Você cria um fluxo de trabalho por meio da criação de uma sequência de elementos de esquema que definem o fluxo lógico do fluxo de trabalho.

Por padrão, todos os elementos no esquema de fluxo de trabalho são vinculados. Os links entre os elementos são representados como setas. Ao adicionar um novo elemento ao esquema de fluxo de trabalho, você deve arrastá-lo para uma seta ou um elemento de fluxo de trabalho existente que não esteja vinculado a um próximo elemento. Depois de adicionar elementos de fluxo de trabalho ao esquema, você pode excluir os links existentes e criar novos para definir o fluxo lógico do fluxo de trabalho.

Um esquema de fluxo de trabalho deve ter pelo menos um elemento Encerrar fluxo de trabalho, mas pode ter vários.

Procedimento

  1. Faça login no Cliente do vRealize Orchestrator.
  2. Vá até Biblioteca > Fluxos de Trabalho e selecione seu fluxo de trabalho.
  3. Clique na guia Esquema.
  4. Arraste um elemento de esquema do menu Genérico no painel esquerdo para o esquema de fluxo de trabalho.
  5. Clique no elemento que você arrastou para o esquema de fluxo de trabalho e insira um nome.
    Observação: Você deve fornecer a cada elemento no seu fluxo de trabalho um nome exclusivo que descreva sua função. Por exemplo, seu fluxo de trabalho pode incluir dois elementos de Tarefa programável por script, um usado para criar uma máquina virtual e outro usado para excluir uma máquina virtual. Nesse caso de uso, uma boa ideia de nome para seus elementos seria Criar VM e Excluir VM. Não é possível renomear os elementos Encerrar fluxo de trabalho e Lançar exceção.
  6. (Opcional) Clique com o botão direito do mouse em um elemento no esquema e selecione Organizar verticalmente ou Organizar horizontalmente para gerenciar a orientação do esquema em torno do elemento específico.
  7. Arraste os elementos do esquema dos menus Básico, Log ou Rede para o esquema de fluxo de trabalho.
    Observação: Você pode editar os nomes dos elementos nos menus Básico, Log ou Rede. Não é possível editar o script.
  8. Repita esse procedimento até ter adicionado todos os elementos de esquema necessários ao esquema de fluxo de trabalho.

O que Fazer Depois

Defina as propriedades e, se aplicável, os scripts dos elementos que você adicionou ao esquema de fluxo de trabalho e vincule e associe-os todos juntos.