Os objetos de gatilho monitoram os gatilhos de evento que os plug-ins definem. Por exemplo, o plug-in do vCenter Server define esses eventos como objetos Task. Quando a tarefa termina, o gatilho envia uma mensagem para um elemento de fluxo de trabalho de longa execução com base em gatilho para reiniciar o fluxo de trabalho.

O evento demorado pelo qual um fluxo de trabalho de longa execução baseado em gatilho espera deve retornar um objeto VC:Task. Por exemplo, a ação startVM para iniciar uma máquina virtual retorna um objeto VC:Task, de modo que os elementos subsequentes em um fluxo de trabalho possam monitorar seu progresso. Um evento de gatilho do fluxo de trabalho de longa execução baseado em gatilho exige o objeto VC:Task como um parâmetro de entrada.

Você cria um objeto Trigger em uma função JavaScript em um elemento Tarefa programável por script. O elemento Tarefa programável por script pode fazer parte do fluxo de trabalho de longa execução baseado em gatilho que aguarda o evento de gatilho. Como alternativa, ele pode fazer parte de um fluxo de trabalho diferente que fornece parâmetros de entrada para o fluxo de trabalho de longa execução baseado em gatilho. A função de gatilho deve implementar o método createEndOfTaskTrigger() a partir da interface de programação de aplicativos do vRealize Orchestrator.

Importante: Você deve definir um tempo limite para todos os gatilhos. Caso contrário, o fluxo de trabalho poderá aguardar indefinidamente.

Pré-requisitos

    • Crie um fluxo de trabalho.
    • Abra o fluxo de trabalho para edição no editor de fluxo de trabalho.
    • Adicione alguns elementos ao esquema de fluxo de trabalho.
  • No fluxo de trabalho, declare um objeto VC:Task como um parâmetro de entrada ou de variável, como um objeto VC:Task de um fluxo de trabalho ou de um elemento de fluxo de trabalho que inicia ou clona uma máquina virtual.

Procedimento

  1. Arraste um elemento Tarefa programável por script do menu Genérico no painel esquerdo para o esquema de fluxo de trabalho.
    Um dos elementos que precede a Tarefa programável por script deve gerar um objeto VC:Task como o parâmetro de saída.
  2. Clique no elemento Tarefa programável por script.
  3. Digite um nome e uma descrição para o gatilho na guia de propriedades Detalhes no painel direito.
  4. Clique na guia Entradas/Saídas.
  5. Selecione ou crie uma varável de entrada do tipo VC:Task.
    Esse objeto VC:Task representa o evento demorado que outro fluxo de trabalho ou elemento inicializa.
  6. (Opcional) Selecione ou crie um parâmetro de entrada do tipo Número para definir um tempo limite em segundos.
  7. Crie um parâmetro de saída com as propriedades a seguir.
    1. Crie a propriedade Nome com o valor trigger.
    2. Crie a propriedade Tipo com o valor Trigger.
    3. Clique em Criar.
  8. Defina qualquer comportamento de exceção no menu Tratamento de exceções.
  9. Na guia Scripts, defina uma função para gerar um objeto Trigger.

    Por exemplo, você pode criar um objeto Trigger implementando a seguinte função de JavaScript.

    trigger = task.createEndOfTaskTrigger(timeout);

    O método createEndOfTaskTrigger() retorna um objeto Trigger que monitora um objeto VC:Task chamado task.

  10. Clique em Salvar e confirme a seleção.

Resultados

Você definiu um elemento de fluxo de trabalho que cria um evento de gatilho para um fluxo de trabalho de longa execução baseado em gatilho. O elemento de gatilho gera um objeto Trigger como o parâmetro de saída, ao qual um elemento Evento de Espera pode se associar.

O que Fazer Depois

Você deve associar esse evento de gatilho a um elemento Evento de Espera em um fluxo de trabalho de longa duração baseado em gatilho.