Às vezes, um fluxo de trabalho pode exigir parâmetros de entrada adicionais de uma origem externa enquanto é executado. Esses parâmetros de entrada podem ser provenientes de outro aplicativo ou fluxo de trabalho ou o usuário pode fornecê-los diretamente.

Por exemplo, se ocorrer um determinado evento durante a execução de um fluxo de trabalho, o fluxo de trabalho poderá solicitar a interação humana para decidir o curso da ação a ser realizada. O fluxo de trabalho aguarda antes de continuar, até que o usuário responda à solicitação de informações ou até que o tempo de espera exceda um possível tempo limite. Se o tempo de espera exceder o tempo limite, o fluxo de trabalho retornará uma exceção.

As variáveis padrão para interações do usuário são security.group e timeout.date. Quando você define a variável security.group como um determinado grupo de usuários Lightweight Directory Access Protocol (LDAP), você limita que a permissão responda à solicitação de interação do usuário para os membros desse grupo de usuários.

Ao definir a variável timeout.date, você define uma hora e uma data até as quais o fluxo de trabalho aguarda as informações do usuário. Você pode definir uma data absoluta ou criar um elemento de fluxo de trabalho com script para calcular uma hora relativa à atual.