É possível inserir um elemento Foreach no fluxo de trabalho que você desenvolve para executar um subfluxo de trabalho que itere em matrizes de parâmetros ou variáveis. Para melhorar a compreensão e a legibilidade do fluxo de trabalho, você pode agrupar vários parâmetros de fluxo de trabalho de tipos diferentes que estão conectados logicamente a um único tipo chamado de tipo composto.

Uso de elementos Foreach

Um elemento Foreach executa um subfluxo de trabalho iterativamente em uma matriz de variáveis ou parâmetros de entrada. Você pode selecionar as matrizes nas quais o subfluxo de trabalho é executado e pode passar os valores para os elementos dessa matriz ao executar o fluxo de trabalho. O subfluxo de trabalho é executado tantas vezes quanto o número de elementos que você definiu na matriz.

Se você tiver um elemento de configuração que contenha uma matriz de variáveis, poderá executar um fluxo de trabalho que itere nessas variáveis em um elemento Foreach.

Por exemplo, suponha que você tenha dez máquinas virtuais em uma pasta que deseja renomear. Para fazer isso, você deve inserir um elemento Foreach em um fluxo de trabalho e definir o fluxo de trabalho Renomear máquina virtual como um subfluxo de trabalho no elemento. O fluxo de trabalho Renomear máquina virtual leva dois parâmetros de entrada, uma máquina virtual e o novo nome dela. Você pode promover esses parâmetros como entrada para o fluxo de trabalho atual e, como resultado, eles se tornam matrizes nas quais o fluxo de trabalho Renomear máquina virtual vai iterar. Ao executar o fluxo de trabalho, você pode especificar as dez máquinas virtuais na pasta e os novos nomes delas. Toda vez que o fluxo de trabalho é executado, ele recebe um elemento da matriz das máquinas virtuais e um elemento da matriz dos novos nomes para as máquinas virtuais.

Uso de tipos compostos

Um tipo composto é um grupo de mais de um parâmetro de entrada ou variável que estão conectados logicamente, mas são de tipos diferentes. Em um elemento Foreach, você pode associar um grupo de parâmetros como um valor composto. Dessa forma, o elemento Foreach pega os valores dos parâmetros agrupados de uma só vez em cada execução subsequente do fluxo de trabalho.

Por exemplo, suponha que você esteja prestes a renomear uma máquina virtual. Você precisa do objeto da máquina virtual e do novo nome. Se você precisar renomear várias máquinas virtuais, precisará de duas matrizes, uma para as máquinas virtuais e outra para os nomes delas. Essas duas matrizes não estão conectadas explicitamente. Um tipo composto permite que você tenha uma matriz em que cada elemento contenha a máquina virtual e o novo nome dela. Dessa forma, a conexão entre esses dois parâmetros em caso de vários valores é especificada explicitamente e não deduzida pelo esquema de fluxo de trabalho.

Observação: Não é possível executar um fluxo de trabalho que contenha tipos compostos do vSphere Web Client.