O Cloud Monitoring Service (CMS) é um dos serviços centrais fornecidos no Horizon Cloud. O CMS permite monitorar a capacidade, o uso e a integridade na e em toda a frota de pods conectados à nuvem, independentemente dos ambientes de implantação nos quais os pods individuais residem. Sempre que seus pods conectados à nuvem e as VMs em execução do agente ficarem ativas, seja em seus centros de dados privados ou em capacidades da nuvem do setor, o Cloud Monitoring Service obterá os dados relacionados à capacidade, à integridade e ao uso dos pods e das VMs em execução do agente. O CMS apresenta esses dados para você no Horizon Universal Console. Esse console é o seu painel único para trabalhar com a frota de pods conectados à nuvem de seu tenant. O CMS alimenta dados nas várias guias da página Dashboard para ajudar a ver a integridade geral e a fazer um detalhamento das métricas de integridade, capacidade e uso em vários níveis. O CMS também fornece os dados para muitas das exibições de relatório na página Relatórios do console, bem como nos cartões de usuário, nos quais você realiza operações de suporte técnico para dar suporte aos seus usuários finais individuais. Os dados do recurso do Monitoramento de Infraestrutura do Horizon também fluem para o CMS e, em seguida, fluem para a guia Infraestrutura da página Dashboard.

Requisitos específicos para pods do Horizon

O CMS exige que as instâncias do Horizon Connection Server e do Horizon Cloud Connector residam em um ambiente com base em VMware SDDC. Um ambiente baseado em VMware SDDC é um ambiente, como vSphere, VMware Cloud on AWS ou Azure VMware Solution.

Conforme descrito nas Notas da Versão do Horizon 7 versão 7.13, agora você pode executar as áreas de trabalho virtuais de um pod do Horizon que são executadas no hypervisor do Hyper-V. Contanto que o pod do Horizon atenda ao requisito de ter o Servidor de Conexão do Horizon e instâncias do Horizon Cloud Connector em um ambiente com base em VMware SDDC, os recursos do CMS padrão que se relacionam aos dados relatados das áreas de trabalho virtuais são compatíveis com as áreas de trabalho virtuais que residem em todos os hypervisores de terceiros compatíveis. Para obter informações sobre os hypervisores de terceiros suportados atualmente para esse caso de uso, consulte a documentação do Horizon em Documentação do Horizon 7 e a Documentação do Horizon.

Para oferecer suporte ao uso do CMS, o pod do Horizon deve atender aos seguintes componentes.

  • O pod deve executar o Horizon 7.7.9 ou posteriores.
  • O modo de segurança de mensagem JMS do pod deve estar definido como Aprimorado. Os recursos do CMS não funcionarão se o modo não estiver definido como Aprimorado.

    Use o console de administrador do pod para verificar a configuração do modo de segurança. Se necessário, altere o modo de segurança para Aprimorado, conforme descrito no tópico "Alterar o modo de segurança de mensagem JMS para Aprimorado", em Atualizações do Horizon 7, na Documentação do VMware Horizon 7.

Observação: Se você tiver pods do Horizon conectados à nuvem que estão enviando dados de desktop ao vRealize Operations Manager, ativar o CMS fará com que os dados sejam enviados ao Cloud Monitoring Service. Para continuar usando o vRealize Operations Manager para coletar os dados da sessão da área de trabalho, desative o CMS.

Requisitos para o uso dos recursos do CMS no console

Para poder usar o console para os recursos de visibilidade, monitoramento de integridade e suporte técnico fornecidos pelo CMS, você deve ter pelo menos o seguinte no seu ambiente de tenant:

  1. Um pod conectado à nuvem.
  2. Um registro de domínio do Active Directory concluído para pelo menos um domínio do Active Directory no qual esse pod tem linha de visão.
  3. A função Superadministrador atribuída a pelo menos um grupo nesse domínio do Active Directory.
  4. O Cloud Monitoring Service (CMS) habilitado para seu ambiente de tenant. A página Configurações Gerais do console fornece os switches para ativar ou desativar o CMS para seu ambiente de tenant do Horizon Cloud. O mesmo switch controla o uso do CMS para todos os pods conectados à nuvem no mesmo ambiente de tenant. Consulte Configurações gerais personalizáveis para seu ambiente de tenant do Horizon Cloud.

    Se o seu pod do Horizon estiver conectado à nuvem usando o Horizon Cloud Connector 1.8 ou 1.9, o CMS estará ativado para esse pod se você tiver implantado o Horizon Cloud Connector com o perfil Recurso Completo ou se tiver implantado com o perfil Recurso Básico e, em seguida, tiver ativado manualmente o Serviço de Monitoramento do Servidor de Conexão. Para obter mais informações, consulte Ativação manual do Horizon Cloud Services para o Horizon Cloud Connector 1.8 ou 1.9.

Observação: Para poder usar o console para monitoramento da infraestrutura de pod, são necessários itens adicionais da lista anterior. Consulte Monitoramento de Infraestrutura do Horizon e os pods no ambiente do Horizon Cloud.

Os tipos de pods aos quais você pode se conectar Horizon Cloud estão descritos em Introdução ao Horizon Cloud e à integração de pods para que se tornem pods conectados à nuvem. Para as etapas de alto nível necessárias para obter pods úteis conectados à nuvem que possam utilizar o Cloud Monitoring Service, consulte o fluxo de trabalho sugerido para o tipo de pod desejado:

Opções necessárias do Horizon Agents Installer (HAI)

A disponibilidade de dados de CMS nos relatórios e cartão do usuário depende de você ter o CMS ativado em seu tenant do Horizon Cloud e de quais opções foram selecionadas ao instalar o software usando o Horizon Agents Installer (HAI).

  • Para exibir dados de sessão históricos, você deve habilitar o CMS e instalar o Agente de Área de Trabalho do vRealize Operations no HAI.
  • Para mostrar dados de sessão dinâmica, você também deve instalar o plug-in do Suporte Técnico no HAI.
Observação: O protocolo RDP provisiona para um conjunto limitado de métricas quando comparado aos outros protocolos compatíveis com o Horizon Cloud. O vRealize Operations Desktop Agent retornará dados para essas métricas que o protocolo RDP fornece.

Os dados de sessão históricos referem-se a dados como:

  • Informações de sessão para sessões em que houve logoff nos últimos sete dias.
  • Dados de tendência de desempenho (CPU, memória, latência, tendência de disco) para sessões ativas, ociosas e desconectadas nos últimos 15 minutos.

Quando suas opções de CMS forem configuradas de forma que os dados de sessão em tempo real não sejam coletados e exibidos, você verá informações relativas à VM e detalhamentos de hora do login, mas não verá:

  • Informações sobre o cliente.
  • Informações de experiência do usuário.
  • Tendências de desempenho em tempo real.
  • Informações sobre processo/aplicativo.

Você define a opção de dados de sessão do CMS usando a página Configurações Gerais do console.

Saiba mais

Use os tópicos a seguir e seus subtópicos para saber mais sobre os recursos de visibilidade unificada, de monitoramento de integridade e de suporte técnico fornecidos pelo Cloud Monitoring Service.