Estes tópicos fornecem informações sobre as áreas relacionadas às conexões dos seus usuários finais com as áreas de trabalho e os aplicativos remotos autorizados.

Ao usar URLs de PCOIP e um pod com uma configuração de gateway interno

Conforme descrito em Introdução aos pods do Horizon Cloud no Microsoft Azure, um pod do Horizon Cloud no Microsoft Azure pode ser configurado com uma configuração interna de gateway, usando as instâncias do Unified Access Gateway. Para o tipo de gateway interno, mesmo que o HTML Access (protocolo de transmissão) configure sua URL externa como seu FQDN fornecido, a URL de PCOIP usará endereços IP. Esse comportamento faz uma diferença entre o gateway externo e os tipos de gateway internos no que diz respeito ao PCOIP:

  • Tipo de gateway externo: a URL de PCOIP é definida como o IP público do recurso do balanceador de carga da configuração externa do gateway.
  • Tipo de gateway interno: a URL de PCOIP primeiro tenta resolver seu FQDN fornecido usando o DNS para um endereço IP e depois o usa como a URL de PCOIP. Se a URL de PCOIP não puder resolver o FQDN fornecido, ela usará o endereço IP privado do recurso do balanceador de carga interno da configuração interna do gateway.

Agora, no seu ambiente de rede pode ser que o balanceador de carga da configuração interna do gateway não seja o primeiro endpoint em uma tentativa de conexão do usuário final. Por exemplo, você pode ter um endpoint ou um balanceador de carga adicional que você tenha configurado para redirecionar para o balanceador de carga da configuração interna do gateway. No certificado que você carregou na configuração de gateway interno Unified Access Gateway ao implantar ou editar o pod, é provável que esse certificado corresponda ao FQDN ou aos endereços IP desse primeiro endpoint na sua configuração de rede. Você provavelmente fez isso porque espera que seus clientes de usuário final acessem seu ambiente de rede a partir desse primeiro endpoint. Se o seu ambiente de rede corresponder a essa descrição, onde seus clientes de usuário final acessam primeiro um endpoint que não seja o balanceador de carga da configuração do gateway interno como seu primeiro endpoint, você deve garantir que o seu mapeamento DNS provisione para a correspondência da URL de PCOI, de modo que seus clientes de usuário final se autentiquem adequadamente no seu certificado fornecido.