Se você usar a guia Imagens: Vários Pods, poderá usar o assistente Importar Máquina Virtual: Marketplace na página Imagens de Vários Pods para criar uma máquina virtual (VM). Nessa situação, você usa uma imagem do sistema operacional do Microsoft Azure Marketplace para criar uma imagem da VM. No final do processo de criação, a nova imagem é listada na página Imagens de Vários Pods.

Para obter uma visão geral sobre como usar a guia Imagens versus a guia Imagens: Vários Pods, consulte Opções relacionadas à imagem no menu Inventário do Horizon Universal Console.

Observação:

Ao importar uma imagem para um pod do Microsoft Azure, considere selecionar a versão mais baixa do pod disponível para o tenant nesse momento para direcionar o processo de publicação a todos os pods no tenant.

Pré-requisitos

Esse recurso só estará disponível se todos os pods no Microsoft Azure estiverem na versão de manifesto especificada em Requisitos do sistema Serviço de Gerenciamento de Imagens do Horizon.

Procedimento

  1. Na página Imagens de Vários Pods, siga um destes procedimentos:
    • Se você tiver pods instalados no local e pods no Microsoft Azure, clique em Novo > Criar a partir do Azure Marketplace.
    • Se você tiver apenas pods no Microsoft Azure, clique em Novo.
  2. No assistente de Importação, escolha primeiro a localização associada do pod e depois selecione o pod na lista de pods nessa localização para escolher o pod no qual criar a VM.
    Depois de selecionar um local, as escolhas na lista Pod são filtradas para mostrar os pods disponíveis no local selecionado.
    Importante: Se você estiver planejando usar essa imagem para áreas de trabalho habilitadas para GPU ou aplicativos remotos, verifique se o pod selecionado reside em uma região do Microsoft Azure que ofereça suporte a VMs (máquinas virtuais habilitadas para GPU) e que sua assinatura do Microsoft Azure ofereça suporte para VMs habilitadas para GPU. VMs habilitadas por GPU estão disponíveis somente em algumas regiões do Microsoft Azure. Para obter mais detalhes, consulte Produtos do Microsoft Azure por região.
  3. Selecione os detalhes para a VM de base.
    Opção Descrição
    SO Selecione o sistema operacional Microsoft Windows a ser usado para a VM subjacente da imagem. Como só há suporte para áreas de trabalho VDI, apenas os sistemas operacionais de área de trabalho estão disponíveis. Não há sistemas operacionais de servidor disponíveis.
    Observação: Este menu suspenso leva alguns minutos para preencher as entradas.
    Incluir GPU Ative essa opção para especificar uma imagem ativada para GPU.
    • Essa opção não é compatível com o sistema operacional Windows 7. Portanto, você não verá essa opção do assistente se tiver selecionado um sistema operacional Windows 7.
    • Se essa alternância estiver esmaecida, isso significará que a assinatura do Microsoft Azure na região do pod selecionado não é compatível com o hardware da GPU.
    • Os tamanhos de VM do Microsoft Azure com suporte são Standard_D2_V2 e Standard_NV6.
    Importante: Quando você ativer o GPU, após a criação da VM de base, deverá fazer logon no sistema operacional do servidor da VM e instalar os drivers de gráficos NVIDIA compatíveis para obter os recursos de GPU da VM ativada para GPU do Microsoft Azure. Instale os drivers após a conclusão do processo de importação da VM.
    Habilitar endereço IP público Ative essa opção para configurar um endereço IP público para esta VM de base. Quando ativada, a VM obtém um endereço IP privado e um público.

    Quando essa opção está desativada, a VM é configurada somente com um endereço IP privado no seu ambiente do Microsoft Azure.

  4. Forneça detalhes de administração.
    Observação: O nome de usuário e a senha inseridos devem atender aos requisitos da Microsoft para nomes de usuários e senhas aceitáveis para a criação de uma VM no Microsoft Azure. Para obter a lista de requisitos, consulte requisitos de nome de usuário e requisitos de senha na documentação da Microsoft.
    Opção Descrição
    Nome de usuário Digite o nome de administrador desejado para a conta de administrador local da VM. Essa conta de administrador local é criada na VM durante o processo. Esse nome será usado para a conta de administrador local para acessar o sistema operacional da VM. Esse nome pode ter no máximo 15 caracteres, não deve terminar com ponto (".") e não deve ser um dos nomes de administrador não permitidos durante a criação de uma VM no Microsoft Azure.
    Importante: Lembre-se dessas informações de conta de administrador local (o nome e a senha que você especificou no campo Senha) ou anote-as para poder recuperá-las mais tarde. Você precisa dessas credenciais para adicionar aplicativos de terceiros a essa imagem de base.
    Senha Digite a senha que você deseja para essa conta de administrador. A senha deve seguir as regras de senha do Microsoft Azure:
    • Não pode ser uma das senhas da conta de administrador que não são permitidas durante a criação de uma VM no Microsoft Azure
    • Deve ter entre 12 e 123 caracteres e atender a três dos quatro seguintes requisitos de complexidade:
      • Conter um caractere de letra minúscula.
      • Conter um caractere de letra maiúscula.
      • Conter um dígito.
      • Conter um caractere especial, como (!@#$%/^&*)
    Verificar a senha Digite a senha novamente.
  5. Na caixa de texto Nome, forneça um nome para a imagem e uma descrição opcional.
    Opção Descrição
    Nome Insira um nome para a imagem.
    Importante: Não digite um nome que tenha sido usado anteriormente para uma imagem no seu ambiente do Horizon Cloud. Devido a um problema conhecido, o processo de criação da VM falhará de forma silenciosa se você reutilizar um nome já listado na página Imagens de Vários Pods. O sistema não cria a VM no Microsoft Azure, no entanto, uma mensagem de erro não é exibida no Console Administrativo.

    Ao selecionar um nome, confirme se o nome que você está usando ainda não aparece como um nome de imagem na página Imagens de Vários Pods ou na página Imagens.

    O nome deve seguir as seguintes regras:

    • Ele não pode conter um caractere de sublinhado (_).
    • Ele pode ter apenas caracteres alfanuméricos e o hífen.
    • O nome deve começar com um caractere alfabético (não um número).
    • O nome não pode terminar com um hífen (-).
    Descrição Digite uma descrição opcional para a imagem.
    Marcadores Defina um ou mais marcadores de referência que você deseja associar à imagem. Os marcadores estão associados à versão 1.0 da imagem.
    Importante: Você deve atribuir pelo menos um marcador para que a imagem possa ser disponibilizada para a criação de atribuições. Se você não atribuir pelo menos um marcador, a imagem não será incluída como uma opção no fluxo de trabalho de criação de atribuições.
  6. Clique em Importar.
    O Serviço de Gerenciamento de Imagens do Horizon começa a importar a imagem para o catálogo e cria uma nova imagem na lista. O ícone Em andamento ( ícone de seta girando em círculo que representa uma operação em andamento) aparece na coluna Status para a imagem na página Imagens de Vários Pods.
  7. Para monitorar o progresso da importação, clique no nome da imagem na página Imagens de Vários Pods.
    A página de detalhes da imagem é exibida.

    Página de detalhes da imagem mostrando que a importação da versão 1.0 está em andamento
    O ícone Em andamento ( ícone de seta girando em círculo que representa uma operação em andamento) aparece na coluna Status para a versão 1.0 enquanto a importação está em curso. Durante esse processo, o Serviço de Gerenciamento de Imagens do Horizon cria uma cópia da imagem no grupo de recursos da assinatura do Microsoft Azure correspondente ao pod de origem. Ele também registra a imagem no serviço armazenando os metadados da imagem no catálogo de imagens. Quando a importação estiver concluída, o status da nova versão 1.0 será alterado para Implantação Concluída.

O que Fazer Depois

Publique a versão da imagem 1.0 nos pods conectados à nuvem. Consulte Publicação de uma versão de imagem.