Você pode criar farms usando a página Farms.

Um farm é um conjunto de hosts de serviços de área de trabalho remota (RDSHs). Cada um dos hosts de serviços de área de trabalho remota (RDS) é uma VM instanciada com base na imagem compatível com RDSH específica que você seleciona para usar para o farm. Às vezes, a imagem compatível com RDSH também é chamada de imagem ativada para RDS, imagem RDSH ou uma imagem compatível com RDSH.
Página Farms no console administrativo do Horizon Cloud

Por padrão, os farms do Horizon Cloud são configurados com manutenção contínua. Para obter um exemplo de como funciona a manutenção contínua de um farm, consulte Exemplo de manutenção contínua do farm.

Observação: Recurso de visualização técnica: quando você deseja provisionar áreas de trabalho que executam um sistema operacional de várias sessões do Microsoft Windows 10 e que tenham uso de aplicativos App Volumes nessas áreas de trabalho, crie um farm de tipo de área de trabalho. Especifique a imagem do Microsoft Windows 10 de várias sessões selada na qual você instalou o App Volumes Agent.

Pré-requisitos

  • Verifique se pelo menos uma imagem está listada na página Imagens, se a imagem tem um sistema operacional Windows compatível com RDSH, se a página Imagens mostra essa imagem em um estado Publicado e se essa imagem está localizada no pod no qual você deseja criar o farm. Não é possível criar um farm em um pod sem essa imagem disponível nesse pod.
  • Decida se deseja que as VMs deste farm sejam conectadas a uma sub-rede de VM diferente da sub-rede de VM primária do pod (também conhecida como sub-rede de tenant). Se o seu pod estiver executando o manifesto 2298 ou posterior e você tiver editado o pod para adicionar sub-redes de VM adicionais, poderá especificar o uso dessas sub-redes para esse farm. Para esse caso de uso, verifique se a sub-rede de VM que você deseja usar está listada na seção Rede da página de detalhes do pod em um estado Ready, para que a sub-rede fique disponível para seleção nas etapas do fluxo de trabalho. Para obter detalhes, consulte Visão geral do uso de várias sub-redes de tenant com seu pod Horizon Cloud para farms e atribuições de área de trabalho VDI.
  • Decida se este farm servirá áreas de trabalho baseadas em sessão ou aplicativos remotos. Nesta versão, o mesmo farm não pode atender ambos.
    Observação: Recurso de visualização técnica: para que seus usuários finais usem aplicativos App Volumes de um sistema operacional Microsoft Windows 10 com várias sessões, você deve autorizar esses usuários a uma atribuição de aplicativos App Volumes e a uma atribuição de áreas de trabalho baseadas em sessão. Para esse cenário, crie um farm de áreas de trabalho para fornecer essas áreas de trabalho baseadas em sessão de acordo com esse farm. Ao criar esse farm de áreas de trabalho, selecione a imagem publicada que você criou, seguindo as etapas em Visualização técnica - Como configurar uma imagem com várias sessões do Microsoft Windows 10 para uso com os recursos do App Volumes nos pods do Horizon Cloud no Microsoft Azure.
  • Decida se deseja que as VMs RDSH do farm tenham discos criptografados. Você deve especificar a criptografia de disco durante a criação do farm. Você não poderá mais adicionar a criptografia de disco após a criação do farm. Para obter uma descrição da capacidade de discos, consulte Usando a criptografia de disco do Microsoft Azure com seus farms e áreas de trabalho VDI em seu ambiente do Horizon Cloud.
  • Decida se deseja a capacidade de usar os recursos de NSX Cloud com as VMs RDSH do farm. Você deve habilitar o gerenciamento do NSX Cloud ao criar o farm. Mais tarde, você não poderá habilitar o farm para o gerenciamento de NSX Cloud após a criação do farm. A imagem publicada que você escolher para esse farm deve ter o agente do NSX instalado. Você deve ter instalado o agente do NSX antes de publicar a imagem. Consulte VMware NSX Cloud e pods do Horizon Cloud no Microsoft Azure e seus subtópicos.
  • Se o sistema operacional da imagem contiver aplicativos da Plataforma Universal do Windows (UWP), decida sobre o método que deseja usar para garantir que seus usuários finais possam usar esses aplicativos UWP das VMs RDSH do farm. Um exemplo é quando a imagem tem o sistema operacional de várias sessões do Windows 10 Enterprise da Microsoft. O método escolhido para habilitar o uso desses aplicativos da UWP pode determinar qual UO do Active Directory você usa para o farm. Para obter mais informações, consulte Habilitar uma política do Horizon Agent para permitir a execução de aplicativos UWP das VMs RDSH.

Procedimento

  1. No console administrativo, navegue até Inventário > Farms.
  2. Clique em Novo.
    O Assistente Novo farm é aberto.
  3. Na etapa de definição do assistente, preencha os campos e faça as seleções conforme apropriado e, em seguida, clique em Avançar.
    Observação: Você terá que usar a barra de rolagem para ver todos os campos obrigatórios.
    Opção Descrição
    Nome Insira um nome para este farm.
    Descrição Insira uma descrição opcional.
    Nomes de VM Nome de base para todas as VMs RDSH criadas para esse farm. Os nomes de VM terão um número acrescentado ao nome de base, por exemplo, win2016-1, win2016-2 etc. O nome deve começar com uma letra e pode conter apenas letras, traços e números.
    Tipo de farm Especifique o tipo de ativo que este farm fornece aos usuários finais:
    • Selecione Áreas de trabalho para usar este farm para fornecer áreas de trabalho baseadas em sessão.
    • Selecione Aplicativos para usar este farm para fornecer acesso a aplicativos remotos. Após a criação de um farm de aplicativos, você pode usar a opção Verificação Automática do Farm do fluxo de trabalho de Novo Aplicativo para importar aplicativos do sistema operacional das VMs do farm para o seu inventário de aplicativos.
    Local Selecione a localização associada com o pod que tem a imagem RDSH. Essa seleção filtra as opções no campo Pod para exibir somente os pods no local selecionado.
    Pod Selecione o pod.
    Dica: Se você não vir nenhum pod para selecionar, verifique se a lista Localização não está exibindo uma localização sem pods. O campo Localização funciona na lista Pod para tirar os pods que não estão associados à localização selecionada. Se você já tinha um pod em uma localização e o excluiu ou o moveu para uma localização diferente, para que a localização exibida não tenha mais pods, a lista Pod não exibirá entradas. Como as localizações são listadas em ordem alfabética, quando a tela é aberta, ela seleciona automaticamente a que vem primeiro na ordem alfabética. Se essa localização não tiver mais pods associados a ela, você deverá mudar a localização para uma entrada diferente.
    Especificar Sub-Rede(s) da VM Habilite esse botão de alternância para selecionar uma ou mais sub-redes específicas às quais as VMs do farm serão conectadas. Depois de habilitar o botão de alternância, você poderá selecionar sub-redes específicas na lista exibida.

    Quando esse botão de alternância estiver desabilitado, as VMs do farm serão conectadas à sub-rede da VM primária do pod por padrão.

    Modelos de filtro Defina um ou mais filtros para controlar os modelos disponíveis no menu suspenso Modelos. É possível filtrar modelos por tipo, série, número de CPUs, memória e etiquetas. Para obter mais informações sobre a seleção de modelos, consulte Gerenciando tipos e tamanhos de VM para farms e atribuições, que descreve as opções na página Tipos e Tamanhos de VM (Configurações > Tipos e Tamanhos de VM).

    Para definir um filtro, primeiro selecione o critério no menu suspenso e insira o(s) valor(es) desejado(s). Por padrão, há um único filtro com o critério "Etiqueta", o valor "Recomendado pela VMware". Você pode editar esse primeiro filtro e adicionar mais filtros conectados por e/ou operadores.

    Vejamos a seguir os critérios que pode usar para filtros e descrições dos valores que você pode inserir para cada um.
    • Tipo

      Quando você seleciona essa opção, existe apenas um valor disponível no segundo menu suspenso:
      • GPU e Alto Desempenho — Modelos com GPU.
        Observação: Se você escolher um modelo de GPU (por exemplo, Standard_NV6), a lista de imagens mostradas conterá apenas as imagens que foram criadas com o sinalizador Incluir GPU selecionado, portanto você precisará de pelo menos uma dessas imagens na criação de um farm ou pool usando um modelo de GPU. Se você escolher um modelo não GPU, a lista de imagens mostradas conterá apenas as imagens que foram criadas sem o sinalizador Incluir GPU.
    • Série

      Após selecionar essa opção, você poderá selecionar uma série de modelos em um segundo menu suspenso. Você também pode filtrar essa lista inserindo texto na caixa de texto Filtro no topo da lista.
    • CPUs

      Após selecionar essa opção, você poderá inserir um intervalo de CPU.
      Importante: Para ambientes de produção, para evitar problemas de conexão inesperada do usuário final, use os modelos de VM que tenham no mínimo duas (2) CPUs.
    • Memória

      Após selecionar essa opção, você poderá inserir um intervalo de memória em GBs.
    • Etiqueta

      Após selecionar essa opção, você poderá selecionar uma etiqueta em um segundo menu suspenso. Você também pode filtrar essa lista inserindo texto na caixa de texto Filtro no topo da lista. As etiquetas disponíveis no menu suspenso são as etiquetas do sistema embutidas em código e as etiquetas personalizadas que você criou na página Tipos e Tamanhos de VM (Configurações > Tipos e Tamanhos de VM).
    Para definir filtros adicionais, realize as seguintes etapas para cada filtro:
    1. Clique no link Adicionar.
    2. Selecione E ou OU como o operador entre o filtro anterior e o novo que você está criando.
    3. Defina o novo filtro selecionando um critério e inserindo o(s) valor(es).
    Observação: Se o modelo que você selecionou para criar o farm ficar indisponível no futuro, não será possível expandir o farm. O farm permanece totalmente funcional, exceto no tocante a essa limitação. Para ver se um tipo de VM está disponível, navegue até a página Tipos e Tamanhos de VM ( Configurações > Tipos e Tamanhos de VM).
    Modelo As opções aqui são filtradas por suas seleções em Modelos de Filtro. Selecione o modelo de VM a ser usado para as VMs RDSH do farm. Esta seleção define o conjunto de recursos subjacentes que serão usados quando são criadas as VMs RDSH do farm, em termos de capacidade (cálculo, armazenamento e assim por diante). As opções disponíveis mapeiam tamanhos de VM padrão que estão disponíveis no Microsoft Azure.
    Importante: Para ambientes de produção, selecione um modelo de VM que tenha no mínimo duas (2) CPUs. O teste de dimensionamento da VMware mostrou que usar duas CPUs ou mais evita problemas de conexão do usuário final inesperados. Mesmo que o sistema não impeça você de escolher um modelo de VM com uma única CPU, você deve usar tais modelos só para testes ou provas de conceito.
    Tipo de Disco
    Selecione um tipo de disco com suporte nas opções disponíveis. As opções de tipo de disco são baseadas no modelo selecionado e na sua assinatura e região do Azure. Estes são alguns tipos de disco comumente disponíveis.
    • HDD padrão - Tipo de disco padrão.
    • SSD Padrão
    • SSD Premium - A opção aparecerá somente se você tiver selecionado um modelo com suporte para E/S Premium.

    Você poderá editar a seleção mais tarde, se desejado.

    Tamanho de disco
    Digite o tamanho de disco do sistema operacional em GiB para as VMs do farm.
    • O valor padrão é o tamanho do disco do SO da imagem de base (normalmente 127 GiB).
    • Se você editar o tamanho, o valor inserido deverá ser maior que o tamanho do disco do SO da imagem de base e não poderá exceder o maior tamanho (normalmente 1024 GiB) suportado pelo modelo selecionado.
    • Você também pode editar esse valor mais tarde, se desejado.
    Importante: Se você editar o tamanho do disco, terá de tomar medidas adicionais para garantir que as VMs sejam criadas conforme o esperado. Para obter mais informações, consulte Ações de administrador necessárias quando o tamanho do disco de um farm ou uma atribuição de área de trabalho VDI é aumentado.
    Imagem Selecione a imagem RDSH.
    Importante:
    • Se o sistema operacional da imagem contiver aplicativos da Plataforma Universal do Windows (UWP), há outras medidas que você deve tomar para garantir que seus usuários finais poderão usar esses aplicativos UWP das VMs RDSH do farm. Para obter mais informações, consulte Habilitar uma política do Horizon Agent para permitir a execução de aplicativos UWP das VMs RDSH.
    • Se você definir a opção de alternância NSX Cloud Gerenciado como Sim, verifique se a imagem selecionada aqui inclui o agente NSX instalado. Para que os recursos de gerenciamento do NSX Cloud funcionem com as VMs do farm, a imagem selecionada para esse farm deve ter o agente NSX já instalado. O sistema não verifica se a imagem selecionada tem o agente NSX ao criar o farm.
    Protocolo preferido: Selecione um protocolo de exibição padrão a ser utilizado pelas sessões do usuário final.

    Podem ocorrer circunstâncias que façam com que seja usado um outro protocolo que não o padrão. Por exemplo, o dispositivo do cliente não é compatível com o protocolo padrão ou o usuário final anula a seleção do protocolo padrão.

    Tipo de cliente preferido Selecione o tipo de cliente preferido a ser utilizado quando os usuários finais iniciarem suas áreas de trabalho baseadas em sessão a partir do Workspace ONE Access, podendo ser um Horizon Client ou um navegador para HTML Access.
    Domínio Selecione o domínio do Active Directory registrado para o seu ambiente.
    Ingressar no Domínio Selecione Sim para que as VMs do farm ingressem automaticamente no domínio quando forem criadas.
    Criptografar Discos Selecione Sim para que as VMs do farm tenham discos criptografados.
    Importante: Se você quiser criptografia de disco, deverá fazer essa seleção durante a criação do farm. Você não poderá mais adicionar a criptografia de disco após a criação do farm.
    NSX Cloud Gerenciado Selecione Sim para que possa usar os recursos do NSX Cloud com VMs do farm. Para obter uma descrição de como usar os recursos do NSX Cloud com seus farms no Microsoft Azure, consulte VMware NSX Cloud e pods do Horizon Cloud no Microsoft Azure e seus subtópicos.
    Importante:
    • Se você quiser usar o NSX Cloud com as VMs do farm, deverá fazer essa seleção ao criar o farm. Mais tarde, você não poderá habilitar o gerenciamento de NSX Cloud após a criação do farm.
    • Para que os recursos de gerenciamento do NSX Cloud funcionem com as VMs, a imagem selecionada para esse farm deve ter o agente NSX já instalado. Quando você definir essa opção de alternância como Sim, verifique se a imagem selecionada em Imagem possui o agente NSX instalado. O sistema não verifica se a imagem selecionada tem o agente NSX ao criar o farm.

    Mínimo de VMs

    Máximo de VMs

    Especifique o número mínimo e o número máximo de VMs RDSH que você deseja ter neste farm. Quando o farm é criado, o sistema implanta o número de VMs especificadas no campo Máximo de VMs e, em seguida, desliga as VMs, exceto o número especificado em Mínimo de VMs.

    Apenas o número mínimo de VMs são ligadas inicialmente. À medida que aumenta a demanda dos usuários finais, o sistema liga VMs adicionais até atingir o número Máximo de VMs. Em seguida, conforme a demanda dos usuários finais diminui, o sistema desliga as VMs, até atingir o número Mínimo de VMs. Uma VM deve estar completamente vazia de sessões de usuário antes de o sistema o desligar.

    Quando você especifica zero (0) para Mínimo de VMs, indica que deseja que o sistema desligue todas as VMs RDSH do farm quando não há demanda de usuários finais para sessões no farm. Ao digitar zero (0) para Mínimo de VMs, use o campo Tempo de Proteção para Desligar para especificar a quantidade de tempo que você deseja que o sistema aguarde após determinar que a VM ligada restante não tem nenhuma sessão de usuário antes que o sistema desligue essa VM.

    Tempo de Proteção para Desligar Especifique o número de minutos que você deseja que o sistema aguarde antes de desligar automaticamente uma VM de farm ligada. Você pode inserir um valor de 1 a 60. O padrão é 30 minutos.

    Esse tempo de proteção é usado principalmente para situações em que o sistema normalmente desligaria uma VM do farm. Você pode usar a configuração Tempo de Proteção para Desligar para instruir o sistema a aguardar o tempo especificado antes de começar a desligar a VM. O tempo de espera padrão é de 30 minutos.

    Sessões por VM Especifique o número de sessões de usuário final simultâneas por VM que este farm permitirá.

    Para um pod no Microsoft Azure, com base em testes de desempenho de densidades de usuário, a VMware recomenda alguns valores máximos. Para obter detalhes sobre as recomendações e a análise por trás delas, consulte o artigo técnico VMware Horizon Cloud Service™ on Microsoft Azure RDS Desktop and Application Scalability disponível no vmware.com.

    Observação:
    • Devido a uma limitação do driver NVIDIA, se a sua imagem compatível com GPU tiver o Microsoft Windows Server 2012 R2 como sistema operacional, um farm que estiver usando essa imagem nas VMs RDSH estará limitado ao máximo de 20 sessões por VM. Se você tiver essa combinação específica (imagem com GPU, Microsoft Windows Server 2012 R2, drivers NVIDIA e modelo da série NV), não especifique mais de 20 aqui.
    Pergunta de licença do Windows O assistente solicita que você confirme que tem uma licença elegível para usar o sistema operacional Microsoft Windows que está na imagem e que estará nas VMs RDSH do farm. Siga as instruções na tela.
    Opcionalmente, configure as propriedades avançadas.
    Opção Descrição
    Computador OU Unidade organizacional do Active Directory onde as VMs do farm devem estar localizadas. Insira a Unidade Organizacional (UO) do Active Directory usando o nome distinto, por exemplo, OU=RootOrgName,DC=DomainComponent,DC=eng e assim por diante. A UO e cada caminho em uma UO aninhada podem conter qualquer combinação de letras, números, caracteres especiais e espaços e podem ter no máximo 64 caracteres.

    Se você precisar usar Unidades Organizacionais aninhadas, consulte Considerações para o uso de unidades organizacionais aninhadas do Domínio do Active Directory.

    Observação: Se a UO do computador for definida como CN=Computers, o sistema usará o contêiner Computers padrão do Active Directory para VMs. Seu Active Directory pode ter esse contêiner padrão redirecionado a um contêiner de classe de unidade organizacional.
    Script de Execução Única (Opcional) Localização de um script que você deseja executar nas VMs do farm após o processo de criação de VM.
    Observação: O script deve terminar com uma etapa de reinicialização para reinicializar a VM. Uma amostra de linha de reinicialização como um comando do Windows é:
    shutdown /r /t 0

    O script é executado após o processo de Preparação do Sistema do Microsoft Windows (Sysprep). Quando o sistema cria uma VM para o farm, a VM é inicializada e conclui o processo do Sysprep no sistema operacional Windows. Quando o processo do Sysprep é concluído, o agente na VM faz o ingresso no domínio. Ao mesmo tempo, o agente obtém o caminho de script que você especifica aqui. O agente define o Windows RunOnce caminho (System run once) e reinicia a VM. Na próxima reinicialização, o sistema faz login no sistema operacional Windows usando a conta de administrador local e executa o script.

    Etiquetas de Recursos do Azure

    (Opcional) Crie etiquetas personalizadas a serem aplicadas aos grupos de recursos do Azure. As etiquetas de recursos do Azure só são aplicadas aos grupos de recursos e não são herdadas pelos recursos nos grupos.

    Para criar a primeira etiqueta, insira as informações nos campos Nome e Valor. Para criar uma etiqueta adicional, clique em Adicionar e insira informações nos campos Nome e Valor que aparecem abaixo dos existentes.

    • Você pode criar no máximo 10 etiquetas.
    • O nome da etiqueta é limitado a 512 caracteres, e o valor da etiqueta é limitado a 256 caracteres. Para contas de armazenamento, o nome da etiqueta é limitado a 128 caracteres, e o valor da etiqueta é limitado a 256 caracteres.
    • Os nomes de etiqueta não podem conter os seguintes caracteres:

      < > % & \ ? /

    • Os nomes de tag não podem conter essas cadeias de caracteres que não diferenciam maiúsculas:

      ‘azure’, ‘windows’, ‘microsoft’

    Após a criação de um farm, você poderá adicionar mais tags de recursos do Azure e editar ou excluir tags desse farm.

  4. Na etapa de gerenciamento do assistente, preencha os campos e faça as seleções conforme apropriado e, em seguida, clique em Avançar.
    Opção Descrição
    Manutenção contínua Selecione o tipo de manutenção, segundo uma cadência de tempo (Agendada) ou com base em sessões de usuário para as VMs desse farm (Sessão).

    Quando Agendada estiver selecionado, configure a cadência de manutenção, diária ou semanal. Se você escolher uma recorrência diária, especifique a hora em que a manutenção começará. Se você escolher uma recorrência semanal, especifique o dia da semana e a hora.

    Quando a opção Sessão for selecionada, especifique o número de sessões em que o farm deve começar a executar a manutenção.

    Observação: Não são consideradas as sessões que sejam desconectadas dentro de 15 minutos para fins de cálculos de manutenção contínua, para evitar reiniciar ou recompilar as VMs com base na contagem de sessões de execução curta.

    No campo VMs de Desativação Simultânea, especifique o número de VMs de farm que podem entrar no estado de desativação ao mesmo tempo. Quando uma VM estiver no estado de desativação, ela continuará a funcionar para as sessões de usuário que já se conectaram a ela, mas não aceitará as conexões de usuário novo.

    Para obter um exemplo simples, consulte Exemplo de manutenção contínua do farm.

    Ação da VM Selecione a ação que o sistema deve executar nas VMs em manutenção.
    • Com Reiniciar, as VMs são reiniciadas.
    • Com Recompilar, as VMs primeiro são excluídas e depois reprovisionadas com base na imagem associada do farm.

    Se você escolher que as VMs não utilizadas sejam desligadas, elas ainda consumirão algum uso de armazenamento em seu ambiente na nuvem.

    Gerenciamento de energia

    As configurações de gerenciamento de energia são relacionadas aos limites em que o sistema automaticamente aumenta e diminui o número de VMs de farm ligadas de acordo com o uso da sessão nas VMs. Quando o uso cresce acima de um limite superior, o sistema automaticamente liga uma das VMs não usadas. Quando o uso diminui abaixo de um limite inferior, o sistema descarrega a VM até que ela não esteja sendo usada. Em seguida, o sistema desliga a VM e a desaloca.

    As seleções de gerenciamento de energia equilibram o custo de capacidade com disponibilidade mais rápida:

    • Selecione Desempenho Otimizado quando desejar que o sistema ligue a próxima VM o mais rápido possível. Mesmo que você esteja gastando para já deixar a próxima VM pronta antes que o usuário precise dela, essa configuração aumenta a chance de que, quando os usuários fizerem login, a VM já esteja ligada para atender a essa demanda.
    • Selecione Energia Otimizada quando desejar que o sistema espere pelo tempo máximo possível antes de ligar a próxima VM. A ocupação das VMs é maior antes de o sistema ligar a próxima. Embora essa seleção reduza os custos de capacidade ao fazer maior utilização das VMs existentes, essa configuração aumenta a chance de que haja um atraso quando novos usuários tentam fazer login, pois eles podem ter que aguardar o tempo que o sistema gasta para ligar a VM.
    • Selecione Balanceado para ter um equilíbrio entre os custos de capacidade e o tempo para a disponibilidade para os usuários.

    Os limites máximo e mínimo de cada seleção são:

    • Desempenho Otimizado
      • Limite mínimo: 23%
      • Limite máximo: 50%
    • Energia Otimizada
      • Limite mínimo: 38%
      • Limite máximo: 80%
    • Balanceado
      • Limite mínimo: 31%
      • Limite máximo: 66%

    Para ver uma descrição detalhada sobre os recursos de gerenciamento de energia do Horizon Cloud e as descrições de como eles funcionam em diversos cenários, consulte o artigo técnico VMware Horizon Cloud Service™ on Microsoft Azure RDS Desktop and Application Scalability disponível no vmware.com.

    Tratamento de tempo limite Configure como deseja que o sistema manipule determinados tipos de sessões de usuário.
    Observação: As sessões de usuário regidas por essas configurações são os logons de usuário para a sessão do sistema operacional Windows da área de trabalho ou do aplicativo de sessão RDS. Essas sessões não são os logins de usuário no Horizon Client, no Horizon HTML Accessou no Workspace ONE.

    A sessão do usuário é iniciada na autenticação do usuário no sistema operacional Windows subjacente à área de trabalho baseada em sessão ou ao aplicativo remoto que é atendido pelas VMs RDSH desse farm.

    • Tempo Limite da Sessão Vazio – Para os farms de aplicativo, selecione como o sistema deve manipular as sessões de usuário ociosas, se não deseja estipular um tempo limite para sessões ociosas ou se quer definir um tempo limite após uma quantidade determinada de minutos. Tempos limite ociosos são baseados na atividade do dispositivo de endpoint, não na área de trabalho baseada em sessão ou no aplicativo. Se você especificar para uma sessão ociosa sair do ar, selecione o que acontece quando o período de tempo limite inicia: se deseja desconectar a sessão ou desconectar o usuário. Quando uma sessão é desconectada, a sessão é desconectada da rede e preservada na memória. Quando é feito logoff de uma sessão, a sessão não é preservada na memória e todos os documentos não salvos serão perdidos.
    • Fazer logoff de sessões desconectadas – Selecione quando o sistema faz logoff do usuário de uma sessão desconectada.
    • Máxima vida útil da sessão – Especifique o número máximo de minutos que o sistema deve permitir para uma sessão de usuário único.
    Intervalo de Tempo limite da sessão Esse intervalo de tempo é a quantidade de tempo que as sessões dos usuários finais podem ficar ociosas antes do sistema forçar um logoff das áreas de trabalho ou dos aplicativos baseados em sessão que são atendidos por este farm. Esse tempo limite se aplica à sessão conectada para o sistema operacional Windows subjacente. O tempo que você especificar aqui é distinto das configurações de tempo limite que governam a sessão conectada do Horizon Client ou do HTML Access dos usuários finais.
    Cuidado: Quando o sistema força o logout na sessão de sistema operacional Windows subjacente, todos os dados não salvos são perdidos. Para evitar uma perda acidental de dados, defina o intervalo como alto o suficiente para acomodar as necessidades de negócios de seus usuários finais.

    O intervalo padrão é um dia (1440 minutos).

    Observação: Se nenhuma atividade de usuário ocorrer antes que o intervalo de tempo limite seja atingido, uma mensagem indicará que vai ocorrer o logoff do usuário caso ele não clique em OK nos próximos 30 segundos. Se o logout ocorrer, todos os dados do usuário que não foram salvos, como documentos ou arquivos, serão perdidos.
    Agendar Gerenciamento de Energia

    Para ajudar a otimizar a economia e o desempenho das VMs do farm no Microsoft Azure, você pode, opcionalmente, configurar agendamentos para ajustar o número mínimo de VMs ligadas nesse farm de forma semanal recorrente. Por exemplo:

    • Para fins de semana ou horas à noite, ao saber que seus usuários finais não usarão as áreas de trabalho ou aplicativos remotos, você pode ter um agendamento para zero ou um número baixo de VMs ligadas.
    • Para dias específicos ou períodos específicos que você pode prever que terá maior demanda de usuários, pode ter um agendamento que aumenta o número mínimo de VMs ligadas disponíveis para atender a essa demanda.

    Você pode especificar até 10 agendamentos para o farm. Se qualquer agendamento tiver períodos de tempo sobrepostos, mas especificar números mínimos diferentes de VMs, o sistema usará o maior valor de VMs mínimas para o período de tempo sobreposto.

    1. Clique no botão + ícone para adicionar a primeira linha à seção Agendar Gerenciamento de Energia.
    2. Insira um nome de identificação do primeiro agendamento.
    3. Selecione os dias do primeiro agendamento.
      Observação: Um dia é selecionado por padrão quando a linha é adicionada. Se você não quiser incluir o dia selecionado nesse agendamento, clique na lista suspensa e desmarque o dia selecionado.
    4. Especifique os horários aplicáveis nos dias especificados. Siga um dos seguintes procedimentos:
    5. Selecione o fuso horário. Recomenda-se o fuso horário mais próximo ao local dos seus usuários. Conforme apropriado para o fuso horário selecionado, o Horário de Verão é aplicado automaticamente.
      Observação: Se duas agendas tiverem a mesma configuração de fuso horário e horários sobrepostos, um aviso será exibido. No entanto, se duas agendas tiverem configurações de fuso horário diferentes e uma sobreposição, o aviso não será exibido. Por exemplo, se você tiver duas agendas de dia inteiro no sábado e uma tiver o fuso horário de Europa/Londres selecionado e a outra tiver América/Toronto selecionado, o aviso de sobreposição não será exibido.
    6. No campo Mínimo de VMs, insira o número mínimo de VMs que você deseja que sejam ligadas durante o período de tempo especificado. Durante o período de tempo especificado, esse número mínimo de VMs será ativado para ficar disponível a fim de levar as solicitações do usuário final durante esse período. O número pode variar de zero (0) até o número especificado em Máximo de VMs para o farm. Quando esse número é zero (0) e não há nenhuma sessão de usuário ativa no ponto de hora inicial da agenda, as VMs do farm são desligadas. Nesse cenário, se um usuário final tentar, posteriormente, se conectar a uma área de trabalho ou aplicativo fornecido por este farm durante o período de tempo agendado, haverá um atraso antes de a área de trabalho ou o aplicativo entrar em um estado utilizável porque a VM subjacente precisa ser ligada.
  5. Na etapa de Balanceamento de carga do assistente, insira valores para Limite de login. Essa configuração controla o número de logins permitidos em um período de tempo antes que uma VM perca a prioridade para ter novas sessões atribuídas a ele. Por exemplo, se Limite de Login estiver definido como 3 logins por 30 segundos, sempre que houver 3 sessões conectadas atribuídas à VM 1 nos últimos 30 segundos, a próxima sessão será atribuída à VM 2 e assim por diante.
    Observação: As configurações de Balanceamento de carga podem não aparecer ou podem ser desabilitadas se você tiver um ambiente antigo ou se o agente do farm não for a versão mais recente.
  6. Preencha os campos em Configurações de balanceamento de carga do host de sessão.
    • Os agentes do Horizon Cloud usam as primeiros cinco configurações (Limite de uso da CPU, Limite de uso da memória, Limite de tamanho da fila de disco, Limite de latência de leitura de disco e Limite de latência de gravação de disco) para calcular o Índice de carregamento do agente, um valor entre 0 e 100 que mede o carregamento de uma VM.
    • A última configuração, Limite de carregamento do indice, é o valor do Índice de carregamento do agente no qual uma VM é considerada completa.
      Importante: Devido à função-chave que o Índice de carregamento do agente no gerenciamento de energia, é essencial selecionar os valores apropriados para essas configurações, para que você possa obter o equilíbrio desejado entre consumo de energia e desempenho no seu ambiente.

    Para obter mais informações sobre como o Índice de carregamento do agente afeta o gerenciamento de energia, consulte Sobre o Gerenciamento de energia e o Balanceamento de carga para farms no Horizon Cloud.

    Opção Descrição
    Limite de uso da CPU Valor limite para uso da CPU em porcentagem. Você pode definir um valor de 0 a 100. O valor recomendado é 90, que também é o valor padrão.
    Limite de uso de memória Valor limite para a memória em porcentagem. Você pode definir um valor de 0 a 100. O valor recomendado é 90, que também é o valor padrão.
    Limite de tamanho da fila de disco Limite do número médio de solicitações de leitura e gravação que foram enfileiradas para o disco selecionado durante o intervalo de amostra. Você pode definir o valor como qualquer número inteiro positivo. Por padrão, essa configuração não é considerada para balanceamento de carga. O valor padrão é 0.
    Limite de latência de leitura do disco Limite do tempo médio de leitura de dados do disco em milissegundos. Você pode definir o valor como qualquer número inteiro positivo. Por padrão, essa configuração não é considerada para balanceamento de carga. O valor padrão é 0.
    Limite de latência de gravação do disco Limite do tempo médio de gravação de dados no disco em milissegundos. Você pode definir o valor como qualquer número inteiro positivo. Por padrão, essa configuração não é considerada para balanceamento de carga. O valor padrão é 0.
    Limite de carregamento do índice O valor do Índice de carregamento do agente no qual uma VM é considerada cheia e não está atribuída a nenhuma nova sessão. Você pode inserir um valor entre 0 e 100. O valor padrão é 90.
    Observação: O sistema corrigirá esse valor se necessário para ser maior que o limite máximo de gerenciamento de energia. Isso garante um gerenciamento de energia eficaz.
  7. Clique em Avançar.
  8. Na etapa de resumo do assistente, revise as configurações e, em seguida, clique em Enviar para começar a criar o farm.

Resultados

O sistema começa a criar o farm. Você pode monitorar o progresso utilizando a página Atividade. Quando o status do farm mostrar um ponto verde na página Farms, o farm estará pronto para uso.


Farms no estado pronto na página Farms

Observação: A criação de uma VM de farm criptografada demora aproximadamente o dobro do tempo da criação de uma VM não criptografada. Como resultado, o tempo de ponta-a-ponta para concluir a criação de um farm com criptografia de disco habilitada é aproximadamente o dobro, contanto que se crie esse farm sem criptografia de disco habilitada.

Além disso, quando uma VM de imagem tem um disco de dados, é necessário um tempo adicional para a criação de uma VM de farm criptografada com base na VM de imagem. Os tempos mais longos ocorrem com discos de dados de tamanhos maiores de terabytes.

O que Fazer Depois

Se você tiver criado um farm de áreas de trabalho, poderá criar uma atribuição de área de trabalho com base em sessão para seus usuários finais, de acordo com as etapas em Criar uma atribuição de área de trabalho de sessão RDSH.

Observação: Recurso de demonstração técnica: se você tiver criado um farm de área de trabalho para que seus usuários finais usem aplicativos App Volumes em um sistema operacional Microsoft Windows 10 com várias sessões, deverá realizar esses fluxos de trabalho em seguida:
  1. Certifique-se de que os aplicativos App Volumes sejam adicionados ao seu inventário de aplicativos usando o fluxo de trabalho de importação.
  2. Autorize esses aplicativos para os seus usuários, criando uma atribuição de App Volumes.
  3. Autorize uma área de trabalho baseada em sessão para esses usuários, com base neste farm, criando uma atribuição de área de trabalho baseada em sessão.

Se você tiver criado um farm de aplicativos, verificará este farm para carregar vários aplicativos no Horizon Cloud e, em seguida, criará uma atribuição de aplicativos, para que os usuários finais possam usar os aplicativos remotos desse farm.

Para obter mais informações, consulte Aplicativos no inventário do Horizon Cloud, Aplicativos remotos – Importando de farms RDSH provisionados por pods Horizon Cloud no Microsoft Azure e Aplicativos remotos – criar uma atribuição de aplicativo remoto para aplicativos remotos provisionados por pods Horizon Cloud no Microsoft Azure.

Se a imagem desse farm tiver aplicativos que exigem a abertura de portas especiais, você precisará modificar o Grupo de Segurança de Rede (NSG) associado desse farm no Microsoft Azure. Para obter detalhes sobre o NSG, consulte Sobre os grupos de segurança de rede e seus farms.

Se você tiver especificado o gerenciamento do NSX Cloud para esse farm, poderá usar o Service Manager (CSM) do seu ambiente do NSX Cloud para ver que as VMs do farm são gerenciadas no NSX Cloud. Faça login no CSM do seu ambiente e navegue até Nuvens > Azure > Instâncias. Quando a página Instâncias mostra o status Gerenciado para as VMs do farm, você pode começar a implementar políticas de NSX nelas.