Os fluxos de trabalho podem implementar funções de decisão que definem diferentes cursos de ação de acordo com uma instrução boolean true ou false.

As decisões são bifurcadas no fluxo de trabalho. As decisões de fluxo de trabalho são feitas de acordo com as entradas fornecidas por você, por outros fluxos de trabalho, por aplicativos ou pelo ambiente no qual o fluxo de trabalho está sendo executado. O valor do parâmetro de entrada que o elemento de decisão recebe determina qual ramificação da bifurcação o fluxo de trabalho percorre. Por exemplo, uma decisão de fluxo de trabalho pode receber o status de energia de uma determinada máquina virtual como sua entrada. Se a máquina virtual estiver ligada, o fluxo de trabalho percorrerá um determinado caminho por meio de seu fluxo lógico. Se a máquina virtual estiver desligada, o fluxo de trabalho percorrerá um caminho diferente.

As decisões são sempre funções boolean. Os únicos resultados possíveis para cada decisão são true ou false.

Decisões personalizadas

As decisões personalizadas diferem das decisões padrão em que você define a instrução de decisão em um script. As decisões personalizadas retornam true ou false de acordo com a instrução que você define, conforme mostrado no exemplo a seguir.

if (decision_statement){
	return true;
}else{
	return false;
}