Estas etapas fazem parte do método manual alternativo de importação de uma VM para uso como golden image em um pod do Microsoft Azure. A criação manual de uma máquina virtual (virtual machine, VM) que esteja em conformidade com os requisitos do ambiente para importação no Horizon Cloud é um processo de várias etapas. A maioria dessas etapas são realizadas no portal do Microsoft Azure. Primeiro, crie e configure uma VM base, em seguida, instale os componentes de software relacionados ao agente nessa VM base e então configure as propriedades específicas para esses componentes relacionados ao agente.

Use estas etapas somente se você não quiser usar o assistente automatizado e preferir criar manualmente a VM usando o portal do Microsoft Azure, ou se já tiver criado uma VM usando o portal do Microsoft Azure e desejar usá-la como base de uma golden image no Horizon Cloud. A maneira automatizada recomendada para criar a golden image de um pod no Microsoft Azure é por meio do assistente. Para obter detalhes sobre como usar o assistente automatizado, consulte Criar uma máquina virtual de base automaticamente a partir do Microsoft Azure Marketplace e emparelhá-la com o Horizon Cloud.

Importante: Se você tem uma VM no Microsoft Azure que deseja importar para o Horizon Cloud para uma golden image, deverá garantir que ela esteja em conformidade com os mesmos critérios de quando a VM foi criada e importada usando as etapas manuais descritas em Criar a máquina virtual manualmente no pod no Microsoft Azure. Se a VM não estiver de acordo com os mesmos critérios, o Horizon Cloud não poderá consumi-la para exibição no respectivo console e utilização no fluxo de trabalho para Converter em Imagem. Os seguintes critérios são fundamentais:
  • Antes de instalar o software relacionado ao agente, a VM base deve ter a configuração Armazenamento – Uso de disco gerenciado definida como Sim. Se a VM base não estiver de acordo com essa configuração, o Horizon Cloud não poderá consumir essa VM.
  • A VM base deve estar na mesma localização do Microsoft Azure que o pod em que você deseja usar essa VM base.
  • A VM base deve ser colocada em um grupo de recursos específico em sua assinatura do Microsoft Azure. Esse grupo de recursos é aquele que pertence ao pod em que você planeja usar essa VM base. O grupo de recursos é chamado de vmw-hcs-podID-base-vms, em que podID é o identificador UUID do pod.
  • A VM base deve estar conectada à mesma rede virtual à qual o pod está conectado.
  • A VM base deve estar conectada à sub-rede do pod chamada de vmw-hcs-podID-net-tenant.
  • A VM base deve usar um sistema operacional compatível atualmente para uso nesta versão do Horizon Cloud. Os links para os artigos da base de conhecimento sobre os sistemas operacionais compatíveis estão disponíveis no tópico da documentação Horizon Cloud: Ambientes, sistemas operacionais e compatibilidade.
  • Não configure a VM base para usar endereços IP IPv6. O Horizon Cloud relata um alerta de IP anormal na guia Integridade da Área de Trabalho para as VMs baseadas em uma VM que usa endereços IP IPv6.

Para verificar se a VM base atende a esses critérios antes de começar a configurá-la ainda mais, faça login no Horizon Cloud, navegue até a página VMs de Inventário e verifique se sua VM base está listada nesta página. Se ela estiver listada, essa VM base atenderá aos critérios acima e você poderá continuar com as etapas de configuração restantes com segurança, começando com os tópicos listados em Preparar a VM criada manualmente antes de instalar os agentes.