maneira. No entanto, o usuário é notificado quando uma zona de nuvem inclui um recurso de processamento que já é membro de outra zona de nuvem. Modifique e salve novamente as zonas de nuvem para torná-las distintas.

Observação: As zonas de nuvem geradas automaticamente (durante a criação da conta na nuvem) são associadas aos recursos de processamento subjacentes após a coleta de dados. Para zonas de nuvem definidas dinamicamente (com base em tag), quando as tags são atualizadas para os recursos de processamento subjacentes, as definições de zona de nuvem são atualizadas após o próximo ciclo de coleta de dados.

Para obter mais informações, consulte Saiba mais sobre zonas de nuvem do vRealize Automation Cloud Assembly.

Documentação para expressão de condição de ação de recurso

Documentação atualizada para incluir exemplos de expressões de condição de ação de recurso. Saiba mais.

Suporte para o Azure VMware Solution e o Google Cloud VMware Engine

O vRealize Automation Cloud é testado e certificado para funcionar com soluções de nuvem hospedada da VMware no Microsoft Azure e no Google Cloud Platform, denominadas Azure VMware Solution (AVS) e Google Cloud VMware Engine (GCVE), respectivamente.  As cargas de trabalho em execução no AVS ou no GCVE agora são gerenciadas pelo vRealize Automation Cloud após a configuração de contas de nuvem do vCenter e do NSX-T. Para obter mais informações, consulte a documentação do Azure VMware Solution e a documentação do Google Cloud VMware Engine.

Integração de registro em log 

 O vRA não oferece suporte a vários endpoints de integração para registro em log. Em relação ao desempenho, o vRA apenas oferece suporte a um endpoint de log externo: um servidor Syslog ou um vRealize Log Insight. 

Observação: o vRealize Log Insight tem prioridade sobre o Syslog. Saiba mais.

Suporte ao FIPS (Federal Information Processing Standards)

O vRealize Automation 8.3 inclui módulos criptográficos que foram aprovados em testes do Programa de Validação de Módulos Criptográficos (CMVP) do NIST FIPS 140-2. Quando esses módulos são configurados para execução no "modo FIPS", eles abrangem todas as operações criptográficas no produto que executam uma função de segurança e/ou processam dados confidenciais, com as seguintes exceções:

  • A funcionalidade de gerenciamento de identidade e acesso (vIDM) no vRA
  • Recursos de Modelos de Nuvem com o prefixo "Cloud.Service" que usam bibliotecas de código aberto do Terraform para provisionamento
  • Recursos de Modelos de Nuvem com o prefixo "Cloud.Terraform" que contenham qualquer recurso de Configuração do Terraform compatível com o Terraform ou até mesmo provedores personalizados que funcionem com o Terraform.

Observação: Você pode escolher se deseja estar no modo FIPS SOMENTE durante a instalação e antes que o conteúdo no vRA/vRO seja gerado. Além disso, o modo FIPS está disponível apenas para ambientes do vRA inéditos.

Antes de começar

Familiarize-se com os documentos de suporte.

Depois de instalar o vRealize Automation e configurar seus usuários, você poderá usar os guias de Introdução e Uso e gerenciamento para cada um dos serviços incluídos. Os guias de Introdução incluem prova de conceito completa. Os guias de Uso e gerenciamento fornecem informações mais detalhadas que dão suporte à sua exploração dos recursos disponíveis. Informações adicionais também estão disponíveis na Documentação do produto vRealize Automation 8.3.

Para obter informações sobre os recursos e as limitações do vRealize Orchestrator 8.3, consulte as Notas de versão do vRealize Orchestrator 8.3.

Documentação da API

A documentação da API está disponível com o produto. Para acessar todos os documentos do Swagger em uma única página inicial, acesse https://<appliance.domain.com>/automation-ui/api-docs, em que appliance.domain.com é o seu dispositivo do vRealize Automation.

Para casos de uso de exemplos da API, consulte o Guia de programação da API do vRealize Automation 8.3.

Antes de usar a API, considere as atualizações mais recentes da API e as alterações desta versão.

Nome do Serviço Descrição do serviço Atualizações e alterações da API
iaas-api Essa API tem toda a funcionalidade específica para o serviço de Provisionamento, incluindo configuração de infraestrutura, validação e provisionamento de recursos de forma iterativa.

Nova propriedade

  • «customProperties» para atualizar propriedades personalizadas para máquinas: customProperties em POST /iaas/api/machines/{id}

Nova funcionalidade

  • Permite que os usuários cancelem solicitações de implantação IaaS

Alteração para obtenção do token de acesso

A partir do vRealize Automation 8.0.1 ou posterior, você deve usar a API de Serviço de Identidade e a API IaaS para obter o token de acesso usado para autenticar uma sessão de API. Usar o token gerado somente pela API do Serviço de Identidade não funcionará devido a um estado interno ausente.

Para conhecer o procedimento completo sobre como obter o token necessário para autenticação, consulte Obter seu token de acesso no Guia de Programação da API.

project-service

Essa API contém toda a funcionalidade específica para a criação, o gerenciamento e a exclusão de projetos

Novos parâmetros de solicitação

  • get /iaas/api/projects/
    • novo atributo para a resposta 200: content[]/placementPolicy (in: body, type: string)
  • get /iaas/api/projects/{id}
    • novo atributo para a resposta 200: placementPolicy (in: body, type: string)
  • post /iaas/api/projects/
    • novo parâmetro de solicitação: placementPolicy (in: body, type: string)
  • patch /iaas/api/projects/{id}
    • novo parâmetro de solicitação: placementPolicy (in: body, type: string)
blueprint-service Essa API contém toda a funcionalidade específica para serviços de Blueprint, incluindo criação, validação e provisionamento.

Novos endpoints

  • GET /properties/api/property-groups
    Listar todos os grupos de propriedades
     
  • POST /properties/api/property-groups
    Cria um grupo de propriedades
    Observação: Apenas o administrador da organização pode invocar essa API
  • GET /properties/api/property-groups/{propertyGroupId}
    Obter grupo de propriedades por ID
     
  • PUT /properties/api/property-groups/{propertyGroupId}
    Atualizar um grupo de propriedades
    Observação: Apenas o administrador da organização pode invocar essa API
     
  • DELETE /properties/api/property-groups/{propertyGroupId}
    Exclui o grupo de propriedades
    Observação: Apenas o administrador da organização pode invocar essa API

Novos parâmetros:
anyOf :

  • GET /blueprint/api/blueprints/{blueprintId}/inputs-schema
  • GET /blueprint/api/blueprints/{blueprintId}/versions/{version}/inputs-schema
relocation-service O serviço de realocação é usado para definir políticas e planos para colocar VMs existentes de qualquer nuvem em gerenciamento.

Novos endpoints

  • GET /relocation/onboarding/disk
    Lista todos os discos integrados para todos os planos. Use filtros oData para restringir a pesquisa
  • PATCH /relocation/onboarding/disk/{disk-id}
    Aplica patches aos discos de integração selecionados.

Novas propriedades

  • Os modelos de dados de Plano de Integração e Máquina de Integração introduzem a nova propriedade «customProperties» para anexar propriedades personalizadas à máquina durante a integração
migration-service Esse serviço é usado para configurar rapidamente uma instância do vRA 8 com base nas informações em um arquivo de configuração, também conhecido como Configuração Zero

Novos endpoints

  • GET /migration/api/v2t/plans
    Recupera uma página de planos de migração do NSX.
  • POST /migration/api/v2t/plans
    Cria um plano de migração do NSX.
  • GET /migration/api/v2t/plans/{id}
    Recupera um plano de migração do NSX.
  • DELETE /migration/api/v2t/plans/{id}
    Exclui um plano de migração do NSX.
  • PATCH /migration/api/v2t/plans/{id}
    Atualiza o nome e a descrição de um plano de migração do NSX.
  • GET /migration/api/v2t/plans/{id}/assessmentReport
    Recupera o relatório de avaliação de um plano.
  • GET /migration/api/v2t/plans/{id}/assessmentReport/type/{type}
    Recupera o relatório de avaliação de um plano para um determinado tipo.
  • GET /migration/api/v2t/plans/{id}/deploymentConfiguration
    Recupera uma configuração de implantação do NSX.
  • POST /migration/api/v2t/plans/{id}/disableMaintenance
    Desativa o modo de manutenção do NSX-V, o vCenter associado e as contas de nuvem do NSX-T para um determinado plano de migração do NSX.
  • POST /migration/api/v2t/plans/{id}/enableMaintenance
    Coloca as contas de nuvem do NSX-V, o vCenter associado e o NSX-T de um determinado plano de migração NSX em um modo de manutenção.
  • POST /migration/api/v2t/plans/{id}/runAssessment
    Executa a avaliação de um plano de migração.
  • POST /migration/api/v2t/plans/{planId}/migrate
    Salva o arquivo de saída V2T, se fornecido, e aciona a conversão de recursos do vRA. Se o arquivo de saída não for fornecido nessa chamada, o arquivo salvo no plano de migração será usado. O tamanho máximo do arquivo está limitado a 1 MB, a menos que seja explicitamente configurado em application.properties
  • GET /migration/api/v2t/plans/{planId}/report
    Recupera uma página de elementos do relatório de migração do NSX associados a esse plano de migração do NSX. Essa API oferece suporte à filtragem por ReportElement.status, ReportElement.vraResourceName e ReportElement.deploymentId. 
  • GET /migration/api/v2t/plans/{planId}/report/{elementType}
    Recupera uma página do relatório de migração do NSX associada a esse plano para um determinado tipo de recurso. Os tipos são: Deployment, NetworkProfile, SecurityGroup etc. Essa API oferece suporte à filtragem por ReportElement.status, ReportElement.vraResourceName e ReportElement.deploymentId. 
  • POST /migration/api/v2t/plans/{planId}/testingCompleted
    Atualiza o subestágio de um plano de migração do NSX para POST_MIGRATION_TEST_COMPLETED.
cgs-service APIs de Serviço de Conteúdo são usadas para se conectar ao seu conteúdo de Infraestrutura como Código em fontes de conteúdo externas (por exemplo: SCM Providers e VMware Marketplace).

Novos endpoints

  • GET /content/api/vcf/{integrationId}/domain
    Obtém uma lista de domínios com base em um integration-id VCF
  • POST /content/api/vcf/domains-enumeration
    Obtém a lista de domínios com base em credenciais VCF
  • GET /content/api/vcf/{integrationId}/domain/{domainId}
    Obtém detalhes de um único domínio
  • POST /content/api/vcf/{integrationId}/domain/{domainI/service-accounts
    Cria uma Credencial de Serviço para o vCenter e o NSX associada a um Domínio VCF
  • GET /content/api/vcf/{integrationId}/domain/{domainI/service-accounts
    Obtém detalhes da credencial de serviço VCF
  • DELETE /content/api/vcf/{integrationId}/domain/{domainI/service-accounts/{id}
    Exclui a credencial de serviço VCF com base no ID de credencial
  • DELETE /content/api/vcf/{integrationId}/domain/{domainI/service-accounts/
    Exclui a conta de serviço VCF
  • PATCH /content/api/vcf/{integrationId}/domain/{domainI/service-accounts/
    Atualiza a conta de serviço VCF
form-service Define a renderização dinâmica de formulários e o comportamento de personalização nos serviços VMware Cloud Assembly e Service Broker.

Novos endpoints

  • POST form-service/api/custom/resource-actions/{actionId}/form-data
    CF-1387 Retorna valores de campo de formulário na solicitação de Ação de Recurso para propriedades de recurso que possuem uma associação.
  • POST /form-service/api/forms/renderer/external-values:
    CF-1603 Nova API que executa várias ações do vRO em um formulário de solicitação personalizado de uma vez e retorna um único resultado quando a execução de todas as ações é concluída.

Novos parâmetros

  •  POST /form-service/api/forms/designer/runnable-item-elements
    •  externalType - CF-1387 fornece o tipo do vRO do campo que deve ser somente leitura ao gerar elementos de formulário de ação de recurso
Implantação Essa API fornece acesso a objetos de implantação e plataformas/blueprints que foram implantados no sistema.

Novo endpoint

  • get /deployment/api/deployments/{depId}/requests
    /{requestId}/events/{eventId}/logs/download

Novo parâmetro de solicitação

  • get /deployment/api/deployments
    • novo parâmetro de solicitação: lastRequestStatus(in: query, type: set<string>)
Aprovações Aplica políticas de aprovação que controlam quem deve concordar com uma ação de implantação ou de dia 2 antes que essa solicitação seja provisionada

Novos endpoints:

  • /approval/api/policy/data/cloud-zones
    Retorna um conjunto de zonas de nuvem da conta de provisionamento que corresponde ao parâmetro de pesquisa
     
  • /approval/api/policy/data/cloud-zones/{id}
    Retorna a CloudZone de uma conta de provisionamento específica
     
  • /approval/api/policy/data/hasSnapshots
    Retorna os possíveis valores de hasSnapshots
     
  • /approval/api/policy/data/hasSnapshots/{id}
    Retorna um valor de hasSnapshots
     
  • /approval/api/policy/data/osTypes
    Retorna os possíveis tipos para o sistema operacional da máquina
     
  • /approval/api/policy/data/osTypes/{id}
    Retorna um tipo de sistema operacional
     
  • /approval/api/policy/data/powerState
    Retorna os possíveis valores de powerState
     
  • /approval/api/policy/data/powerState/{id}
    Retorna um valor de powerState
     
  • /approval/api/policy/data/tag-keys
    Retorna uma lista de chaves de tag que corresponde ao parâmetro de pesquisa
     
  • /approval/api/policy/data/tag-keys/{id}
    Retorna uma chave de tag específica
     
  • /approval/api/policy/data/tag-values
    Retorna uma lista de valores de tag que correspondem ao parâmetro de pesquisa
     
  • /approval/api/policy/data/tag-values/{id}
    Retorna um valor de tag específico
Política de cota de recursos - Serviço agregador

Um novo serviço em execução dentro do contêiner de aprovação

Essas APIs fornecem acesso para encontrar as métricas de uso de recursos em nível de organização, usuário e projeto

Novos endpoints:

  • /aggregator/api/metrics/deployment/aggregate
    Retorna valores agregados de métricas de uso de recursos do usuário atual
     
  • /aggregator/api/metrics/deployment/aggregate/projects/{projectId}
    Retorna valores de métricas agregadas de uso de recursos do projeto especificado
    Observação: Apenas o administrador da organização pode invocar essa API
     
  • /aggregator/api/metrics/deployment/aggregate/users/{userId}
    Retorna valores de métricas agregadas de uso de recursos do usuário especificado
    Observação: Apenas o administrador da organização pode invocar essa API
Todos os serviços de pipeline do Code Stream Essas APIs fornecem acesso aos serviços do Code Stream.

DELETE /codestream/api/executions.

Essa nova API é usada para excluir execuções em massa e limpar a memória. Ela exclui apenas as execuções que estão no estado terminal. Também aceita parâmetros de filtro.

Por exemplo, o comando a seguir exclui todas as execuções de terminal do pipeline 'pipelineName':

DELETE /codestream/api/executions$filter=name eq 'pipelineName'.

Na VMware, valorizamos a inclusão. Para promovermos esse princípio na nossa comunidade de clientes, parceiros e membros internos, removemos linguagem não inclusiva em nossa documentação.

Os clientes que atualizaram para o vRealize Automation 8.3 usando o novo pacote de atualização podem ver erros durante o dimensionamento (semelhante a ambientes com patch aplicado). Conforme mencionado na KB 79105, o pacote OVA está hospedado em my.vmware.com.

O vIDM 3.3.3 não oferece suporte para IWA (Autenticação Integrada do Windows) com um conector Linux integrado. Os clientes vRA 8.x que usam LDAP ou IWA com o conector externo do Windows não são afetados. Para obter mais detalhes, consulte o KB 82013.

Problemas resolvidos

  • A avaliação da migração de uma única instalação do vRealize Automation 7.x em várias organizações do vRealize Automation 8.x exige a aceitação manual do certificado.

    Isso ocorre quando você tenta migrar um único ambiente do vRealize Automation 7.x para várias organizações 8.x e sua instalação de origem do vRealize Automation 7.x configurou um certificado SSL não seguro.

  • Em determinadas circunstâncias, o dimensionamento ou a saída de um cluster de máquina com carga balanceada falha com uma mensagem de erro criptografada

    Ao dimensionar ou reduzir um cluster de máquina com carga balanceada em que o balanceador de carga contém propriedades "loggingLevel" ou "type" com valores diferentes das mesmas propriedades no balanceador de carga principal (IaC), a operação falha com a seguinte mensagem:

    Há suporte para a operação de atualização para uma propriedade de cada vez

     

  • A página de detalhes da política mostra o valor vazio para "Função" quando uma função personalizada é excluída.

    Após a exclusão de uma função personalizada, quando um usuário navega até visualizar os detalhes de uma política de dia 2 existente, a página deve exibir uma mensagem refletindo que a função foi excluída. No entanto, o valor de "Função" está vazio.

     

  • Não é possível acessar a página de integração.

    Navegar até a página de integração no Cloud Assembly-> Infraestrutura pode causar um código de status 302. Isso poderá acontecer se você estiver conectado há muito tempo.

Problemas conhecidos

Os seguintes problemas conhecidos estão presentes nesta versão.
  • A implantação do vRA falha ao inicializar em novas configurações do Easy Installer

    A implantação do vRA (única ou agrupada em cluster) não é inicializada em novas configurações do Easy Installer ou do vRealize Suite LCM
    O erro mostrado no LCM é LCMVRAVAVACONFIG590003

    Solução alternativa: Tente a inicialização do cluster novamente dentro do vRealize Suite LCM.

  • Quando uma conta de nuvem do vCenter é atualizada para adicionar um centro de dados, os recursos desse centro de dados não são disponibilizados imediatamente para uso.

    As alterações feitas nas regiões (centros de dados) para uma conta do vCenter Cloud não têm efeito imediato e exigem a execução de coletas de dados.

    Solução alternativa: Aguarde até que a próxima coleta de dados seja concluída com êxito. A coleta de dados é executada aproximadamente a cada 10 minutos.

  • Tarefas do PowerShell parecem estar presas

    Quando não há uma sessão ativa, as tarefas do PowerShell parecem estar travadas. Esse comportamento é visto porque o processo do PowerShell responsável por executar o script do usuário é mantido pelo processo de sistema do Windows WmiPrvSE.

    Solução alternativa: Faça login no sistema e mantenha uma sessão ativa. Bloqueie a tela em vez de fazer logout completamente.

  • O vRO representa tipos de Array como tipos complexos com apenas uma coluna, em vez de um campo cujo "type.isMultiple" seja "true".

    Ao adicionar um fluxo de trabalho que tenha uma entrada de array e, consequentemente, personalizar o formulário, não altere o ID da coluna na guia Valores da grade de dados. O valor padrão deve estar definido em _column-0_ . Por outro lado, você pode alterar o rótulo da coluna (que está visível na interface do usuário ao adicionar valores à grade de dados).

  • Não há suporte para reconfiguração de licenças.

    Após a configuração do vRealize Automation com a licença Enterprise, o sistema não pode ser reconfigurado para usar a licença Advanced.

  • O vRealize Automation 8 não oferece suporte ao Internet Explorer 11

    Não é possível usar o Internet Explorer 11 com o vRealize Automation 8.

    Solução alternativa: Use um navegador diferente do Internet Explorer 11.

  • A tela do blueprint não é atualizada depois que o recurso personalizado foi alterado ou excluído.

    Se você excluir um recurso personalizado, a alteração não será propagada para a tela do blueprint imediatamente.

    Solução alternativa: A tela tem um mecanismo de cache, que pode ser atualizado após usar o botão Atualizar, ao lado do painel de pesquisa.

  • Não há suporte para a criação de recursos personalizados diferentes com o mesmo tipo de objeto do vRO

    No vRA 7.x, era possível criar diferentes recursos personalizados para o mesmo tipo. Isso permitia que os usuários definissem um conjunto diferente de ações de criação/exclusão/operação para o mesmo tipo do vRO com a criação de diferentes tipos de recursos personalizados. No vRA 8.x, não há suporte a um caso em que o mesmo vRO_Type pode ser aproveitado a partir de diferentes recursos personalizados. 

  • O fluxo de trabalho do vRO não é executado por meio do catálogo quando há uma entrada vazia com tipo de referência

    Uma exceção de ponteiro nulo é exibida na tentativa de solicitar um Fluxo de trabalho do vRO com o valor vazio para a entrada de Fluxo de trabalho com um tipo de referência.

    Solução alternativa: Defina um valor padrão para o tipo de referência ou torne o campo obrigatório.

  • Recursos personalizados provisionados sem sucesso não podem ser excluídos de uma implantação

    Quando você solicita um recurso personalizado, se a execução do fluxo de trabalho que cria esse recurso falhar, um recurso no serviço de implantação ainda será criado (já que estamos respondendo à solicitação inicial com um status STARTED que, por sua vez, cria o recurso na implantação). Esse recurso não pode ser excluído, pois não contém os metadados que são adicionados após o provisionamento bem-sucedido do recurso no vRO.

    Solução alternativa: Logo após a primeira tentativa de excluir o recurso personalizado, é exibida uma caixa de diálogo perguntando se você deseja forçar a exclusão. Diga sim para forçar a exclusão.

  • O nome do recurso personalizado não é propagado corretamente para a lista de exibição de implantação

    Quando você cria um recurso personalizado com base em vRO_Type, geralmente usa um nome de exibição abrangente. No momento, esse nome de exibição não está disponível no modo de exibição de Implantação. O recurso, que aparece na implantação, é identificado apenas por seu tipo.

  • Opção disponível para definir o fuso horário na janela Console da Máquina do vCenter

     Comportamento indefinido quando o usuário define o fuso horário na janela Console da Máquina do vCenter

    Solução alternativa: Não altere o fuso horário.

  • Nomes de tenants com formatação diferente de maiúsculas/minúsculas são tratados da mesma forma

    Um tenant chamado vmware e outro chamado VMware são vistos como iguais.

    Solução alternativa: Os tenants no vRA 8.x são baseados em nomes de host. Já que nomes de host não fazem distinção entre maiúsculas e minúsculas, o mesmo acontece com os nomes de tenants. Isso significa que um tenant chamado VMware é o mesmo que a VMWARE ou a vmware ou qualquer outra combinação de maiúsculas/minúsculas. A formatação de maiúsculas/minúsculas de nomes de tenant pode variar e não pode ser preservada por todo o aplicativo.

  •  A apresentação de fluxo de trabalho do vRO com uma expressão OGNL não é processada corretamente quando usada como uma operação de dia 2 personalizada no vRA.

    As Ações de Recurso Personalizado com fluxos de trabalho que têm restrições OGNL em sua apresentação podem não ser renderizadas corretamente, e talvez não seja possível preencher todos os campos obrigatórios.

  • A funcionalidade de Custo\Preço não funciona com a multiempresa de infraestrutura compartilhada

    A funcionalidade de precificação pode relatar resultados imprecisos quando configurada para uma implantação de vários tenants em que os tenants podem compartilhar recursos de infraestrutura. Isso ocorre porque os preços não reconhecem a multilocação. O preço é calculado apenas para a organização para a qual o vROps é adicionado e as implantações são criadas. 

  • O swagger do Serviço de Avaliação não está disponível

    A página Swagger do serviço de avaliação não está disponível.

    Solução alternativa: Execute a avaliação por meio da API de migração listada na página de migração do swagger.

  • Implantações com uma rede existente falham durante a alocação em contas de nuvem do vSphere/NSX-v quando o DRS é desativado no cluster vSphere.

    Ao selecionar uma rede NSX-V no perfil de rede e solicitar uma implantação com uma rede existente, a implantação falha durante a alocação com a mensagem: "Não é possível encontrar um posicionamento comum para o processamento... com a configuração de rede...". Isso ocorre quando o vCenter contém clusters com o DRS desativado.

    Solução alternativa: Ative o DRS no cluster e inclua esse cluster na zona de nuvem do vRA ou selecione uma rede vSphere no perfil de rede.

  • A enumeração de imagem falha para a conta Amazon GovCloud migrada.

    Depois que o endpoint da AWS Gov Cloud é migrado do vRA 7 para o vRA 8.3, a enumeração de imagens da conta da nuvem falha porque todas as regiões na página da conta da nuvem estão selecionadas.

    Solução alternativa: Após a migração, navegue até a nova conta AWS Gov Cloud, edite essa conta, desmarque as regiões gerais e mantenha apenas as regiões relacionadas à Gov Cloud e salve a configuração. A enumeração de imagens adicional foi concluída com êxito.

  • Os formulários do Service Broker não preenchem os valores padrão definidos na entrada do fluxo de trabalho do vRO

    Quando o fluxo de trabalho do vRO tem uma entrada de cadeia de caracteres definida com o valor padrão, ele não é automaticamente propagado no formulário de solicitação ao iniciar o fluxo de trabalho a partir do Service Broker.

    Solução alternativa: Defina o valor padrão determinado usando formulários personalizados do Service Broker.

  • O Service Broker não pode importar fluxos de trabalho do vRO que têm ações em valueList para um campo de cadeia de caracteres

    O esquema para o campo de cadeia de caracteres que contém valueListpopulated por uma ação não pode ser analisado e importado no Service Broker

     

  • A extração de imagens do Docker atrás de um proxy requer configuração adicional

     O serviço ABX extrai as imagens do contêiner dos repositórios de Internet disponíveis publicamente. Se o vRA for implantado em uma rede isolada que não permite o tráfego de saída para sites públicos, um proxy HTTP deverá ser configurado. Embora o vRA 8 permita a configuração de proxy por meio de sua CLI, o fluxo de trabalho não inclui uma configuração automática para o serviço do Docker.

     Solução alternativa: Essa configuração deve ser feita separadamente. Artigo KB a ser determinado.

  • Não há suporte para objetos complexos com o tipo anyOf em formulários de solicitação de modelo de nuvem

    Se o formulário contiver uma propriedade anyOf para um objeto complexo, o anyOf será visualizado como uma cadeia de caracteres suspensa em vez de diferentes conjuntos de restrições para validar a entrada.

    Solução alternativa: Use o tipo Enum em vez de valores anyOf.

  • Exceção na caixa de diálogo de entrada quando propriedades não foram definidas no esquema de tipo de objeto

    Se a propriedade de entrada for do tipo de objeto e as propriedades não estiverem definidas no esquema JSON, a caixa de diálogo de entrada na caixa de diálogo Testar ou Implantar blueprint não será carregada.

    Solução alternativa: Remova o valor padrão da propriedade de entrada ou defina o esquema de propriedades na propriedade de entrada com o valor padrão.

  • Não é possível enviar o valor durante a implantação com o campo de matriz de entrada

    Embora os usuários possam preencher os valores no formulário de entrada, a UI está enviando uma matriz de nulos ao serviço de blueprint na caixa de diálogo de teste/implantação.

    Solução alternativa: Em vez disso, use campos de objeto ou cadeia de caracteres/número.

  • Após o upgrade para o vRealize Orchestrator ou vRealize Automation 8.3, alguns elementos de recursos no vRealize Orchestrator Client podem parecer alterados ou revertidos para uma versão mais antiga.

    Após o upgrade para o vRealize Orchestrator ou vRealize Automation 8.3, alguns elementos de recursos no vRealize Orchestrator Client podem parecer alterados ou revertidos para uma versão mais antiga. Esse problema ocorre com elementos de recursos que foram atualizados anteriormente no vRealize Orchestrator Client usando um arquivo de origem diferente. Após o upgrade da sua implantação do vRealize Orchestrator ou vRealize Automation, esses elementos de recursos podem ser substituídos por uma versão mais antiga. Este é um problema intermitente.

    Solução alternativa:

    1. Faça login no vRealize Orchestrator Client.

    2. Navegue até Ativos > Recursos.

    3. Selecione o elemento de recurso afetado pelo problema.

    4. Selecione a guia Histórico de Versão e restaure o elemento para a versão apropriada.

    5. Repita o procedimento para todos os elementos de recursos afetados.

  • Se o vRA for atualizado do vRA 8.0/8.1/8.2 para 8.3 e o AD estiver configurado para um projeto, a implantação falhará com a mensagem de erro: "Falha ao criar o objeto Computador no Active Directory".

    No vRA 8.3, os scripts do AD usados para criar o registro do Active Directory são atualizados para oferecer suporte à substituição do relativeDN dos valores definidos no blueprint. O usuário deve revalidar a integração do AD existente no vRA após o upgrade para implantar os novos scripts.

    Solução alternativa: Revalidar a conta de integração com o AD na UI.

  • Quando o modo FIPS está ativado, o pod do Code Stream é reiniciado em condições de alta carga.

    Quando um grande número de pipelines simultâneos é executado com o modo FIPS ativado, os pods do Code Stream são reiniciados porque o consumo de memória excede o limite predefinido de 2,5 GB.

    Solução alternativa:

    Com o modo FIPS ativado, aumente o limite de memória dos pods do Code Stream para 3 GB. 

    1. Conecte-se via SSH no nó. Para a configuração de HA, conecte-se via SSH a qualquer um dos nós.

    2. Verifique o limite de memória do pod atual: kubectl -n prelude describe deployment codestream-app

    3. Verifique se o limite é: Limites: memória: 2500M

    4. Edite o yaml da implantação: kubectl -n prelude edit deployment codestream-app

    5. Aumente o limite de memória e verifique se o limite é: Limites: memória: 3000M6

    6. Os pods do Code Stream serão recriados.

  • Durante a exportação de um pacote usando o Mozilla Firefox v84, o arquivo gerado tem uma extensão .zip em vez de .package e não pode ser importado no vRO

    Quando você exporta um pacote com o Firefox 84.0.2 no MacOS 10.15, o pacote é salvo como um arquivo .zip.

    Solução alternativa: 

    • Use o Google Chrome ou uma versão diferente do Mozilla Firefox
    • Altere a extensão do arquivo de .zip para .package

    Observação: No macOS, modifique o arquivo do terminal, pois o aplicativo Finder não oferece suporte à alteração do formato do arquivo de um formato conhecido para um desconhecido.

check-circle-line exclamation-circle-line close-line
Scroll to top icon